INSS: peritos aguardam convocação oficial para retornar ao trabalho

0
Perícias médicas presenciais continuam suspensas em Sergipe (Foto: arquivo Portal Infonet)

As perícias médicas continuam suspensas nas agências de Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) em Sergipe. Os médicos peritos afirmam que estão aguardando a convocação oficial pela Secretaria de Previdência para retomar as atividades presencias, mas enquanto isso não acontece, o atendimento está sendo feito de forma remota.

O delegado da Associação Nacional de Médicos Peritos (ANMP), representante da categoria em Sergipe, Ivan Figueiredo, explica que o INSS Sergipe precisa informar aos órgãos competentes do Governo Federal, através de ofício, que as agências de Sergipe estão aptas. A Secretária de Previdência, órgão vinculado ao Ministério da Economia, fará a convocação para que os médicos peritos retornem ao trabalho presencial.

“Assim que formos convocados, realizaremos uma vistoria própria e se estiver tudo em conformidade com as normas de segurança sanitária, voltaremos prontamente ao atendimento presencial. Até lá, nos manteremos em trabalho remoto. Quem pode responder quando seremos convocados e porque ainda não fomos convocados é o gerente local do INSS”, ressalta.

Ivan reforça que os peritos estão trabalhando de forma remota todos os dias durante a pandemia e que mais de três milhões de análises de processo foram realizados. O delegado informa ainda que alguns serviços, a exemplo de concessão de benefício de auxílio doença, é preciso avaliação presencial, mas concessão de licença maternidade, aposentadoria por tempo de contribuição e auxílio reclusão não precisam de perícia médica.

O delegado afirma que a agenda dos peritos está em dia e que eles não são os responsáveis pelo não recebimento de benefícios por milhares de segurados. “Para minimizar os prejuízos dessa situação para os segurados do INSS, criamos um mecanismo de avaliação em que o segurado do INSS anexaria um atestado médico ao processo do INSS e nós avaliaríamos apenas o atestado.  Estamos fazendo isso, sem julgar o mérito e sim a forma, ou seja, se o atestado estiver em conformidade, estamos deferindo, e dessa forma, as pessoas não ficam desamparadas”, explica Ivan que lembra que a perícia é apenas parte do processo para concessão dos benefícios.

“Se as pessoas não estão recebendo ou se existe uma fila de espera é pelos seguintes motivos: ou não recebemos o processo do INSS, ou após devolver o processo analisado, o INSS não deu andamento a parte administrativa para gerar pagamento”, aponta.

INSS Sergipe

O diretor executivo da agência do INSS em Sergipe, Raimundo Britto, informou que a vistoria na agência Ivo do Prado já foi realizada e enviada a Diretoria de Atendimento do INSS em Brasília. A vistoria da agência Siqueira Campos está prevista para a próxima segunda-feira, 28.

“Já encaminhamos a vistoria da Agência da Ivo do Prado e recebemos a informação da Diretoria de Atendimento que o Ministério da Economia vai ser notificado. A partir dessa notificação, os médicos peritos têm dois dias para abrir agenda e retornar ao trabalho”, explica.

Por Karla Pinheiro

Comentários