Transporte irregular continua gerando polêmica na Câmara

0
Emmanuel: "Há muito tempo a Câmara aprova projetos para não aumentar frota" (Fotos: Portal Infonet)

Continua a polêmica em torno de uma possível regulamentação dos taxis lotação irregulares que circulam na capital sergipana. O assunto continua dividindo opiniões na Câmara Municipal de Aracaju. Uns parlamentares defendem a regulamentação, outros criticam e há alinda os que apostam em alguma alternativa a exemplo de microonibus.

“Há muito tempo a Câmara de Vereadores aprova projetos para não aumentar a quantidade de táxis que é de 2 mil e 80, é histórico isso. A clandestinidade, o problema é do Governo municipal, seja ele quem for, o Governo tem que combater a clandestinidade porque tem a responsabilidade de organizar o trânsito e essa área de taxistas. E tem estrutura, o que precisa é qualificar o taxista e combater a clandestinidade, oferecendo um transporte melhor para as pessoas utilizarem”, afirma o vereador Emmanuel Nascimento (PT).

Bigode do Santa Maria: "Qunado chama um lotação eles chegam e os bandeirinhas não"

Ele acredita não ter como aumentar a frota de táxis. “Não dá para aumentar 2.500 pontos em Aracaju, vai liquidar. Já tem 2 mil e 80 e vai colocar mais 2 mil? Eu não vou votar em multa porque o Executivo tem condições de combater a clandestinidade. Já tem os taxis de Socorro e da Barra dos Coqueiros aqui. A questão da Terra Dura é especial porque tem uma linha histórica que era de São Cristóvão e quando passou para Aracaju foram prejudicados e tem como rever, mas o resto é continuar trabalhando pela mobilidade e por um transporte mais humano”, entende Emmanuel Nascimento.

O vereador José Américo, conhecido como Bigode do Santa Maria (PMDB), é a favor da legalização dos taxis lotação.

“Sou a favor porque eles prestam um trabalho a mais de 25 anos, quando era São Cristóvão. É um pessoal que presta um trabalho muito importante. Muitas pessoas que trabalham no Comércio pegam taxis lotação para dar tempo chegar aqui porque os ônibus param muito. Muitas vezes à noite, a comunidade precisa de um transporte, eu ligo para um lotação e ele vem imediatamente, já o bandeirinha não vem. Por isso que eu defendo o transporte complementar para o Santa Maria e para todos os bairros”, ressalta Bigode.

Anderson de Tuca: "Minha opinião é dar uma alternativa para aquela comunidade"

Já o vereador Anderson de Tuca (PRTB), aposta em uma alternativa principalmente para os moradores do bairro Santa Maria.

“Minha opinião é dar uma alternativa à comunidade que não está assistida, mas não podemos fazer algo ilegal, mas o que estiver amparado na lei. Eu sou a favor que exista um consenso entre os taxistas tidos como clandestinos junto à Prefeitura de Aracaju, para trazer uma alternativa para aquela comunidade que está desassistida. Quem deveria ser ouvido era a população que tem que reclamar e dar a sua opinião, inclusive já reclamei à SMTT que precisa melhorar o quantitativo de ônibus para aquela comunidade, principalmente no período noturno. Sou contra a clandestinidade e as multas mas a favor que exista uma alternativa jurídica normal, a exemplo de microonibus bate a volta”, defende.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais