Para João, política não é matemática

0

Ex-governador de Sergipe por três vezes, o engenheiro João Alves Filho voltou à mídia esta semana, concedendo longa entrevista a um jornal semanário local onde, mais uma vez, fecha as portas a uma candidatura ao Senado, argumentando que não tem queda para o legislativo.

Para ele, “política não é matemática em que podemos fazer projeções usando uma fria racionalidade. Não prevalece o raciocínio de que só pelo fato de alguém apenas ter exercido um mandato de governador, o eleitorado esteja disposto automaticamente a lhe conceder uma nova oportunidade de governar o estado. Bem como não é lógico se presumir que um cidadão que tenha exercido por tres vezes o governo do Estado – e se o fez é porque os eleitores encontraram nele méritos na forma de governar – esse mesmo povo esteja naturalmente cansado dele e não mais o aceite como governador. Pelo que percebo, de modo claro, o povo decidirá seu voto de forma ojbetiva: qual a capacidade que cada um demonstrou em seus respectivos mandatos ou pelo seu passado, avaliando de modo consistente suas ações. Devo esclarecer que essa afirmação não é achismo, mas é o que tenho constatado em pesquisas quantitativas e qualitativas – estas as que mais valorizo porquanto lêem o que se passa nos corações e mentes de nossa gente”.


Comentários