Empresas de material hospitalar têm estoques solicitados pela SMS

0
Requisição foi feita em alguns estabelecimentos nesta segunda-feira (Foto: Divulgação/SMS)

Com o aumento do consumo de material hospitalar nas unidades de saúde, em razão da pandemia do coronavírus, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) precisou fazer uso do instrumento de requisição de material em distribuidoras e revendedoras de produtos hospitalares. A medida está prevista no decreto publicado pela Prefeitura de Aracaju, na última semana.

Materiais como máscaras, luvas, soro fisiológico, gorros e medicamentos foram solicitados pelo órgão. A secretária municipal de Saúde, Waneska Barbosa, explicou que nesse momento é necessário garantir que os recursos não se esgotem nas unidades. “É um ato administrativo e resguardado pela Constituição. Precisamos manter os materiais para uso dos profissionais e da população nas unidades para enfrentarmos essa pandemia sem maiores problemas”, justifica. A quantidade de material requisitada não foi divulgada.

Waneska também explicou que o decreto prevê requisição de profissionais e leitos de outras unidades, caso seja necessário.

Em Sergipe, 10 pessoas foram diagnosticadas com coronavírus até o momento. Nenhuma morte foi registrada. No Brasil, são mais de 1.500 diagnósticos positivos para o vírus, com 25 mortes confirmadas.

Por Ícaro Novaes
Com informações da SMS

Comentários