Comitê Bacia S. Francisco teme a redução da vazão

0

Reunião aconteceu na sede da Frame em Aracaju (Fotos: Portal Infonet)

Coordenadores da Defesa Civil de vários municípios sergipanos participaram na manhã desta sexta-feira, 24 de uma reunião na sede da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames). Na ocasião, foram discutidos temas como Lei da Transparência Pública, o Processo Eleitoral do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco e a criação do Cartão da Defesa Civil.

“Nós somos contra a redução da vazão do rio São Francisco. Ele é responsável por 70% da água doce da Região Nordeste e quem vai pagar os prejuízos com a redução da vazão? A Chesf já divulgou que não tem recursos para os municípios prejudicados”, destaca o secretário do Comitê da Bacia do São Francisco, Maciel Oliveira.

Maciel Oliveira preocupado com prejuízos

Tonhão, presidente da Federação dos Municípíos do Estado de Sergipe

De acordo com o presidente da Fames, o prefeito de Monte Alegre, Antônio Rodrigues [Tonhão], o Cartão da Defesa Civil servirá para receber recursos direto do Ministério da Integração Nacional. Trata-se de um meio de pagamento específico para ações da Defesa Civil, visando auxiliar a administração pública no controle dos gastos, com agilidade e segurança, a exemplo de socorro, assistência e restabelecimento, devendo ser utilizado exclusivamente em situações de emergência ou estado de calamidade pública.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais