Vereador diz que PMA deixou famílias sem assistência

0
Emmanuel Nascimento: comunicado atrasado (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O vereador Emmanuel Nascimento (PT) fez um alerta preocupante na tribuna da Câmara Municipal de Vereadores nesta quarta-feira, 12. O parlamentar informou que a Prefeitura de Aracaju deixou de encaminhar comunicado ao Governo Federal a respeito da situação de emergência decretada pelo prefeito João Alves Filho (DEM). Ele informou que o comunicado não chegou em tempo hábil ao Palácio do Planalto, em Brasília, e, como consequência, a população afetada pelas enchentes em Aracaju poderá ficar sem ajuda da União.

“A Prefeitura de Aracaju decretou estado de emergência, mas tinha que pedir apoio ao Governo Federal para receber alguns benefícios, mas mandaram a solicitação atrasada. Ou seja, o Governo Federal não pode ajudar porque a Prefeitura não enviou no prazo de dez dias essa solicitação”, explicou. “Infelizmente, o povo de Aracaju deixou de ser atendido e de receber benefícios porque não foi enviada essa solicitação com a urgência necessária”, lamentou o parlamentar. 

O vereador também cobrou presença da secretária Selma Mesquita, da Família e Assistência Social do Município de Aracaju, para prestar esclarecimentos sobre as ações desenvolvidas pela Prefeitura de Aracaju para atender as famílias que perderam os bens em decorrência das fortes chuvas ocorridas no mês de novembro na capital sergipana.

Emmanuel Nascimento informou que o requerimento propondo a presença da secretária Selma Mesquita no plenário da Câmara Municipal foi aprovado no dia 20 de novembro deste ano, e que o Executivo teria prazo de 15 dias para encaminhar representante do município para falar sobre a questão na Câmara de Vereadores. No entanto, segundo o parlamentar, o comunicado ainda não foi enviado pelo Legislativo Municipal à PMA.

“Essa convocação é para que ela possa explicar as ações do Executivo Municipal em prol dessas famílias que foram prejudicadas em relação às chuvas, e quais as ações emergenciais para amenizar o sofrimento daquele povo que moram nessas regiões que têm muitos problemas”, frisou.

Prefeitura de Aracaju

Através de nota, a Prefeitura de Aracaju afirmou que enviou toda a documentação para Brasília. A PMA destaca que houve um problema inicial com o sistema,  que no entanto, foram sanados e a documentação aceita. Sendo assim, a solicitação  está sendo apreciada e continua sob análise.

Por Cássia Santana

A matéria foi alterada às 20h08 para acréscimo de nota enviada pela PMA.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais