Secretaria de Saúde orienta cuidados na compra de fogos de artifício

0
Secretaria de Saúde traz dicas importantes para a prevenção de acidentes (Foto: Arquivo ASN)

Com a chegada dos festejos juninos a população deve estar atenta aos cuidados necessários para aquisição e utilização dos fogos de artifício. Por isso, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por intermédio da Coordenação de Vigilância Sanitária, traz dicas importantes a fim de alertar a sociedade para o perigo que representam esses explosivos, para a prevenção de acidentes graves que podem, até, colocar vidas em risco. As vigilâncias municipais são responsáveis pela colaboração nas vistorias das barracas.

Segundo o coordenador de Vigilância Sanitária, Ávio Batalha de Brito, as pessoas precisam estar atentas se as barracas de fogos estão autorizadas à comercialização desse material pelo corpo de bombeiros, autorização que, inclusive, precisa estar visível para o consumidor, além de verificar a estrutura, se há extintores de incêndio à vista, a distância entre uma barraca e outra, por exemplo. “Fogos é um negócio bom, bonito, mas muito perigoso. Onde há venda clandestina o risco é eminente, porque que não se sabe a verdadeira procedência desses artefatos, se tiveram a liberação correta do corpo de bombeiros, se a fabricação é confiável, tudo isso precisa ser observado. A recomendação é comprar apenas em lugares autorizados”, comentou.

Outro fator importante a ser considerado, lembra Ávio, é com as crianças. “As famílias devem ter o máximo de cuidado em relação às crianças. Não fazer esse tipo de compra com crianças, verificar que tipo de material esses pais estarão comprando para seus filhos, a falta de cuidado gera muitos casos graves de queimaduras. Até a “chuvinha” que as crianças gostam é muito perigosa e pode causar queimaduras. Então isso é muito importante, os pais não podem entregar na mão da criança esse tipo de artefato sem um cuidado especial”, concluiu o coordenador.

Fonte: ASN

Comentários