Kitty apresenta PL de selo para empresas sustentáveis

0
Objetivo é certificar empresas que adotem medidas sustentáveis para reduzir a exploração dos recursos naturais e a agressão ao meio ambiente

A preservação do meio ambiente é pauta constante da vereadora Kitty Lima (Rede) na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), e como forma de proteger os recursos naturais e fomentar a economia local, a parlamentar protocolou um projeto de lei no Legislativo municipal para criação do ‘Selo de Responsabilidade Socioambiental’. O objetivo é certificar, por meio da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), empresas que adotem medidas sustentáveis para reduzir a exploração dos recursos naturais e a agressão ao meio ambiente.

De olho no futuro, os pequenos negócios, assim como as grandes empresas, estão descobrindo e demonstrando que ser social e ambientalmente responsável tem se tornado uma vantagem altamente competitiva, pois ao adotar práticas sustentáveis, elas experimentam reduções nos custos e atraem a preferência dos consumidores. Assim passam a ter mais vantagem e visibilidade em relação a concorrência.

Kitty explica que o selo não isentará as empresas dos seus compromissos fiscais e tributários, mas premiará aquelas que adotarem medidas que venham a proteger e reduzir o impacto no meio ambiente.

“Algumas práticas já são reconhecidas como o descarte adequado dos resíduos, uso eficiente da água, energia, matéria-prima e suprimentos, além da opção por fornecedores e produtos certificados. São hábitos que fazem parte da rotina de muitas empresas e que já rendem bons resultados. O intuito é criar uma cadeia de ganhos onde todos saiam beneficiados, desde as empresas que investirão em iniciativas sustentáveis até os próprios clientes e investidores, que optarão por essas empresas por conta da sua postura diante da consciência ambiental”, disse.

Apesar dos constantes diálogos acerca da sustentabilidade, o mundo continua sofrendo as consequências da exploração que está levando a natureza ao colapso. Escassez de água, morte de animais, a problemática dos resíduos sólidos. “Mais que destruir o planeta, estamos nos auto destruindo, por isso é extremamente importante tomarmos uma atitude imediata diante desse quadro ameaçador, e cabe as empresas grande parte da responsabilidade. Nossos recursos naturais são limitados, e nossas atitudes no dia-a-dia impactam diretamente na preservação ou escassez deles. Precisamos utilizá-los com inteligência para que eles não se acabem e atendam às necessidades das futuras gerações, e isso mostra a importância de aprovarmos esse projeto”, pontuou Kitty.

A vereadora lembrou ainda que os consumidores estão mais bem informados, uma consciência que se reflete em suas escolhas de consumo e na cobrança para que as empresas tenham responsabilidade para com a sociedade e o lugar onde atuam. “O selo atestará o compromisso das empresas com o meio ambiente, e ele atrairá os consumidores que hoje estão cada vez mais preocupados em saber a origem do produto ou serviço que está sendo pago. Ganha o meio ambiente, ganha a sociedade e a economia também”, reforçou Kitty.

Fonte e foto: ascom parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais