Sessão Especial debate “O médico e o SUS”

0

Médicos participaram dos debates (Fotos: Alberto Dutra)

Mais uma Sessão Especial de autoria do vereador Émerson Ferreira (PT), foi realizada na manhã desta segunda-feira, 18 na Câmara Municipal de Aracaju. Com a finalidade de destacar o Dia do Médico, o tema escolhido foi: “O médico e o SUS”.

Entre os convidados para discutir o assunto, o presidente do Sindicato dos Médicos de Sergipe (Sindimed), José Menezes, o presidente da Sociedade Médica de Sergipe (Somese), Petrônio Andrade, a secretária de Estado da Saúde, Mônica Sampaio e o senador eleito por Sergipe, o médico, Eduardo Amorim (PSC). O secretário municipal de saúde, Antônio Samarone não compareceu nem enviou representante.

Dr. Emérson Ferreira: “Desvinculação da política partidária”
De acordo com o autor da propositura, o Sistema único de Saúde constitui-se em uma das maiores conquistas do país, mas a prestação dos serviços a população de baixa renda, precisa melhorar. “Para isso, será preciso a desvinculação da política partidária, pois a saúde pública não pode e não deve estar voltada para o interesse da política. É necessário fazer um modelo assistencial onde o cidadão é quem tem visibilidade, política de saúde efetiva e resolutiva”, entende Dr. Emérson.

Para o líder do prefeito na Câmara, vereador Elber Batalha Filho (PSB), a queda na qualidade da saúde é um fator que atinge todo o mundo, o que pode ser comprovado mediante matéria veiculada pelo jornal francês Le Monde. “A matéria mostra que até em países desenvolvidos, a questão da saúde deve ser revista e nessa mesma matéria, o sistema de saúde brasileiro é elogiado pela visibilidade que dá ao cidadão”, enfatiza destacando o desafio que a pediatria tem em superar a falta de profissionais dessa especialidade.

O presidente da Somese, Petrônio Andrade também falou sobre a necessidade de despolitização da saúde. “Nós precisamos sair do discurso e partir para a prática em favor da melhoria na saúde do Estado Estado”, afirma.

“Precisamos desprecarizar a saúde em nosso país. É preciso colocar em prática as soluções para aprimorar a saúde no Estado. A valorização do profissional é um dos pontos iniciais para tentar reverter este quadro”, acredita o presidente da Somese, José Menezes.

Comentários