Vacina pentavalente começa a ser distribuída nos postos na terça

0
Secretaria Municipal de Saúde recebeu 2 mil doses da vacina pentavalente (Foto: SES)

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu nesta segunda-feira, 13, duas mil doses da vacina pentavalente encaminhadas pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). A vacina, que é fornecida exclusivamente pelo Ministério da Saúde, estava em falta desde o mês de outubro em todo o país. O problema foi noticiado pelo Portal Infonet. Ao todo, 13 mil doses da vacina foram encaminhadas ao estado de Sergipe na semana passada pelo Ministério da Saúde.

De acordo com informações passadas pela assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde, neste primeiro momento, a secretaria se organiza para fazer a distribuição e garante que a partir da terça-feira, 14, as primeiras doses já estarão sendo distribuídas nas unidades básicas de saúde da capital.

A Secretaria optou por não divulgar os primeiros postos que serão contemplados com as doses. De acordo com a assessoria do órgão, o motivo é para evitar tumulto e confusão, mas a orientação é para que os pais entrem em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, através do telefone 156, para saber se o posto de saúde mais próximo dele já foi contemplado com as vacinas.

A previsão é que até a sexta-feira, 17, todas as 44 Unidades Básicas de Saúde (UBS) irão receber as doses da vacina.

SES

Segundo a enfermeira da Central de Imunização da SES, Ana Beatriz Lira, os 75 municípios receberão a vacina, porém a quantidade é reduzida para atender toda a população sergipana. A entrega acontecerá até o dia 28 de janeiro, mas os municípios podem se antecipar e retirar as vacinas na sede da Secretaria de Estado da Saúde, sem a necessidade de agendamento.

O Ministério da Saúde informou que mais vacinas foram compradas e os lotes estão passando por testes de qualidade, entretanto, não confirmou quando estarão disponíveis. “Nossa sugestão é que os pais procurem a Unidade Básica de Saúde e mais rápido possível, principalmente aqueles que têm crianças com as doses atrasadas”, concluiu Ana Lira.

Aplicação

A vacina pentavalente garante aos bebês proteção contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a bactéria haemophilus influenza tipo b, responsável por infecções no nariz, meninge e na garganta. A pentavalente é aplicada nas crianças aos dois, quatro e seis meses de idade.

por Aisla Vasconcelos
com informações da SES

Comentários