A VÍTIMA DO ANO

0

 

O acirramento dos ânimos entre os principais pré-candidatos ao governo nas próximas eleições começa a preocupar. As ofensas mútuas deixam claro que poderá acontecer o pior, caso não sejam tomadas providências enérgicas já a partir de agora. Não sei exatamente a quem caberia o puxão de orelha em Déda e João. Mas que se faz necessário, disso não tenho a menor dúvida.

Na minha ótica, o problema começa com a má vontade permanente do Governo Lula da Silva para com Sergipe. O atual governador já não agüenta mais tanto descaso. E sabe muito bem que por trás de toda essa má vontade estão em jogo os interesses eleitorais do PT no estado. Querem prejudicá-lo de qualquer forma. O que não é justo para os sergipanos que sempre tiveram o maior carinho pelo nosso presidente, acreditaram e votaram nele em todos os pleitos.

Quando Lula nega recursos para Sergipe, não está simplesmente prejudicando o atual governador, João Alves. Está, sim, prejudicando o desenvolvimento do povo sergipano. Uma atitude lamentável, de um governo que se diz feito para todos.

Reprovável, também, a conduta de certos políticos sergipanos, classificados como de esquerda, que, ao invés de se somarem aos interesses maiores de Sergipe, fazem de seus mandatos uma coisa pequena, até mesmo medíocre. Se querem vencer João Alves Filho, que o façam no tapetão. Usem a retórica, sejam convincentes diante do eleitorado, sem abusar de baixarias como às que assistimos nos últimos meses.

Por outro lado, a turma do governo deve se policiar quanto às agressões gratuitas disparadas contra o ex-prefeito de Aracaju, Marcelo Déda. É bem verdade que os fatos dos últimos dias, envolvendo a sua administração, chamaram a atenção de todos os sergipanos. Houve uma surpresa geral quanto ao péssimo uso dos recursos públicos, com denúncias de superfaturamento de shows e contratação de empresas inidôneas. Mas isso já é de conhecimento público. E cabe, agora, apenas ao TCE, ao MPE, e ao povo avaliarem suas ações nessa despedida festiva da prefeitura.

Não são os desafetos do ex-prefeito que vão conseguir macular a sua imagem. Muito pelo contrário. Agindo como estão agindo, poderão transformá-lo em vítima. Tudo o que ele mais quer neste momento. Coitadinho!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários