Empregados da FHS paralisam atividades pela 4ª vez no mês de junho

0
Empregados da FHS fazem nova paralisação de 24 horas (Foto: Sintasa)

Empregados da Fundação Hospitalar da Saúde (FHS) realizam mais uma paralisação de 24 horas nesta terça-feira, 22, e fizeram um ato em frente a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Os trabalhadores cobram do Governo melhores condições de trabalho, reajuste salarial, pagamento do tíquete-alimentação, conclusão do Acordo Coletivo do Trabalho e implementação de jornada de trabalho de 30 horas semanais.

Essa é a quarta paralisação dos trabalhadores no mês de junho. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), Augusto Couto, informou que a categoria foi recebida pela superintendente da SES e que a reunião foi produtiva.

“Foi prometido pagamento do ticket alimentação no valor de R$ 600 a partir de setembro, criação de uma comissão com um servidor representando cada categoria para negociação do Plano de Emprego e Remuneração, e revisão da insalubridade. Nós recebemos hoje a insalubridade em cima do salário mínimo e queremos que seja calculado em cima do vencimento total, vamos ajustar isso com nosso jurídico para enviar a SES. Até a sexta-feira o documento com essas propostas sinalizadas deve ser formalizado”, explica.

A categoria conseguiu avançar na negociação junto com a SES e suspendeu o indicativo de greve (Foto: Sintasa)

Após o ato a categoria realizou uma assembleia para avaliar as propostas recebidas e com indicativo de greve. “Suspendemos a greve porque entendemos que conseguimos avançar na conversa de hoje, mas se até a sexta-feira os documentos com as propostas não forem formalizados, no dia 6 de julho faremos outra paralisação e outra assembleia com indicativo de greve”, enfatiza Couto.

Paralisação

No dia 1º de junho, houve a primeira paralisação de 24 horas, no dia 8 a segunda paralisação também durante 24 horas e na semana passada, no dia 15, os trabalhadores paralisaram por 72 horas.

SES

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), informa que a superintendente da SES, Adriana Menezes, recebeu na manhã desta terça-feira, 22, uma representação do Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), quando informou que o pleito da categoria, o pagamento de tíquete alimentação, foi acolhido e aprovado pela titular da pasta, Mércia Feitosa.

Adiantou aos sindicalistas que nesta sexta-feira, 25, estará sendo protocolada no sindicato a proposta de pagamento de tíquete alimentação no valor de R$ 600 conforme eles pleiteiam, sendo concedido de forma escalonada, considerando os recursos do Estado. Salientou que a Secretaria de Estado da Saúde segue o valor já pago por outras fundações estaduais.

Adriana Menezes informou ainda que a proposta também contempla o pagamento do auxílio-creche no valor de R$ 100 para os trabalhadores da Rede Estadual de Saúde que se enquadre nos critérios do benefício.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais