BR-101: deputados estaduais cobram cronograma de obras ao DNIT

0
Segundo o superintendente, no trecho Norte, faltam concluir as pontes com as cabeceiras, finalizar a pista e os pavimentos flexíveis (Foto: Assessoria Parlamentar)

O andamento das obras de duplicação da BR 101 em Sergipe foi pauta de mais uma reunião proposta pelo deputado estadual Zezinho Sobral (Pode) e membros da Comissão Temporária Externa com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Gustavo de Felippo. Além do líder da bancada governista, a Comissão formada pelos deputados Adailton Martins, Dilson de Agripino e Maísa Mitidieri solicitou ao gestor todo cronograma da obra, os prazos e as dificuldades que impedem a conclusão dos trabalhos.

Segundo o superintendente, no trecho Norte, faltam concluir as pontes com as cabeceiras, finalizar a pista e os pavimentos flexíveis. O DNIT aguarda a chegada de novos recursos para finalizar o trecho Aracaju – Maruim. Já no trecho Sul, faltam concluir 50 quilômetros, de Estância à divisa em Cristinápolis e outros 11 quilômetros do contorno de Estância.

“Foi feito um estudo com a construtora e dá para fazer algo com os recursos de R$ 2 milhões disponíveis, até a chegada de novos recursos para o trecho de Aracaju e Maruim. Há poucos dias, foi resolvido o problema do ‘pare e siga’ próximo à Carmópolis, com um desvio. Sobre as cabeceiras das pontes, assumimos compromisso de interditá-las para reforma. São contratos diferentes. O contrato 127/2019 já está pronto, falta assinar e dar seguimento. Com as cabeceiras das pontes, a previsão é concluir a duplicação da BR 101 daqui a um ano e meio. A BR vem sendo duplicada desde o Rio Grande do Norte e falta muito pouco para concluir o trecho sergipano. Temos que aguardar a chegada de mais recursos”, detalhou Gustavo de Felippo, superintendente do DNIT em Sergipe.

Para o deputado Zezinho Sobral, a luta pela conclusão do trecho da rodovia federal em Sergipe vem dando avanços significativos. O deputado lembrou que já esteve em Brasília, onde protocolou uma audiência na sede do DNIT e elaborou o requerimento na Assembleia Legislativa para a criação da Comissão Temporária de Representação Externa.

“Fico muito satisfeito. A Alese tem se somado à causa e a participação dos colegas deputados na cobrança tem sido intensa. Nesta reunião na sede do DNIT em Sergipe, tivemos boas notícias a respeito dos contratos e os empecilhos que atrapalham o andamento dos trabalhos. O maior gargalo é financeiro. O volume de recursos destinados para 2019 é pequeno”, comentou Zezinho Sobral. Ainda de acordo com o parlamentar, o próximo passo é fortalecer o diálogo com a bancada federal para que a reunião na sede nacional do DNIT, em Brasília, aconteça o mais rápido possível.

“Já transitei pela BR-101 e verifiquei que, de fato, já existem desvios. Agora vamos unir esforços junto à bancada federal e levar a demanda à Brasília para cobrar mais celeridade e, assim, resolver de vez esse impasse que atrapalha o desenvolvimento do nosso estado. O DNIT em Sergipe vem cumprindo seu papel, nos dando respostas e nos sinalizou que está em vias de assinar o contrato para reinício das obras do quilômetro zero até o 40. Além do Exército, são seis empresas para realizar os trabalhos. Esperamos o quanto antes acabar, de vez, com esse gargalo”, ressaltou Zezinho Sobral.

Fonte: Assessoria Parlamentar 

Comentários