Aquela confusão é só o começo

0

O aracajuano está tendo, por esses dias, um trailer do que vai ser o trânsito de agora por diante na Avenida Ivo do Prado, por conta da inauguração, no próximo sábado, do Largo da Gente Sergipana. Claro que aquelas estátuas de fibra de vidro, postas num puxadinho do leito do Rio Sergipe, vai atrair a atenção dos turistas que nos visitam. E vai ser então um espocar de selfies deste pessoal que vem de fora… Não sei se a tábua de pirulito do Largo da Gente Sergipana vai interessar muito aos sergipanos mas o pessoal de fora vai ficar enlouquecido com as estátuas, principalmente pelas histórias que elas vão emitir em pequenos papéis próprios para serem conservados. Em qualquer parte da cidade, aquelas estátuas são as coisas mais discutidas, notadamente pelos aracajuanos. Há os que a consideram bonitas, há os que simplesmente detestaram a obra de um escultor baiano. Todos, invariavelmente acham caro o custo dela, de seis milhões e quinhentos mil reais.  O Governo do Estado só entrou mesmo com dois milhões. O restante foi pago pelo Instituto Banese. Era verba carimbada. Só podia ser gasta em obra de valorização da cultura sergipana. Agora que a tábua de pirulito está pronta  não adiante reclamar…

        ***

Desta vez, Jackson Barreto exagerou. Para responder a uma crítica do ex-vereador Samarone, Jackson usou a página de abertura da agência de notícias do governo. É uma página que, em verdade, não lhe pertence. Deveria ter usado outros meios – e até compô-la com têrmos menos chulos. Ficou feio. Manchou a sua fama de democrata…

Encontro de Gestão Pública começa sábado

Sob o patrocínio do Sebrae, realiza-se dias 23 e 24 de março. No Comfort Hotel, na praia de Atalaia, o 2º Enagesp – Encontro Nacional de Gestão Pública, que visa “inovar e empreender: Os Novos Caminhos para o Desenvolvimento Econômico dos Municípios“. A estimativa é ter a participação de 450 inscritos. A palestra de abertura será feita pelo  Procurador do Estado de Sergipe, Pedro Dias de Araújo Junior, que falará sobre “As Regularizações Fundiárias Urbanas nas Modalidades Social e Especial”. . Na mesma manhã de sexta-feira, o dr. Antônio Malheiro, Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Acre, falará sobreo “O Princípio da Transparência como Regra Institucional da Gestão Pública”. À tarde, o Dr. Leonardo dias, Consultor em Políticas Públicas do Sebrae, falará sobre “O Desafios de Empreender e Gerar Emprego e Renda no Município”.  No sábado, as 8h30, o Dr. Antônio Dourado Vasconcelos, Auditor do Tribunal de Contas do Município da Bahia, abre a jornada falando sobre “Aspectos, Forma e Operacionalização do Órgão de Controle e a Prestação de Contas”. Às 10h30, o Dr. Hamilton M. Valeriote Junior, presidente da Câmara Municipal de São José de Ubá, Rio de Janeiro, abordará “A Importância da Atualização da Lei Orgânica Municipal”. O encerramento oficial do 2º. Enagesp será as 13h30 de sexta-feira.

Os operários não puderam falar

Servidores que trabalham na CELSE – a empresa que está implantando a Usina Termelétrica Porto de Sergipe, na Barra dos Coqueiros, um investimento de 5 milhões de reais – não ficaram nada satisfeito com a recepção oferecida aos três principais diretores, que na 3ª feira, 13/03, foram a Assembleia Legislativa para uma palestra sobre a termelétrica. Depois da explanação dos três dirigentes, os operários ficaram esperando obter vez para falar e questionar a diretoria da empresa sobre a política deles de trazer servidores de fora do Estado para as obras de construção civil. Não lhes deram chance de falar. Por isso que, ao final, houve até um ensaio de vaia mas que não foi adiante. Os operários deixaram o plenário da Casa com muitas reclamações. Afinal, eles queria saber porque a Celse deu preferência a operários de fora do Estado, em detrimento do pessoal do Estado. A Usina na Barra dos Coqueiros  é a maior da sua categoria  na América do Sul e a mais inovadora do Brasil. Quando uma usina como esta queima 3,3 toneladas de gás natural, misturada com ar, libera apenas 186 milhões de poluição ou seja, meia lata de refrigerante.

    …e para encerrar…

CAMPANHA – O deputado Adelson Filho incentiva o Governo a realizar a campanha “Abuso Sexual no Ônibus É Crime”. Apresentou inclusive projeto de lei ordinária ao Legislativo visando esta campanha.

APELIDO – O nome mesmo é Antônio Carlos Valadares Filho, conhecido e tratado por todos como Valadares Filho. Mas, podem chamá-lo de Tonhão – seu apelido de infância – que ele atende.

FORUM – A deputada Ana Lúcia, agora empolgada com uma candidatura própria do PT p ara o governo do Estado, passa os três próximos dias em Salvador, participando do Forum Social Mundial.

POSSE – No próximo dia 24  o dr.  José Hamilton Maciel Silva toma posse de uma cadeira na Academia de Letras de Pão de Açucar, no interior alagoano. De Aracaju segue uma caravana de rotrianos que vai prestigiar o evento.

É PERSEGUIÇÃO – O Juiz Federal que proibiu obras para recuperação da Igrejinha de Nossa Sra. da Boa Viagem, na praia do Saco, foi obrigado a engolir o enrocamento da igreja para conter o avanço das águas. Em compensação proibiu a realização de qualquer manifestação religiosa – missas, etc., – naquela Casa. Parece perseguição… Ou este Juiz não gosta mesmo da Igrejinha tão querida  pelos moradores do Sapé. Aliás, ele mandou também interditar os bares que ficam na praia do povoado e ao redor da Igrejinha…

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários