SMS verifica cumprimento de normas sanitárias em escola particular

0
Equipe verificou o cumprimento das medidas sanitárias (Foto: SMS)

Nesta quarta-feira, 27, a Rede de Vigilância Sanitária e Ambiental (Revisa) da Secretaria Municipal da Saúde, verificou uma suspeita de infecção pelo novo coronavírus em uma escola particular, após dois alunos e uma professora apresentarem sintomas da covid-19.

 De acordo com a coordenadora da Revisa, Denilda Caldas, a equipe foi acionada para averiguar a informação de que uma turma teve as aulas presenciais suspensas por suspeita de covid-19.

 “Nós estivemos na escola, conversamos com os funcionários e com a enfermeira responsável que fez a triagem das crianças. Foi constatado que existem casos suspeitos de duas crianças e de uma professora, que foram afastados no mesmo dia. A conduta que a escola adotou foi suspender as aulas presenciais da referida turma e comunicar os pais do ocorrido e orientá-los a levar os filhos para consultas médicas e a realização do exame da covid-19”, explica.

 Nova Inspeção

Segundo Denilda, a equipe verificou o cumprimento das medidas sanitárias, de distanciamento social, higienização das mãos e dos ambientes, a presença do tapete sanitizante, como está sendo feito o rodízio das crianças, com a entrada, saída e o intervalo dos alunos. “Ficou constatado que tudo segue conforme os decretos previstos para enfrentamento e prevenção da covid-19”, relata a coordenadora. 

 Uso obrigatório da máscara

Com relação ao uso de máscaras, as pessoas da comunidade escolar estavam utilizando máscaras e os funcionários, equipamentos de proteção individual, além do que prevê os protocolos sanitários.

“Vale destacar que todas as medidas sanitárias estão sendo realizadas, como o distanciamento na sala de aula, entre os alunos e professores, um distanciamento de no mínimo 1,5m com higienização constante de carteiras, corrimão de escadas e todos os artigos de uso coletivo. A higienização dos equipamentos está sendo feita com álcool 70% ou outra substância sanitizante. E que nenhuma irregularidade foi encontrada”, reforça Denilda.

 Para a enfermeira da escola, Diana Vila Nova, essa fiscalização da Vigilância Sanitária foi muito importante. “Nós estamos seguindo o protocolo que foi estipulado. É bom ressaltar que apenas as aulas dessa turma foram suspensas. A escola segue funcionando normalmente com as aulas presenciais e seguindo todos os demais protocolos de segurança. Caso as crianças ou a professora testem positivo para à doença, cumprirão o período de quarentena. Estamos acompanhando de perto essa situação e seguindo, ainda mais, o protocolo de biossegurança”, afirma.

Atuação e denúncia

Havendo o descumprimento das medidas nos estabelecimentos da capital, as denúncias podem ser realizadas junto à Ouvidoria da Secretaria Municipal da Saúde, pelo telefone 0800 729 3534, digitando a opção 7.

Fonte: SMS

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais