Apitaço no shopping

0

Os aracajuanos permanecem reagindo contra a absurda cobrança de estacionamento pelos shopping’s Jardins e Riomar. Ontem, parte dos servidores do Detran que atuam naqueles centros de compras não foram ao trabalho porque discordam da medida. Eles garantem que a cobrança consumirá 20% de seus salários. A partir das 19h30 de amanhã, várias entidades de classe vão promover um grande apitaço em frente ao Riomar visando protestar contra a cobrança de R$ 4 por quatro horas de estacionamento. Tomara que a direção dos dois shopping’s volte atrás antes que os empresários ali estabelecidos sejam duramente prejudicados com a queda nas vendas neste período que antecede o Natal.

Está melhor

Os exames de controle a que se submeteu o governador Marcelo Déda (PT) no Hospital Sírio Libanês mostram a estabilização do câncer. Diante disso, o petista continuará com o tratamento quimioterápico quinzenalmente, devendo a quimioterapia ser reduzida dos atuais três dias para apenas um.

Posses

Os vereadores eleitos de Aracaju e o prefeito João Alves Filho (DEM) serão empossados na tarde do próximo dia 1º. Às 15h acontecerá a posse dos 24 parlamentares e duas horas depois o demista será investido no cargo em solenidade marcada para o auditório do Tribunal de Justiça de Sergipe, na praça Fausto Cardoso.

Mototáxi

Mais uma vez a Câmara Municipal de Aracaju rejeitou por 12 votos contra e apenas três a favor o projeto que regulamentava o serviço de mototáxi na capital. Um dos principais motivos para a rejeição da matéria foi o grande número de acidentes envolvendo motocicletas. O projeto é de autoria do vereador Fábio Mitidieri (PSD).

Cultura

O artista plástico José Fernandes inaugura às 19h de hoje exposição na Galeria José de Dome, localizada no bairro Farolândia, em Aracaju. Amanhã será a vez de o desembargador Edson Ulisses de Melo lançar o livro “Reflexões cidadãs”. A noite de autógrafos terá início às 19h, no Museu da Gente Sergipana.

Crise

Representantes do setor têxtil sergipano foram recebidos ontem pelo governador Jackson Barreto (PMDB). O segmento deseja solucionar questões tributárias e já havia manifestado a busca de um entendimento com a Secretaria de Estado da Fazenda. Barreto prometeu aos empresários que o assunto voltará a ser discutido tão logo o governador Marcelo Déda (PT) retorne a Sergipe.

Explica

O secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão, Oliveira Júnior, explica que os servidores estaduais estão recebendo este mês as gratificações a que têm direito. Segundo ele, deixaram de ser pagas apenas alguns diferenças relativas às mesmas.

Quem quer?

Por pura falta de paciência, doa-se um grilo de cor preta e que canta pela manhã, à tarde e à noite. O bichinho é dos bons, pois não desafina, nem baixa o tom. Os interessados em criá-lo devem apresentar a melhor forma para capturar a criaturinha.

Meia entrada

A carteira nacional estudantil deve ter novo padrão de segurança a partir de janeiro próximo. Governo, entidades estudantis e indústria assinaram protocolo de intenções para a emissão do documento que terá certificado digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). A exigência faz parte da Lei Geral da Copa para garantir a meia-entrada nos eventos desportivos que o Brasil sediará, como a Copa das Confederações e a Copa do Mundo.

Do baú político

Você sabia que Aracaju foi fundada pelos fenícios? Pelo menos foi o que concluiu o professor austríaco Ludwig Schwennhagen. No livro ‘Verbetes Aracajuanos’, o escritor o jornalista Luiz Antônio Barreto conta que Ludwig encontrou grandes aterros em Aracaju. Segundo o mestre vienense, os aterros, que barravam o avanço do mar, teriam sido trabalho da engenharia egípcia a serviço dos fenícios. Schwennhagen defendeu a tese de que a capital sergipana teria sido uma cidade marítima fundada pelos fenícios, em duas palestras que realizou em janeiro de 1926 no Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, e em carta datada de Aracaju da mesma época ao Dr. Paulo de Magalhães. O professor é o autor da Antiga História do Brasil, cujo único volume foi editado pela Imprensa Oficial do Piauí em 1928. Luiz Antônio informa ainda que a parte referente a Sergipe, fruto das observações de Schwennhagen e das pesquisas custeadas pelo Governo Graccho Cardoso, não chegou a ser divulgada no livro do professor austríaco.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais