Alto lá senador, respeite o MP

0

Este espaço ponderou 24 horas analisando as declarações do senador Almeida Lima na última segunda-feira, 28, ao conceder entrevista a Gilmar Carvalho. O jornalista ponderou por algum tempo se valia a pena criticar um senador que tem uma imagem tão desgastada no Senado Federal, e no episódio onde encarnou o advogado de Renan Calheiros, maculou a imagem do Estado. Sem falar nos apelidos pejorativos que ganhou dos colegas de parlamento que não vêm ao caso neste momento, até mesmo porque a vida pessoal de cada um deve ser preservada.

 

O Ministério Público de Sergipe tem erros e por várias vezes, já foi criticado neste espaço. Porém o senador Almeida Lima cometeu uma injustiça grande com o órgão quando disse que “o Ministério Público precisa tomar uma providência, verificar se a promotora de Justiça que está atuando nessa área está sendo omissa ou não ou se está sendo conivente com a Prefeitura de Aracaju. É necessário ainda saber ainda as razões, inclusive de ordem política”.

 

Alto lá! Que vergonha senador! Colocar em dúvida o trabalho desenvolvido pelo MP, como por exemplo, o que vem sendo realizado pelas promotoras Mirian Tereza e Euza Missano, além dos outros colegas. Desde que começou o surto de dengue em Aracaju e em vários municípios do Estado, quase que diariamente as promotoras aparecem nos meios de comunicação. Aparece não por vaidade, como alguns, mas comandando reuniões, determinando ações e fazendo a parte que compete ao MP, protegendo de verdade o interesse público sem querer conquistar interesses politiqueiros. É só realizar uma pesquisa com os aracajuanos para saber qual a opinião da população sobre o trabalho do MP e das promotoras Mirian Tereza e Euza Missano. Essa mesma pesquisa, com certeza, não será favorável ao senador que tem um alto índice de rejeição entre os aracajuanos.


Uma declaração deste tipo vindo de um senador da República mostra o total despreparo do parlamentar, que ficará na história de Sergipe por um mandado no Senado Federal que envergonhou Sergipe e os grandes nomes do Estado que são referencia nacional. Enquanto Tobias Barreto, Fausto Cardoso e muitos outros sergipanos honram a história de Sergipe, Almeida Lima passará oito anos no Senado Federal como o senador sergipano que recebeu apelidos pejorativos de todos os tipos.


É crime senador, defender Renan Calheiros das diversas irregularidades que levaram o mesmo a renunciar a presidência do Senado. É crime senador, tentar ludibriar a população passando uma imagem que é contra o PT, Déda e Cia, mas em Brasília se jogou nos braços do PT de Lula em troca de cargos federais. O respeito que Mirian Tereza, Euza Missano e todos os colegas delas têm da população aracajuana é algo real. Já o mandato de Almeida Lima é surrealista, que diga o presidente Lula e a forma como conquistou o voto dele no Senado Federal.  

 

ASMP critica declarações de Almeida Lima I

Em entrevista ontem, 29, ao programa Jornal da Ilha, comandado pelo radialista e  deputado estadual Gilmar Carvalho, o presidente da Associação Sergipana do Ministério Público (ASMP), promotor Deijaniro Jonas, afirmou que a entidade está solidária à promotora de Justiça, Mirian Tereza. No programa de ontem, na Ilha FM, o senador Almeida Lima acusou a promotora de não agir com rigor contra a Prefeitura de Aracaju, pois teria relações políticas com o município, uma vez que, no passado foi militante do PCdoB, e por conta disso, estaria protegendo a administração de Edvaldo Nogueira.

 

ASMP critica declarações de Almeida Lima II

O presidente colocou a ASMP à disposição de Mirian Tereza para as providências jurídicas cabíveis contra as acusações do senador. “Não tivemos ainda contato com a promotora para saber quais seriam as medidas que ela pretende adotar, pois necessitam do seu aval, já que ela foi a pessoa atingida. Se ela pretender ajuizar uma ação de natureza civil de reparação de danos morais ou penal, a associação está pronta para lhe servir como associada”, reforçou Jonas. O promotor lamentou as declarações de Almeida Lima e elogiou a atuação da colega como integrante do Ministério Público. “Doutora Mirian Tereza tem um trabalho importante e reconhecido na curadoria que ela representa, prestando relevantes serviços na área de saúde, a exemplo das ações que estão sendo empreendidas no combate à dengue em Aracaju, onde ela tem sido uma das articuladoras. É inadequada essa censura que fizeram da sua atuação”, argumentou Deijaniro Jonas.

 

Sensibilidade dos planos de saúde I

Neste momento, onde todos precisam se somar no combate a dengue, a rede particular ganhou o reforço do novo Hospital Primavera com mais 30 leitos,através de um Centro de Hidratação. O moderno hospital será inaugurado no dia 30 de Junho, mas atendendo a solicitação do MP, a direção agilizou parte da infra-estrutura, alugando até equipamentos, já que os novos estão chegando do exterior. O hospital entrou em funcionamento com uma equipe de cerca de 100 pessoas e três médicos pelo dia e dois pela noite. No momento que está exposta a fragilidade, não só da rede pública hospitalar, mas da também da rede particular é gratificante a somação de esforços em busca de melhor atender a população.

 

Sensibilidade dos planos de saúde II

Quem esteve no novo hospital disse que o mesmo é algo moderno, com uma estrutura de primeiro mundo e que já era necessária em Aracaju. Além dos 30 leitos, a unidade hospitalar tem a capacidade, se necessária, de colocar em funcionamento, mais 60 nos próximos dias. Um detalhe lamentável: por conta do elevado custo da estrutura moderna a direção deixou claro para o MP que é necessário que a tabela de preços que é paga pelos planos de saúde seja alterada em cerca de 20%, já que a atual está abaixo do mercado, como por exemplo, em capitais como Salvador e Recife. Por isso, por enquanto, o hospital só está recebendo os pacientes através do atendimento particular. A coluna torce para que o MP ajude os planos de saúde a chegaram num consenso para que o hospital Primavera, com uma estrutura moderna, possa atender os usuários destes planos de saúde. A OAB tem uma posição de que os usuários devem receber o atendimento particular e depois procurar o devido ressarcimento. Se todos estão se somando neste momento cabe aos planos de saúde mostrarem desprendimento colocando em primeiro lugar a preocupação com os usuários, razão maior de todo o processo.

 

Marília: o que ela fez por São Cristovão?

Na última quinta-feira à noite, a Câmara Municipal de São Cristóvão entregou três títulos de cidadania são cristovense. De autoria do vereador Carlos Pinna Junior, receberam os títulos o empresário José Augusto Barreto e o padre Vadson Monteiro, vice-reitor do Seminário Menor de Aracaju. E o outro título foi entregue a ex-vice-governadora Marília Mandarino, do PSC, através do vereador Jadiel. Até hoje o povo de São Cristóvão pergunta o que Marília fez pelo município. Ou tudo passa pela eleição municipal deste ano?

 

Carro dos bombeiros faz mudança

Ontem a tarde, por volta 14hs, um veículo pampa do Corpo de Bombeiros (não tinha identificação com número ou placa) fazia uma mudança numa casa localizada no loteamento Parque dos Coqueiros, atrás do Colégio Modulo. O veículo tinha um conjunto de sofá e vários objetos pequenos. É, pelo jeito a SSP está com combustível sobrando…

 

Três cartões telefônicos com fotos de SE

A operadora OI/Telemar e a Secretaria de Estado do Turismo de Sergipe (Setur), realizam hoje, 30, um café da manhã no Aquariu´s Praia Hotel, para a apresentação oficial de três cartões telefônicos com fotos de pontos turísticos de Sergipe que serão lançados em todos os Estados brasileiros onde a empresa de telefonia possui operações. Esta iniciativa tem como objetivo ajudar a divulgação das potencialidades turísticas do nosso Estado.

 

Maria do Carmo sofrerá cirurgia no cérebro

O ex-governador João Alves Filho (DEM) revelou na tarde desta ontem, 29, que o estado de saúde da senadora Maria do Carmo (DEM) se agravou por alguns dias enquanto os médicos aguardavam o melhor momento para operar seu cérebro. João Alves disse que o quadro se agravou quando os médicos identificaram a existência de um coágulo na veia aorta, à maior e mais importante do sistema circulatório do corpo humano. Depois de alguns dias de intensas preocupações, com a família autorizando a realização de uma cirurgia “de enorme risco”, um cardiologista do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde a senadora estava internada, revelou que o coágulo havia sumido, para a surpresa da equipe de médicos que a acompanha, sem a necessidade da cirurgia. O ex-governador informou à imprensa que a senadora terá que sofrer uma cirurgia no cérebro, em data a ser marcada pelos médicos. Maria do Carmo descansa em um apartamento da família na cidade de São Paulo. (Nenoticias).

 

Toda regra tem exceção

De um leitor: Acho enriquecedor os debates quase sempre travados em tão democrático espaço, viabilizado pelo seu titular Cláudio Nunes, no seu Blog. Como esse onde um leitor e um advogado perguntam/repudia; a razão da pergunta: “até que ponto um advogado fala a verdade, já que os mesmos são motivados pelo dinheiro e não pelo cliente.” Separar o joio do trigo nos tempos atuais; temos que considerar que fica difícil com tantos escândalos envolvendo advogados, sendo justa a indagação do leitor como também o repudio do advogado embora muito mais a favor do leitor, estão os fatos, não só pelo Estatuto da Ordem, que com certeza não devem constar à última e vergonhosa disputa entre os Brittos e um Xocó, onde vitorioso saiu o Xocó, tendo o próprio governador Marcelo Deda, numa atitude de por  panos quentes declarar: “ elogiando a OAB  por todo o processo e disse que tinha orgulho de ser advogado registrado na entidade.” A Constituição assegura: “ Ninguém pode ser julgado sem que haja o contraditório ou seja a defesa”. E é por isso que o “SUPOSTO”… Fernandinho Beira-Mar tem 16 advogados para defendê-lo com dinheiro “honesto”, vindo do trafico de drogas, armas, seqüestros, roubos a bancos e etc… Sobreviver de honorários como em qualquer outra profissão é mais do que justo só que com ética, que assim como nossos políticos a grande maioria dos advogados não está tendo.

 

Sergipe recebe Fórum de Secretários de Cultura do Nordeste

“Basta de termos no horizonte apenas alguns acenos”. Assim o secretário de Estado da Cultura de Sergipe, Luiz Alberto dos Santos, abriu e definiu o tom do Fórum de Secretários de Cultura do Nordeste na manhã desta terça-feira, 29, no hotel Celi, na Orla de Atalaia. Secretários de Estado e representantes de órgãos de cultura de todo o Nordeste estão em Aracaju para discutir novas diretrizes para distribuição de recursos, assim como refletir sobre políticas de intercâmbio cultural para a região. O encontro se encerra nesta quarta-feira, 30. A pauta central do encontro é a redistribuição de recursos para a cultura, o que passa por uma reflexão sobre a Lei Rouanet, criticada pelas autoridades presentes por inviabilizar o envio satisfatório de recursos para o Nordeste. A presidente do Fórum e da Fundação Cultural do Piauí, Sônia Terra, argumentou que a lei falha, sobretudo, por não vislumbrar a complexidade cultural da região. “Há falta de sensibilidade para entender que o Nordeste presta uma contribuição enorme ao país. As políticas de financiamento ainda são muito centralizadas no eixo Rio-São Paulo”. Dos cerca de R$ 1 bilhão patrocinados por empresas, o Nordeste fica com menos de 10%, enquanto 70% do montante é direcionado ao eixo Rio -São Paulo – Minas Gerais.

 

Homenagens no Instituto Histórico

A Diretoria do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe  realizará no próximo dia 08 de maio, às 16h30 sessão solene em memória dos sócios Emmanuel Franco e José Menezes, recentemente falecidos, ao tempo que será lembrada a figura de José Barreto Filho, cujo centenário está sendo celebrado.

 

Ação da PM no combate a dengue I

De um leitor: “Li o noticiário da semana passada e vi pela imprensa televisa a ação da PM na campanha de combate ao Mosquito da Dengue, então me pus a pensar sobre alguns questionamentos: a) Por que será, ou melhor, qual o motivo do Comando da PMSE escalar policiais militares para atuarem num projeto onde a atividade desempenhada foi simplesmente a entrega de panfleto de orientação ao combate ao mosquito da Dengue? b) Será que esses policiais militares sabiam ou estavam preparados, ou tiveram algum treinamento ou palestra que esclarecesse o que seria a epidemia do mosquito da Dengue? c) De quem seria realmente essa responsabilidade, da PM que mal cuida do policiamento ostensivo, onde sabemos que há uma carência ou má vontade da atuação dos policiais em desempenhar o seu papel no sistema de segurança pública, ou da Secretaria de Saúde que recebeu, inclusive verbas próprias direcionadas para esse intuito?”

 

Ação da PM no combate a dengue I

Continua o leitor: “d) Por um acaso os policiais militares foram de forma voluntária, ou foi usado o “R” quero, o regulamento do autoritarismo, para impor que os mesmos trabalhassem de forma escravocrata a mercê de pão e água, ou melhor, de quentinha e refrigerante? e) Se não houve voluntariedade, como se falar de responsabilidade social? Como se falar de colaboração com a comunidade? pois na imposição não se pode arvorar tais afirmações.f) Por último, para não me tornar enfadonho, qual o retorno desse projeto, além daquele foi divulgado em site próprio, pois, efetivamente, a sociedade só soube que houve gasto com combustível, armamento, uso de veículo, uso do salário, enfim, uso de todo aparato estatal para entregar panfleto que poderia ser feito de maneira mais racional por qualquer agente de saúde, diga-se de passagem, os próprios moradores já tiveram essa visita bem antes da atuação espalhafatosa da PM”.

 

Trânsito interditado na ponte Aju/Barra

Nos dias 14, 15 e 16 de maio, o Departamento Estadual de Infra-Estrutura Rodoviária de Sergipe (DER) estará interditando o tráfego na Ponte Aracaju – Barra dos Coqueiros, onde na ocasião acontecerá a realização dos serviços de ensaios e monitoramentos, que servirão para análise do comportamento dinâmico da ponte. No período, o trânsito será paralisado durante cinco vezes com duração de 10 minutos e duas vezes com duração de uma hora cada, diariamente. Posteriormente o DER estará anunciando os horários da paralisação, a serem combinados, evitando maior transtorno.

 

Preocupação com os feriadões nas escolas I

De uma leitora: “As escolas particulares do nosso Estado, por deliberação do seu sindicato, estão criando feriadões. Um exemplo disso foi na semana santa, quando se imprensou os dias 18 e 19/03. Agora já informaram que não haverá aula no dia 02/05 e provavelmente, pelo andar da carruagem, acredito que no próximo dia 23/05 também não haverá aula. As escolas querem justificar essa atitude, primeiramente, alegando que nesses dias os alunos não comparecem às aulas, ou que, já computaram isso no início do ano letivo. E é justamente o mês de janeiro, o mês ensolarado, que eles optam em encurtar para poder fazer esses feriadões.Agora faço a pergunta que não quer calar: Qual a base legal que a Federação das Escolas Particulares está utilizando para essa atitude? Quem são os verdadeiros beneficiários desses Feriadões?

 

Preocupação com os feriadões nas escolas II

Continua a leitora: “Não vejo benefício nenhum para os pais, muito pouco para a formação dos nossos filhos, pois, eles ficam acostumados com esse novo “jeitinho sergipano de educar”. A conduta agora é essa: Olha-se antecipadamente o calendário, decide-se unilateralmente, (não se ouve a parte mais importante, que são os pais) e simplesmente estabelecem um Feriadão. Tiveram, também, como justificativa o fato de que os pais viajam e por isso os filhos faltam às aulas. Como isso pode acontecer, pois, somos profissionais liberais, funcionários públicos, profissionais do ramo comercial, industrial, etc, que não usufruímos desse privilégio, na constância como as escolas querem passar. Acredito que os únicos beneficiários dessa atitude perigosa, desse caminho sem volta, não são os pais, tão pouco os alunos. Volto a repetir, quem são os verdadeiros beneficiados como isso? Nunca existiu essa atitude em Sergipe, e esse ano começou essa novidade. Por que isso agora? Como explicar para os nossos filhos (tenho filho de 08 anos de idade) esses feriadões, quando eles nos vêm sair para trabalhar normalmente e eles ficam em casa curtindo esse “novo jeitinho de deseducar”?”

 

Análise da política nacional

Comentário do leitor L. S. Junior: “Os artigos de sua coluna são sempre de grande utilidade para quem se interessa pelo nosso pequeno gigante que é o nosso Estado. Ideologias à parte, indo de encontro ao Cazuza, tirando os fanáticos, ninguém precisa de uma para viver, a meu ver tudo caminha favorável a quem está no poder, senão vejamos: 1) Economia estabilizada, não por força só do atual governo, mas pela vontade do povo brasileiro, pelos organismos internacionais, como FMI, Banco Mundial e ONU; 2) Pela política de guerra empreendida pelo atual governo americano, fragilizando sua economia e provocando um aquecimento geral nas economias dos países emergentes; 3) Nossa auto-suficiência em produção petrolífera, por esses fatos e mais outros tantos, junte-se a tudo isso discursos populistas e teremos um candidato fortíssimo a se perpetuar no poder, vez que, nós latinos, tendemos a ficarmos seduzidos com as palavras e o  discurso político-partidário nada mais é do que um jogo de palavras, além é claro das Bandas que abrilhantam os comícios shows”;

 

Falta muita coisa para máquina engrenar

Continua o leitor L. S. Junior: “Mas alguns comuns, estando  minha pessoa inclusa nesta lista que não é pequena, falta muita coisa para a máquina começar a engrenar, sei das vontades e dos interesses dos nossos governantes que é o de acertarem e fazerem boas administrações, mas essa vontade por si só não basta, é preciso arregaçar as mangas, contrariar alguns interesses, nomear secretários além de competentes, que os sejam para os lugares certos, fazer obras necessárias e estruturantes, promover segurança pública eficiente e nesse item, temos hoje a internet a favorecê-los, vez que as câmeras cada dia mais se aproximam da imagem perfeita e uma política de saúde pública que seja mais preventiva e contemple a todos os necessitados com mais humanidade”.

 

Sobre Ronaldinho

O blog recebeu alguns e-mails pedindo a opinião deste jornalista sobre o episódio envolvendo o jogador Ronaldo na última segunda-feira. O mais importante de toda história não é o que a imprensa do sul do país tenta passar, de quem está certo ou errado, o jogador ou os travestis, mas a que ponto chegou Ronaldo, hoje milionário e mas no fundo do poço. O que desejava um jogador do nível dele, às 4h30 da madrugada num motel barato, procurando garotas de programa? É o fundo do poço ou não? O pior é saber que Ronaldo o “Fenômeno”, era o espelho para diversos garotos que imitavam até o corte de cabelo dele. Ainda bem que existem o Pelé, Zico, Roberto Dinamite, Sócrates, Falcão, Cacá e outros da nova geração que são orgulho para todos os brasileiros.

 

Servidores da Justiça realizaram assembléia

Os servidores do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE) decidiram em assembléia na segunda-feira, 28, paralisar as atividades. A greve deverá começar na próxima segunda, 5, e na terça, 6, às 9h, a categoria se reúne novamente para avaliar o movimento grevista. “Entramos em greve porque temos enfrentado muitas dificuldades”, afirma o vice-presidente do Sindicato dos Servidores da Justiça (Sindiserj), Hélcio Albuquerque. Ele enumera, dentre esses problemas, o não pagamento dos interníveis, que inclusive gerou dois processos em tramitação há 14 anos. “Há um ano e quatro meses que Artêmio Barreto é presidente do TJ, prometendo mais dignidade para os servidores, mas sem resultado”, disse. De acordo com o vice-presidente, uma proposta de plano de carreiras e salários foi encaminhada ao TJ pelos servidores, mas a direção da casa não apresentou ainda uma contra-proposta. Uma mesa setorial foi formada e se reuniu na quinta-feira passada, 24, mas a proposta do tribunal não foi apresentada. Com a greve, serão paralisados os serviços judiciários forenses, como cartórios, varas cíveis e criminais e juizados especiais. (Infonet).

