Palestra ajuda multiplicadores que lidam com pessoas com deficiência

0
O objetivo da capacitação foi de preparar os profissionais para o trabalho com pessoas com deficiência (Foto: SES)

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou nesta terça-feira, 26, no auditório da Faculdade São Luís de França, a “Capacitação para Multiplicadores em Estimulação de Crianças com Deficiência no Ambiente Domiciliar e Escolar”, destinada a profissionais que atuam nas áreas de saúde, educação e assistência social. A capacitação, que reúne um público de 150 trabalhadores, foi ministrada em dois momentos: palestras pela manhã e oficinas à tarde.

O objetivo da capacitação foi de preparar os profissionais para o trabalho com pessoas com deficiência nos ambientes escolar e domiciliar, bem como torná-los multiplicadores do conhecimento adquirido, segundo atestou o Referência Técnica de Rede de Atenção às Pessoas com Deficiência e do evento, Carlos Galberto Franca Alves.

“Utilizamos teoria e prática. Pela manhã foram palestras de diferentes categorias profissionais a exemplo de psicologia e fonoaudiologia e à tarde tivemos quatro estações de oficinas, com intervenções de terapia ocupacional, fonoaudiologia, fisioterapia e uma oficina integrada de enfermagem com psicologia, ministrada por profissionais que já atuam juntos. A proposta é que os profissionais tenham recursos e aprendam também a fazer recursos para trabalhar com as pessoas com deficiência”, frisou.

O evento foi organizado pela Secretaria de Estado da Saúde por meio da Rede da Pessoa com Deficiência, em parceria com a Fundação estadual de Saúde (Funesa), reunindo profissionais de Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf), de Centros Especializados de Reabilitação (CER), de Centros de Referência de Assistência Social, do Programa Criança Feliz e de Sala de Recursos escolares. São médicos, enfermeiros, professores, assistentes sociais, nutricionistas, psicólogos, terapeutas, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e outras categorias.

Márcio Luiz da Silva Santos é terapeuta ocupacional, atua no CER II Ciras do bairro Santa Maria e é um dos facilitadores da capacitação. “Vou falar sobre a estimulação da terapia ocupacional tanto voltada para reabilitação no ambiente escolar quanto domiciliar e minha expectativa é a de que as pessoas saiam daqui com mais conhecimento sobre como estimular seus pacientes, alunos e as crianças que estão no seu convívio diário”, disse, salientando que irá apresentar   abordagens como a integração sensorial e a estimulação sensorial e cognitiva.

Uma das participantes da capacitação é a psicóloga e coordenadora do CER III de Lagarto, Marciaria de Santana Almeida. A unidade que comanda trabalha com as deficiências auditiva, física e intelectual em crianças, adultos e idosos, a partir de uma equipe multiprofissional formada por neurologista, otorrinolaringologista, ortopedista, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos e terapeutas  ocupacional. “A temática proposta na capacitação é muito interessante, pois promoverá melhor desenvolvimento através da estimulação das habilidades das crianças, mais engajamento dos profissionais da saúde, educação, assistência social, assim como das famílias”, declarou.

Fonte: SES

Comentários