Saúde realizará oficina para tutores de apoio e defesa da amamentação

0
Referência da Área Técnica de Alimentação e Nutrição, Ronaldo Cruz (Foto: SES)

No período de 2 a 5 de julho, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Área Técnica de Alimentação e Nutrição, estará realizando a Oficina Sergipe da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil. A capacitação, que irá acontecer na Fundação Estadual de Saúde (Funesa), é uma parceria da SES com o Ministério da Saúde (MS), a Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar (IBFAN Brasil) e o Selo UNICEF. A Oficina contará com dois facilitadores do IBFAN e terá o apoio de Tutores já formados em Sergipe.

A oficina será ministrada para profissionais de saúde com nível superior, que atuam na Atenção Primária e tem como objetivos ampliar a rede de proteção, apoio e promoção do aleitamento materno e da alimentação complementar saudável; promover o processo de qualificação dos profissionais de saúde que atuam na Atenção Primária; implementar a Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios; e contribuir para a formação de hábitos alimentares saudáveis desde a infância.

De acordo com o Referência da Área Técnica de Alimentação e Nutrição, Ronaldo Cruz, a oficina passou por um processo de revisão da sua metodologia, definindo responsabilidades no processo de qualificação. “Essa revisão foi muito importante porque possibilitou estabelecer responsabilidades entre todos os envolvidos, ou seja, o prefeito do município, o secretário de saúde e trouxe a necessidade de se implantar um coordenador municipal para as ações voltadas para a estratégia”, disse Cruz.

Salientou ele que a Secretaria de Estado da Saúde vem trabalhando a política voltada para um cuidado intenso materno-infantil e tem como foco a ampliação de sua execução por todos os municípios sergipanos. “A amamentação é fundamental não só para a saúde da mãe, mas da criança também. Está cientificamente comprovado que crianças amamentadas têm seu potencial biológico alcançado de forma natural, com saúde e bem estar. Elas têm menor risco de adquirir infecções e de adoecerem”, enfatizou.

Ronaldo Cruz explicou que a oficina formará tutores da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil, que têm como atribuições conhecer o território onde atuam e as atividades desenvolvidas nas unidades de saúde; realizarem oficinas de trabalho nas UBS para replicarem conhecimento e responsabilidades; discutir a prática do aleitamento materno e da alimentação complementar nos processos de trabalho das unidades de saúde; apoiar a elaboração de plano de ação relativo às ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno.

“O que esperamos do tutor é que ele replique a Estratégia no seu município e na sua região. Ele precisa se responsabilizar por uma agenda regional”, reforçou Ronaldo Cruz, informando que os profissionais com formação superior que atuam nas Unidades Básicas de Saúde são médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas e assistentes sociais.

Fonte: SES

Comentários