Secretária Waneska Barbosa apresenta dados da Saúde na CMA

0
Waneska Barboza fala das ações da secretaria (foto : CMA/César de Oliveira)

A secretária Municipal da Saúde, Waneska Barboza, participou na manhã desta quinta-feira, 3, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), da Audiência Pública para prestação de contas e apresentação do relatório da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), referente ao 2º quadrimestre de 2019.  A apresentação ocorreu no Plenário da Casa Legislativa e teve o objetivo de demonstrar aos parlamentares dados indicativos para acompanhamento, controle e avaliação das ações da saúde do município de Aracaju.

De acordo com a secretária Waneska Barboza, os dados apresentados com relação à taxa de mortalidade entre 30 e 69 anos, registram uma queda expressiva na taxa de mortalidade por diabetes e o aumento da taxa de mortalidade por doenças respiratórias. “A Saúde Municipal realiza ações e estratégias para combater as doenças crônicas não transmissíveis. Com ações de capacitação da Rede de Atenção Primária em Hipertensão Arterial e Diabetes, além da implementação do Programa de Monitoramento Glicêmico. Também houve redução no número de obesos em Aracaju e isso se deve ao aumento da prática de atividade física, principalmente por conta das ações do Programa Academia da Cidade, que contém 18 equipes atuando em 26 bairros da capital”, explicou.

Outro índice apresentado pela secretária foi a proporção de gravidez na adolescência entre 10 e 19 anos. “Dentre os bairros com maiores índices estão o 17 de Março, Olaria e Santa Maria. Para acompanhamento dessas gestantes, criamos o Programa Convida Gestante para averiguar a situação de consultas e fazer um melhor acompanhamento de saúde das gestantes nos bairros com maiores índices de gravidez”.

Também foi apresentado por Waneska Barboza o número de realização de exames citopatológicos e mamografia. “Estamos no Outubro Rosa e é importante focar nesses números. Este ano, realizamos até o mês de julho 10.882 exames citopatológicos do colo de útero em mulheres de 25 a 64 anos e, durante o mesmo período, foram realizados 4.865 exames de mamografia em mulheres de 50 a 69 anos. Em Aracaju, não temos fila para realização do exame de mamografia, mas ainda há pouca procura das mulheres dessa faixa etária”, destacou.

Com relação à vacinação, Waneska destaca que também há baixa procura da população, mas que a SMS vem realizando ações para melhorar a vacinação por meio do Programa Saúde da Escola, promovendo a vacinação de crianças nas escolas municipais de educação infantil.

Fonte: CMA

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais