Confira o chat com João Alves Filho (DEM)

0

João Alves Filho (DEM) foi o quarto candidato ao governo a participar
O candidato ao Governo de Sergipe, João Alves Filho (DEM), participou nesta terça-feira, 17, de mais um chat promovido pelo Portal Infonet. Ele respondeu às perguntas de internautas e dos jornalistas Janaína Cruz (Tribunal de Justiça de Sergipe) e Valter Lima (Jornal Cinform). Confira na íntegra:

16:25:42 ValterLima entra na sala
16:25:50 JanainaCruz entra na sala
16:25:53 Mediador entra na sala
16:25:54 [Mediador] Bem-vindo ao Bate-Papo InfoNet.
16:26:06 JoaoAlves entra na sala
16:26:34 [Mediador] Boa tarde,
16:26:46 [Mediador] Bem-vindo ao Bate-Papo InfoNet.

16:26:57 [Mediador] Estamos dando início a mais um chat Eleições do Portal Infonet. Estamos recebendo na tarde de hoje o candidato João Alves Filho (DEM) que responderá aos questionamentos enviados pelos internautas e jornalistas convidados: Janaína Cruz (Tribunal de Justiça de Sergipe e Jornal da Cidade) e Valter Lima (Jornal Cinform).

Valter Lima e Janaína Cruz foram os jornalistas convidados
16:27:33 [Mediador] Inicialmente o candidato responderá aos questionamentos dos jornalistas e depois a perguntas de dois internautas, completando assim uma rodada. As rodadas irão se suceder até o tempo limite que é de 1h.

16:28:04 [Mediador] Envie a sua pergunta e participe do Chat. O candidato começa a responder a partir de agora:

16:28:38 [JanainaCruz] boa tarde a todos!

16:28:48 [ValterLima] Boa tarde internautas! Este espaço da Infonet é importante para conhecer melhor o candidato João Alves Filho

16:29:11 [JoaoAlves] Boa tarde amigos da infonet, já estou aqui no chat à disposição de todos vocês

16:29:15 [JanainaCruz] A situação do IML e do Instituto de Criminalística é precária. Se eleito, o que o senhor pretende fazer para mudar isso?

Candidato respondeu às perguntas de internautas e jornalistas
16:30:08 [JoaoAlves] Lamentavelmente o IML está em estado deplorável. Temos um planejamento para implantar moderno IML na área do centro administrativo.

16:30:21 [ValterLima] Em sendo eleito, a partir do dia 1º de janeiro de 2011 que pasta terá prioridade no início de um novo Governo?

16:31:52 [JoaoAlves] Não teremos pasta específica. Teremos duas vertentes de governo, onde todos se integrarão. Transformaremos Sergipe no estado com menor índice proporcional de miserabilidade do Brasil. E o segundo ponto será modernizar niosso parque industrial através de várias ações que discutiremos ao longo deste diálogo.

16:32:46 [JoaoAlves] acrescentaria também que implantaremos um projeto de desenvolvimento auto-sustentável.

16:32:55 [Mediador] Agora as primeiras perguntas dos internautas

16:32:59 [Mediador] Internauta (Wellington Oliveira Sales Junior e Fábio)- Quais as mudanças que o senhor pretende fazer na Saúde? O senhor concorda e pretende manter as Fundações? O que pretende fazer com os concursados recém-admitidos?

16:34:39 [JoaoAlves] Vamos implantar um projeto integrado de saúde voltado basicamente para os mais cazentes. O atual governo praticamente demoliu o que havia na saúde pública de SE. No hospital João Alves se utilizaram tratores para derrubar partes do hospital.

16:37:18 [JoaoAlves] No caso do hospital infantil, que foi construúido no padrão que o identificaria como um dos melhores do país na saúde pública, foi praticamente destruído a marretas. Vamos reconstruir em Aracaju o Hospital João Alves e o Hospital Infantil, em que pese o governo atual já tenha sido condenado a reconstruir. A nível do estado, recuperar os hospitais regionais municipais, que na maioria foram sucateados ou fechados na atual gestão, e terei uma preocupação especial com a medicina preventiva, inclusi

16:37:26 [Mediador] Internauta (Felipe Augusto de Oliveira Torres) – A educação no nosso estado está indo de mal a pior, recentemente apareceu no Jornal Nacional que Sergipe tinha a pior resulto em educação do Brasil, diante desses fatos que infelizmente são verídicos qual o seu projeto para a educação no nosso estado, tanto no ensino médio, médio técnico, Ensino superior?

16:43:27 [JoaoAlves] O essencial da educação no mundo moderno é a qualidade de ensino. No governo passado, dentro dessa linha de consciência, nós conseguimos grandes avanços, tirando sergipe dos últimos lugares dos testes do SAEB, do Ministério da Educação, para a primeira posição do Nordeste brasileiro.

16:43:38 [JoaoAlves] De apenas 92 alunos dos 16 mil que saíram do curso médio, nós conseguimos multiplicar por 36 vezes no quadriênio dos alunos da escola pública que tiveram direito a ter curso superior gratuito.

16:43:57 [JanainaCruz] Ainda na área da educação, o senhor pretende criar uma universidade estadual em Sergipe?

16:45:36 [JoaoAlves] Utilizaremos, portanto, técnicas já bem testadas, como por exemplo levar o pré-vestibular gratuito em todos os municípios e principais povoados. Traremos também as melhores empresas de consultoria em melhoria de qualidade de ensino, como o Alfa e Beto, Ayrton Senna, INDG etc, dentre outras.

16:49:00 [JoaoAlves] A constituição brasileira estabelece que o curso fundamental é de responsabilidade dos municípios e o curso médio é de responsabilidade dos estados. Como tem sido demonstrado no mundo, os países de maior sucesso, como a Coréia, o Japão, a Finlândia, a meta prioritária é que os alunos do fundamental e do médio saiam das escolas com o melhor padrão de qualidade. Nossa preocupação, como antes, será dentro dessa linha.

16:50:18 [JoaoAlves] Mas para atender a um universo muito maior do que o que seria alcançado pela UFS e uma eventual universidade estadual, implantaremos uma universidade estadual à distânci, através da qual se forma hoje 30% dos alunos de curso superior dos países desenvolvidos.

16:50:32 [ValterLima] Em entrevista ao Cinform, o senhor afirmou que deixou em caixa mais de R$ 400 milhões pra Déda. Mas o ex-secretário da Fazenda e atual vice do senhor, Nilson Lima, produziu relatório ao chegar ao Governo em 2007 dando conta de R$ 200 milhões em dívidas. Quem fala a verdade? O seu vice há quatro anos ou o senhor hoje?

16:53:44 [JoaoAlves] Desconheço essa afirmação de Nilson Lima. O que posso afirmar é ,que Deda iniciou o seu governo com a situação financeira mais privilegiada do que qualquer outro dos seus antecessores. Por exemplo, através do choque de gestão que fizemos, sobravam por mês, de recursos próprios do estado, cerca de 40 a 50 milhões de reais. E apenas com esses recursos, conseguimos implantar o maior canteiro de obras do Nordeste.

16:55:08 [JoaoAlves] A capacidade de endividamento do estado, quando assumimos, era de 3,4 bilhões de reais. Ao fim da nossa gestão, Deda recebeu o estado com 5,8 bilhões de reais, que ele poderia tomar emprestado.

16:55:09 [Mediador] Vamos a segunda rodada de perguntas dos internautas

16:55:16 [Mediador] Internauta (Rafael Benigno Chagas )- Dr João, sendo seu eleitor de carteirinha, primeiramente quero lhe desejar boa sorte nesse pleito. Qual o seu grande projeto previsto para Sergipe caso seja eleito, já que as maiores obras realizadas nesse estado foram feitas por sua administração.

16:57:02 [JoaoAlves] Na área social, Sergipe se transformará no primeiro estado do Brasil a ter 100% das suas residências com água e luz. Serão extintas todas as casas de taipa do interior e de favelas da grande Aracaju, tomando por base os índices levantados até 2006.

16:58:54 [JoaoAlves] Na área de investimentos, apenas em duas áreas geraremos cem mil empregos: na citricultura, que será inteiramente revitalizada, gerando 60 mil empregos; e no projeto Califórnia, no sertão, já tecnicamente aprovado pelo BIRD, serão assentadas 2500 famílias e atraídas 120 empresas para irrigarem lotes empresariais.

16:59:14 [JoaoAlves] Esses são apenas dois exemplos das minhas metas. Realizaremos muito mais.

16:59:17 [Mediador] Internauta (Derivaldo Santana Filho )- O que o senhor acha que deu errado com o platô de Neópolis? Que hoje mais 4000 mil hectares da área irrigada está sendo tomada pela cana e que essa quantidade toda de terra pertence a três pessoas, que é a familia GBarbosa , Samam e Ezequel.

16:59:19 [Mediador] Lembro que o senhor prometeu 15 mil empregos em praça publica em Neópolis, dizendo que esse projeto seria de fruticultura irrigada, atualmente não gera nenhum emprego para os municípios que compõe o platô, a mão de obra vem de Capela e Nossa Senhora das Dores e os impostos são gerados para esses dois?

17:04:07 [JoaoAlves] Primeiro, entre empregos diretos e indiretos, nos vários municípios em torno do platô de Neópolis foram gerados realmente milhares de empregos. Onde inúmeros povoados vivem praticamente do platô, irrigando áress voltadas para fruticultura, atividade que mais gera empregos no campo. Criminosamente, o atual governo autorizou, por razões inimagináveis, restaurar o latifúndio que tinhamos acabado.

17:07:29 [JoaoAlves] E entregou uma obra construída com dinheiro público e que fornece água a preços subsidiados, a três latifundários

17:10:07 [JoaoAlves] … contrariando os estatuso de fundação do platô e gerando milhares de desempregados. Entrarei na justiça para inviabilizar esta ação insana e sendo governador, no último caso, bloquearei a água fornecida a esses privilegiadíssimos usineiros. Este é o maior criime já realizado contra o trabalhador rural no Nordeste brasileiro.

17:11:19 [JoaoAlves] Repito, o maior crime público já realizado contra o trabalhador rural do NE do país.

17:11:37 [Mediador] Agora vamos para a terceira rodada de perguntas, iniciando novamante com os jornalistas

17:12:49 [JanainaCruz] A orla da Atalaia é considerada uma das mais bonitas do Nordeste. Se o senhor for eleito novamente, o que pretende fazer para incrementar o turismo em Sergipe?

17:16:15 [JoaoAlves] Tive a felicidade de implantar 90% do que existe em infraestrutura de turismo em Sergipe porque essa é a atividade economica que mais gera empregos no mundo moderno. O atual governo chegou a insensatez de acabar com a Secretaria de Turismo, que será reaberta no dia 1o de janeiro de 2011, retomando os `vôos charters, reintroduzindo a prática exitosa de participar acionariamente com aqueles que queiram construir hotéis no estado;…

17:20:50 [JoaoAlves] … viabilizaremos imediatamente a construção de dois grandes resorts em dois terrenos do estado, um na praia do Mosqueiro, que não foi entregue em 2006 porque a prefeitura de Aracaju, agindo de forma politiqueira. não concedeu a licença; e no outro terreno, um resort na praia do Saco, onde o maior grupo do Caribe se propôs implantar um moderníssimo resort com 400 apartamentos, gerando 2 mil empregos…

17:23:38 [JoaoAlves] …Investiremos maciçamente em divulgação nos principais polos emissores de turistas e voltaremos à prática de participar em todas as feiras internacionais onde os hoteleiros locais podem contratar com as agências de viagem atração de turistas para a nossa região e o estado promover contatos para atrair investiodres hoteleiros para Sergipe…

17:23:47 [ValterLima] Porque os sergipanos devem dar uma quarta oportunidade para o senhor governar o Estado ao invés de uma segunda para Déda?

17:27:04 [JoaoAlves] De fato, o meu plano era ser Senador. Projeto que seria alcançado com a maior facilidade, por conta das pesquisas eleitorais que me davam mais inteções de votos do que todos os candidatos somados. Seria uma posição muito cômoda para mim. Mas não faço política pensando nos meus interesses, mas sim do povo sergipano…

17:31:49 [JoaoAlves] …sendo assim, ao constatar, em visita a todos os municípios de Sergipe, que o estado está vivendo o maior desgoverno da nossa história pública, entendi que mais 4 anos da administração que aí está nos levaria ao cáos irreversível. Sendo assim, aceitei o desafio de enfrentar a maior conjugação de forças políticas e econômicas reunidas contra um candidato, para, assumindo o governo, reconstruir o desmonte realizado e…

17:32:54 [JoaoAlves] , me aproveitando do potencial que já tinhamos implantado em 35 anos de vida pública, transformar nosso estado naquele que terá o menor percentual de população vivendo em condições de miserabilidade do Brasil, além de implantar um projeto de desenvolvimento auto-sustentável.

17:32:59 [Mediador] Internautas (Mara Silva, FAgner, Rodrigo Almeida, PAtrícia, Tiago e outros) – O senhor não respondeu se vai acabar ou manter as Fundações de Saúde em seu governo?

17:36:16 [JoaoAlves] Em nosso governo, implantamos a fundação de saúde pública onde os funcionários teriam a garantia da estabilidade. O atual governo desmontou-a e implantou a fundação de saúde pública de direito privado, em cujas bases não concordamos. Mas como até hoje tenho a satisfação íntima de nunca ter demitido um funcionário público, o direito dos aprovados pela fundação atual será garantido.

17:36:31 [Mediador] Internauta (Abrahao Crispim de Souza Filho) – Sobre a pesquisa que foi divulgada no último domingo, pelo Jornal do Dia, onde aponta uma diferença de 11% (diferença de 116 mil votos à frente), para o governador Marcelo Déda, para a sua candidatura. O que o doutor tem a dizer sobre tal pesquisa encomendada.

17:38:31 [JoaoAlves] O que posso afirmar que é uma pesquisa absolutamente desprovida do menor resquício de verdade e que já estamos provando isso em ação judicial promovida pelos nossos advogados junto ao TRE . É lamentável que haja candidatos que ao invés de quererem eleição no voto, pretendem fazê-lo no tapetão das mentiras.

17:38:51 [Mediador] Finalizamos agora mais um Chat Eleições 2010. Agradecemos a participação do candidato João Alves Filho e dos jornalistas convidados: Janaína Cruz (Tribunal de Justiça de Sergipe e Jornal da Cidade) e Valter Lima (Jornal Cinform).

17:39:14 [Mediador] Agradecemos também a você internauta, que participou enviando suas perguntas e comentários para o candidato.

17:40:07 [Mediador] Infelizmente o nosso tempo foi pequeno para o número de perguntas. Os questionamentos que chegaram e não foram respondidos serão repassados para o candidato responder no seu orkut JOão Alves Filho

17:40:16 [Mediador] Na próxima semana, dia 24 de agosto, receberemos o candidato Leonardo Dias (PCB). Os internautas já podem enviar as suas perguntas para jornalismo@infonet.com.br.

17:40:24 [Mediador] Boa noite e continuem acompanhando o jornalismo da Infonet

Comentários