ALBANO DESISTE DO NEGÓCIO

0

As negociações entre os sócios da TV Sergipe (afiliada Globo) azedaram de vez. E o que parecia certo, até sexta-feira passada, caiu por terra após o resultado final de criterioso levantamento sobre situação financeira e operacional da empresa, exigido pela parte interessada na compra, haja vista a sua não participação na atual gestão. O levantamento apresentou números e situações de difícil explicação, inviabilizando de uma vez por todas a compra, para tristeza e decepção de todos os funcionários que já comemoravam o desfecho, anunciado, inclusive, em verso e prosa por boa parte de nossa imprensa. Ou seja: a afiliada Globo vai continuar com “os dois atuais plim, plins” em 2010, uma vez que acordo entre as partes praticamente inviabiliza venda a terceiros.

 

…………………………………………………………………………

ALBANO DESISTE DO NEGÓCIO 2
 
Depois de reunião tensa, na última segunda-feira, nos corredores da TV Sergipe há hoje fortes rumores de que o Sr. Geraldo Alcântara, atual diretor da Casa, teria entregado o cargo por conta dos resultados apresentados pelo levantamento.

 

OTIMISMO NO COMÉRCIO

Cerca de 42% dos comerciantes fazem promoções aos consumidores para aproveitar o movimento aquecido de vendas de natal. Desses, 72% estão oferecendo ofertas especiais neste ano. Os comerciantes apontam que o cartão de crédito é a forma de pagamento que tem sido mais utilizada neste Natal, representando 56% das compras. Em seguida, estão os pagamentos à vista (dinheiro, cheque ou cartão de débito), com 33%. A terceira forma de pagamento são os cheques pré-datados, com 7%, e apenas 4% são pagamentos à prestação (financeiras e carnês). Os comerciantes esperam crescimento de 4% nas vendas deste Natal. Os dados são da Fecomercio de São Paulo, mas refletem o otimismo dos comerciantes de Aracaju com os quais conversei. O percentual de lá bate com a previsão de crescimento de vendas nosso comércio.

MPE`s

As dificuldades enfrentadas no dia-a-dia na operação das micro e pequenas empresas (MPEs) muitas vezes impedem sua longevidade ou mesmo inibem o aspirante a empreendedor de ousar a investir. No Brasil, as MPEs ganharam reforço a partir do Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, instituído em dezembro de 2006 pela Lei 123/2006. Para ouvir as demandas dos empresários e transformá-las em planos de ação, no nível nacional foi criado o Fórum Permanente, com o intuito de garantir o tratamento simplificado e diferenciado a micro e pequenas empresas, sobre o qual versa a Lei.

 

FÓRUM PERMANENTE

 

A partir da sua criação, a adequação da estrutura do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte ao âmbito estadual se tornou imprescindível para garantir o diálogo entre o poder público e o setor privado, com foco em medidas que incrementassem a participação destas empresas no desenvolvimento econômico e social do Estado.  Em novembro de 2008, Sergipe realizou a instalação do Fórum Regional das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte de Sergipe.

 

MINHA CASA, MINHA VIDA

Um investimento de R$ 170 milhões que vai gerar a construção de 2.542 novas unidades habitacionais, em 17 empreendimentos, que se inserem no âmbito do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, nos municípios de Aracaju, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros. Estes serão os resultados dos convênios assinados ontem no auditório da Caixa Econômica Federal, numa solenidade que contou com a participação do governador em exercício, Belivaldo Chagas.

NOVA FAIXA DE RENDA
 
A CEF, que é o órgão executor das políticas habitacionais do Governo Federal, também inseriu na solenidade de ontem a assinatura do primeiro contrato para financiamento de um empreendimento voltado para a faixa de renda de 0 a 3 salários mínimos, conforme o programa ‘Minha Casa, Minha Vida’. Será o residencial Vila Real, no município de São Cristóvão, que oferecerá 369 unidades, fruto de um investimento de R$ 15,1 milhões.

PADARIAS

Uma linha de crédito específica para a modernização das padarias sergipanas foi lançada esta semana numa parceria da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos , Adema, e o Banco do Estado de Sergipe. A idéia é melhorar a qualidade ambiental do Estado a partir da troca dos fornos à lenha. Os recursos serão empregados pelos empresários do setor de panificação na compra de fornos a gás ou transformação de fornos à lenha em fornos a gás, contribuindo para uma mudança da matriz energética da atividade.

 

PLACAS FINAL 6 e 7

 

A pedido de seus associados, o Sincodiv-Se procurou a diretoria de Atendimento do Detran, na pessoa de Sergio Guerra, e questionou por que as placas do mês de dezembro estavam saindo com final 6 e 7 e se haveria a possibilidade de voltar a emplacar os veículos de dezembro com placas final 9 ou 0. E Sergio Guerra explicou que na semana passada toda a diretoria do Detran esteve reunida para verificar providências que poderiam ser tomadas nesse sentido. Mas o fato é que as placas ditas “normais” com finais 8, 9 e 0 esgotaram com muita antecedência a numeração emitida pelo DENATRAN. E ainda existe no orgão grande número de placas com finais 1 a 5 a serem utilizadas. Portanto, em boa parte do ano de 2010 o nosso DETRAN deverá utilizar as placas com finais 1 a 5 antes que o DENATRAN envie outra remessa de numeração.

 

PROPORCIONALIDADE

 

Ainda existem algumas placas chamadas “especiais” com finais tipo 00 que estão disponíveis no Detran. De qualquer forma, a pessoa que adquirir um automóvel agora pagará apenas o valor proporcional ao período. No início de janeiro, serão adotadas as placas de final 1 e 2 novamente, voltando tudo à normalidade.

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários