Maternidade Nossa Sra de Lourdes incentiva a doação de leite materno

0
A doação de leite materno não oferece riscos durante a pandemia (Foto: Ascom/SES)

A Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL) continua incentivando as mães a doar leite materno para alimentar bebês que necessitam do auxílio. A doação de leite materno não oferece riscos durante a pandemia, já que a mulher deverá estar usando máscara e seguir as barreiras de proteção. Nesse sentido, as mães podem confiar na orientação da rede de bancos voltada para combater a Covid 19

A doadora Jucicléa Santos Alves, mãe de Lívia, de três meses e oito dias, é doadora do banco de leite há quase três meses. “Mesmo antes de engravidar, eu queria ser doadora de leite materno e nem sabia se eu teria o suficiente. Sempre valorizei o ato de doar leite e me incomodava quando via as reportagens sobre o baixo estoque nos bancos. Hoje, eu desejo que crianças da maternidade possam ter o privilégio que minha filha tem de poder se alimentar de leite materno, pois sei que não existe um alimento melhor que esse”, comentou.

A doadora comentou que após o seu parto teve dificuldade em amamentar. “Minha bebê ainda estava aprendendo a sugar e tive problema com a pega incorreta. A partir daí algumas pessoas que eu conheço sugeriram procurar o banco de leite. Fiz duas visitas e fui muito bem orientada. Já na segunda visita, umas duas semanas depois do meu parto, fui convidada a doar meu leite. Aceitei de imediato. Comecei doando dois frascos grandes e atualmente, mais adaptada, consigo doar cinco frascos por semana”, contou Jucicléia.

Contatos

As Parturientes que estão amamentando e desejem ser doadoras e é só procurar o Banco de Leite Marly Sarney pelo telefone (79) 3226-6301, ou no endereço Banco de Leite Marly Sarney, que fica localizado na Rua Mato Grosso, s/n, bairro José Conrado de Araújo. “Com a doação, a criança tem mais chance de recuperação e fica protegida de diarréias, alergias e infecções”, afirma a gerente do Banco de Leite Marly Sarney, Magda Dória. Ela explicou que os cuidados não mudaram quando já trabalhava com barreiras de secreção e de gotículas por conta de outros tipos de vírus, como o da H1N1, da Influenza.

Imunidade

A gerente do Banco de Leite Marly Sarney lembra que, diante da pandemia, é preciso garantir a doação de leite, já que é necessário fortalecer o sistema imunológico do recém-nascido e isso só se consegue com o leite humano. “A doação pode salvar vidas e toda mãe sadia que tenha interesse em se tornar doadora, tenha excesso de leite, seja bem nutrida e esteja com o cartão de pré-natal. O leite poderá ser coletado no próprio Banco de leite. As Parturientes que estão amamentando e desejem ser doadoras é só procurar o Banco de Leite Marly Sarney.

Fonte: Ascom/SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais