TRE nega registro de candidatura a João Tarantela

0
Tarantela: recurso até ao Papa (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou o registro de candidatura ao empresário João Tarantela, que pretende disputar o Governo do Estado pelo PSL. Ao julgar o pedido de candidatura, a juíza Denise Figueiredo se manifestou pelo indeferimento do registro alegando que o empresário estava em situação de inelegibilidade por não apresentar a prestação de contas à Justiça Eleitoral referente à campanha eleitoral que ele participou em 2014.

O julgamento do registro de candidatura do PSL ocorreu de forma célere. Sem polêmicas, os membros do TRE acompanharam de forma unânime o voto apresentado pela juíza Denise Figueiredo na sessão do pleno desta terça-feira, 4.

Ouvido pelo Portal Infonet, o empresário João Tarantela demonstrou confiança. Anunciou que vai recorrer desta decisão e que não tem dúvida que modificará o entendimento do TRE. Segundo Tarantela, ele foi vítima de um erro cometido por um advogado na prestação de contas nas eleições de 2014 e que seria apenas um erro formal que teria condições de ser corrigido na fase do recurso. “Só Deus tira João Tarantela deste projeto”, reagiu, repetindo a frase que pronunciou quando a Justiça Eleitoral se manifestou para barrar todas as candidaturas do PSL por desrespeito ao percentual mínimo de participação feminina exigido pela legislação eleitoral. “Vou recorrer até ao Papa Francisco, se for preciso”, enalteceu.

Por Cassia Santana  

Comentários