Serviços básicos de saúde em Aracaju podem ser acessados por telefone

0
Pelo telefone, população conta com sete opções de serviços. (Foto: Silvio Rocha/PMA)

A pandemia do novo coronavírus alterou a realidade da população aracajuana em diversos aspectos. O que antes era algo corriqueiro e inofensivo, como a ida a uma Unidade Básica de Saúde (UBS), teve que ser adaptado, buscando evitar a exposição ao vírus, já que sair de casa se tornou algo realizado apenas em situações de extrema importância.

Para adequar a realidade no que diz respeito aos serviços de saúde, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), criou a Central de Atendimento ao Aracajuano, um serviço telefônico disponível para marcação de consultas e acesso a ferramentas como o ‘MonitorAju’. Dessa forma, a população pode acessar os serviços de saúde sem precisar sair de casa com frequência.

O canal foi criado para atender a necessidade dos cidadãos aos serviços da Atenção Primária, uma vez que, mesmo diante da pandemia, havia grupos específicos que não poderiam deixar de realizar esse atendimento. “Há um tempo estávamos trabalhando na organização das agendas, dos horários de atendimento das UBS, e com o atendimento telefônico a gente conseguiu uma forma de garantir o acesso da população, sem precisar ir na unidade mais de uma vez e, ao mesmo tempo, organizar o agendamento das consultas”, conta a coordenadora da Área Programática e Estratégica da Atenção Primária à Saúde da SMS, Kamila Fialho.

Por meio do número de telefone 0800 729 3534, a população conta com sete opções de serviços, divididos entre agendamento de consultas; acesso a ferramentas como o ‘MonitorAju’, Serviço de Apoio Psicológico Remoto; e a ouvidoria da Secretaria Municipal da Saúde, onde pode deixar suas críticas, solicitações e elogios.

“O 0800 oferece várias possibilidades. Tem a parte de marcação de consulta, que é a partir do número 3, mas também tem a opção 1, que é  para dúvidas com relação à  covid – 19 e ao monitoramento da doença em Aracaju; e o atendimento psicológico remoto. O 7 ficou  para a Ouvidoria, que a gente pede que os usuários façam seus registros, tanto de alguma queixa, alguma coisa que precisa melhorar, quanto de elogio em relação à qualquer serviço que a gente oferece”, explica a coordenadora.

Funcionamento

Para ter acesso, basta pressionar o número correspondente a opção desejada e o usuário já é direcionado para o canal desejado. Pressionando o número 1, o usuário é encaminhado ao ‘MonitorAju’, onde poderá tirar dúvidas e receber orientações sobre a covid-19, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. O número 2 é a opção para quem deseja o Serviço de Apoio Psicológico Remoto, que funciona de segunda a sábado, das 8h às 20h.

A partir do número 3 ficam as referências para marcação de consultas, onde o 3 é a opção correspondente a marcação de consultas de pré-natal, o 4 consultas para diabéticos e hipertensos, funcionando de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, e o 5 para consultas odontológicas, que atende para agendamento de segunda a quinta, das 8h às 12h e das 13h às 16h, e na sexta-feira, das 8h às 12h. A opção do número 6 corresponde ao agendamento de vacinação, de segunda a sexta das 8h às 17h, e, por fim, no número 7, o usuário pode entrar em contato com a Ouvidoria da Saúde, das 7h às 17h, de segunda a sexta.

Fonte: Secom/Aracaju

Comentários