 

Esclarecimento da presidência do TJ/SE I

A Presidência do Tribunal de Justiça de Sergipe entende lamentável a deflagração da greve anunciada hoje, dia 29, pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Sergipe (Sindiserj). Desde o início da gestão “Humanismo e Transparência”, em fevereiro do ano passado, o Plano de Cargos e Salários (PCS) vem sendo estudado e discutido. Em janeiro, os servidores do Judiciário sergipano receberam um dos maiores aumentos salariais do Estado nos últimos anos. Foi concedido 10% de reajuste, sem contar a majoração do auxílio alimentação e a aprovação de dois outros projetos de lei que beneficiam a categoria (Auxílio Saúde e Adicional de Qualificação).O reajuste de 10% foi aprovado pelo Tribunal Pleno no dia 31 de outubro e entrou em vigor em janeiro deste ano. O percentual correspondeu a mais de 100% do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) calculado para 2007, segundo relatório de inflação previsto pelo Banco Central e foi exatamente o dobro do reajuste concedido anteriormente. O projeto de reajuste foi entregue pelo Presidente do TJSE, Desembargador Artêmio Barreto, pessoalmente, ao Presidente da Assembléia Legislativa, em 6 de novembro, sendo aprovado pelo Parlamento no dia 9 de dezembro.

 

Esclarecimento da presidência do TJ/SE II

O Pleno do TJSE também aprovou, no final do ano passado, o reajuste do auxílio alimentação para servidores. Para quem percebe até R$ 2.800,00, o valor líquido do auxílio alimentação passou de R$ 247 para R$ 349,60. Para os que ganham entre R$ 2.800,01 e R$ 4.000,00 passou de R$ 130 para R$ 161,92 e, acima disso, subiu de R$ 91 para R$ 139,84. Os valores foram pagos a partir de janeiro de 2008, retroativamente a dezembro de 2007. Especificamente quanto ao Plano de Cargos e Salários, a Presidência do TJSE designou, em 23 de janeiro passado, uma Comissão mista composta por um Juiz e cinco servidores de carreira do Judiciário, cada um representando uma classe de servidores, para, a partir do estudo elaborado pela Consultoria de Processos Administrativos do Tribunal, apresentar em 30 dias um anteprojeto à Presidência. Após várias reuniões, o texto-base, inspirado no projeto aprovado pela Justiça Federal em 2006, foi analisado pelos servidores designados, entre os quais representantes da antiga diretoria do sindicato, bem como Antônio Pedro Machado, atual Presidente do Sindiserj. A própria Comissão solicitou prorrogação do prazo para conclusão dos trabalhos, dada a complexidade do assunto. Tomou de surpresa o Presidente o anúncio de rejeição do anteprojeto da Comissão pela assembléia geral realizada pelo Sindiserj em 7 de abril passado, assim como a apresentação de uma “proposta de plano pelo sindicato”, que em verdade se tratava de uma cópia mal feita do projeto original, com tabela de valores de cargos hipertrofiadas e completamente fora dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Demonstrou-se assim, que o objetivo do sindicato não era apresentar uma proposta que viesse a reduzir as distorções salariais eventualmente existentes, mas provocar um fato político para a deflagração de uma greve. Isto inobstante, perseverou o Tribunal de Justiça na discussão, instituindo uma Mesa de Negociação que aprofundou as discussões, até que ontem, dia 28 de abril, precipitou-se a assembléia a deflagrar o movimento grevista sem apresentar propostas definidas. A posição do Tribunal de Justiça de Sergipe, em face à quebra do entendimento, é interromper imediatamente as negociações, dissolver a Mesa e aguardar o prosseguimento do movimento, defendendo-se na forma da legislação. (Ascom/TJ/SE).

 

Frase do Dia

“Só tem dois dias no meu diário: Hoje e aquele grande dia”. – Martin Luther King Jr.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais