Frases do Governador Marcelo Déda que ficaram na memória

0

(Fotos: Arquivo Portal Infonet)

Conhecido pelos sergipanos como orador de amplo potencial criativo e, principalmente, líder político apaixonado pelo Estado, Marcelo Déda Chagas se despede dos sergipanos deixando um imenso sentimento de pesar.

Em sua homenagem, o Portal Infonet seleciona para os internautas alguns trechos de discursos memoráveis emitidos pelo então governador que, além de amor por Sergipe, tornava público o talento pela poesia, pela música e pelas palavras que em muito traduziam seus ideais políticos.

“Que os meus sonhos dialoguem com o querer divino, produzindo uma obra que, edificada no terreno da história, traduza o meu amor por minha terra e sirva à causa da felicidade do meu povo”, declarou Déda, num último discurso realizado em Sergipe, em maio, durante a solenidade de sanção do Programa de

Da vida até a morte, Déda quis estar ao lado do povo sergipano (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal (Proinveste).

O governador ainda detalha com emoção o sentimento de contentamento frente à possibilidade de ofertar aos sergipanos os benefícios a serem adquiridos mediante a adesão ao Programa.

“Eu queria estar lá para ver aquilo que me fez entrar na política. Ver o sorriso do meu povo. A felicidade de quem recebe a obra. No fundo, no fundo, o maior ordenado que eu tenho é esse: o sergipano com o sorriso na face, e eu saber que colaborei para que aquele sorriso nascesse. Hoje, amigos, fiquem felizes todos porque os senhores semearam sorrisos. Sorrisos que eu não sei se vou colher”, desabafou.

Mais declarações

Déda posta sobre o Papa Francisco

No dia em que Déda discursou em nome dos demais governadores no lançamento de novas ações do Brasil Sem Miséria, em anúncio que consolidou a política do Governo Federal de erradicar a miséria no país, ele definiu o projeto como capaz de somar o desenvolvimento econômico com a inclusão social.

“Nenhuma nação se legitima na história se desprezar a liberdade e se ignorar o valor da igualdade", declarou essa que foi uma das frases que usou para sintetizar o "dia histórico" em que o Brasil Sem Miséria retirou os últimos 2,5 milhões de brasileiros da extrema pobreza entre os beneficiários do Bolsa Família.

Religioso, Marcelo Déda também falou sobre o Papa Francisco. "Reflito sobre esses papas que admiro porque as atitudes e falas de Francisco têm me trazido grande esperança, como cristão católico. Jesus,fundador do Cristianismo,era simples,resoluto,radicalmente renovador,igualitário, humilde e focado naquilo que redime o Homem: o Amor. Que os fundamentos do Cristianismo e a coragem do Cristo,somados ao exemplo do "poverello" de Assis,inspirem o Papa Francisco e a todos nós", escreveu em uma rede social.

No seu discurso de posse, em janeiro de 2011, Marcelo Déda, emocionado lembrou da família. “Esse é um momento de vitória, mas também de superação na pessoa do anjo que Deus nos deu. Não sou Abraão, nem você [Eliane] é Sara, mas talvez não esperávamos mais filho pois quatro já eram suficientes, mas veio Mateus, precocemente, de sete meses, passou 20 dias na UTI, sem saber o que eram mais grossos, se os fios dos aparelhos ou os seus bracinhos. Esta mulher cuidou desse menino e Mateus lutou pela vida. À cada dia que íamos à UTI tínhamos uma novidade. Mateus é uma inspiração e vamos criar o Centro de Referência, uma obra pelo bem de todos os amiguinhos com Síndrome de Down, de  todos os Mateus que nascem em Sergipe e não possuem recursos”, afirma chorando Marcelo Déda conseguindo emocionar os presentes à solenidade.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais