Jackson quer novo mandato para Lula

0

Jackson Barreto
“Vou apresentar uma Projeto de Emenda Constitucional (PEC) propondo direito a uma segunda reeleição para o presidente da República, abrindo uma perspectiva para um terceiro mandado do presidente Lula (PT)”. Foi o que disse o deputado federal Jackson Barreto (PMDB), durante entrevista em emissora de rádio.

Caso a PEC seja aprovada, avalia o deputado, acaba com o atual favoritismo do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), pré-candidato a presidente da República.

Jackson defende também que se faça um referendo nacional para a continuidade das políticas publicas que atende todos os setores da população brasileira. “Um debate seria muito importante para a população, acabando de vez com o oportunismo de alguns setores tanto local como nacional, como também com a hipocrisia de políticos oportunistas que estão “mortos” e querem se ressuscitar na sombra se Serra”, alfineta.        

O parlamentar disse ainda que se Lula tiver direito a mais uma reeleição, acabará em Sergipe a correria pelo palanque de Serra e pelo apoio do deputado federal Albano Franco (PSDB).

Alerta

Durante a entrevista, ele lembrou ao senador Almeida Lima (PMDB) que não existe mais candidatura nata e que, para disputar a reeleição, em 2010, ele terá de enfrentar a convenção do partido.

Jackson disse que conversou com a direção nacional do PMDB e ficou claro que ele continua dirigindo o diretório estadual e que Almeida “manda” apenas no diretório de Aracaju e em mais nove municípios.

“Ele não tem liderança, não tem voto na convenção estadual e não vai tirar o PMDB do palanque do governador Marcelo Déda (PT)”, assegurou Jackson.

Jackson disse ainda que Almeida Lima não tem liderança política nem em Aracaju e nem mesmo no interior do estado. “Ele não montou diretório no interior, o que ele queria era apenas o diretório de Aracaju para disputar eleição, disputou e ficou em 3° lugar, e agora para ser candidato só se for a deputado federal. Ele ta tão derrotado que há 8 anos atrás, ele teve 50 mil votos e nessa eleição teve 48 mil”, afirmou. Jackson disse que Almeida Lima é visto hoje, em Brasília, como um derrotado e que ele (Almeida), tem que andar de cabeça baixa no senado, pelo 3° lugar obtido nas ultimas eleições.

Comentários