Lagarto: TJ bloqueia 50% do duodécimo da Câmara

0

A determinação do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, assinada pelo Desembargador Roberto Eugenio da Fonseca Porto  prevê o bloqueio de 50% sobre o valor do duodécimo da Câmara Municipal de Lagarto para o fim de solver pagamento em favor do espólio de Antônio Simões Alves. O dinheiro ficará a disposição da Justiça até que se atinja R$ 419.161,90 em cumprimento à decisão que consta no mandado de segurança 03/2003.

O bloqueio se deve a uma ação impetrada pela viúva do vereador Antonio Simões que, quando ocupou o cargo, chegou a ficar 14 meses afastado das suas funções e procurou a Justiça para receber os valores atrasados.

O Portal Infonet teve acesso ao processo que informa o valor corrigido até a data de 30 de abril de 2010, o valor encontrado é de R$ 560.276,41. Sobre o impacto que esse bloqueio poderá causar nas contas da Câmara de Vereadores de Lagarto a equipe do Portal Infonet entrou em contato com o presidente da câmara, Wilson Fraga, conhecido como ‘Xexeu’, mas a informação é que o parlamentar não estava na Câmara. Fizemos contato por telefone, mas não obtivemos êxito nas ligações.

Por Kátia Susanna

Comentários