Paciente denuncia falta de medicamento no Huse

0
Rute Andrade: situação normalizada

Um paciente que prefere o anonimato denunciou a falta de medicamentos usados para tratamento de câncer no Setor de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). De acordo com a denúncia, pelo menos seis tipos de medicamentos usados para tratamento da doença faltaram durante o carnaval, deixando muitos pacientes sem atendimento.

De acordo com a denúncia, no carnaval, estavam em falta no estoque do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) daunorrubicina, paclitaxel, bicalutamida, morfina, metadona, pamidronato, entre outros, o que teria causado transtornos e prejuízos às crianças com leucemia e adultos portadores de câncer de próstata, mama, ovário, sarcoma, ossos e outros. E mais grave, o paciente diz que o hospital aos pacientes se limitava a dizer que não havia previsão para regularização do estoque.

Procurada pelo Portal Infonet, a coordenadora do Setor de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), Rute Andrade, negou a escassez dos medicamentos. “Estive no setor todos os dias de carnaval e não ouvi nenhuma reclamação”, ressaltou Andrade. Ela informou que ocorreu apenas o caso de uma paciente que, encaminhada pelo Huse ao Setor de Oncologia, teve dificuldades para encontrar um tipo de medicamento. “Isso aconteceu na sexta-feira, 17, por um problema com o fornecedor, mas logo o problema foi solucionado. E só foi um tipo de medicamento”, ressaltou a coordenadora do setor de oncologia.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais