Divulgado gastos dos senadores em 2009

0

Levantamento aponta Valadares como um dos mais gastadores / Foto: Arquivo
Os senadores aumentaram significativamente os gastos com dinheiro público para divulgar seus mandatos no ano em que o Senado viveu a maior crise administrativa de sua história. Levantamento feito pelo Congresso em Foco revela que saltou de R$ 1,16 milhão, em 2008, para R$ 1,78 milhão, em 2009, a despesa dos parlamentares com a divulgação de suas atividades. Foram R$ 614 mil gastos a mais, um crescimento de 52% em comparação com o ano anterior.

O sergipano Antonio Carlos Valadares (PSB) está entre os campeões de despesa: ele reservou R$ 105,80 mil para publicidade. Ele ficou em 16° colocado no total de gastos, que foi de R$ 172.121,00. O 1° colocado foi o senador Fernando Collor (PTB), que utilizou R$ 180.468,05 em verbas indenizatórias.

Verba

A verba indenizatória é um benefício destinado aos parlamentares para cobrir gastos com aluguel de imóvel, materiais de escritório, locomoção, consultoria, alimentação e outras despesas. Ele é utilizado por meio de ressarcimento, ou seja, os parlamentares fazem a compra e apresentam a nota fiscal ao Senado. Cada parlamentar tem direito a R$ 15 mil mensais em ressarcimento. Isso corresponde a R$ 180 mil anuais.

Confira abaixo os gastos dos senadores sergipanos:

Antonio C. Valadares (PSB)

Aluguel = R$ 0,00

Locomoção = R$ 62.696,00

Material = R$ 0,00

Consultoria = R$ 3.620,00

Divulgação = R$ 105.805,00

Total = R$ 172.121,00

 

 

Almeida Lima (PMDB)

Aluguel = R$ 10.570,34

Locomoção = R$ 142.507,55

Material = R$ 922,03

Consultoria = R$ 3.888,12

Divulgação = R$ 0,00

Total = R$ 157.888,04

 

 

Maria do Carmo Alves (DEM)

Aluguel = R$ 30.400,07

Locomoção = R$ 10.000,00

Material = R$ 0,00

Consultoria = R$ 0,00

Divulgação = R$ 0,00

Total = R$ 40.400,07

 

Com informações do Congresso em Foco

Comentários