Constituinte exclusiva para as reformas

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Um texto de Jorge Santana (engenheiro, empresário, ex-dirigente de entidades empresariais e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico), que reflete também o pensamento do titular de espaço.

A beleza do povo nas ruas, em manifestações pacíficas querendo reinventar o Brasil, começa a se transformar de alegria em apreensão. Os golpistas de sempre já falam em impeachment, os atos de violência e vandalismo saem do controle e a jovem e frágil Democracia Brasileira, conquistada com sangue, suor e lágrimas, pode estar ameaçada. A hora exige juízo, muito juízo.

O caminho para as inadiáveis mudanças que fazem o povo ir às ruas não pode produzir uma ruptura institucional, cujos desdobramentos seriam absolutamente imprevisíveis, sobretudo porque é justamente a classe política atual que está em cheque. Para não haver essa ruptura, a solução seria a convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte exclusiva para promover as grandes reformas que há muito o país carece, a começar da Reforma Política.

Em primeiro lugar é preciso reconhecer os avanços socioeconômicos que temos colecionado, principalmente a partir de 2003, fruto de uma política econômica que mira no mercado interno, nas políticas compensatórias, na recuperação do salário mínimo e no consequente crescimento da massa salarial. Tudo isso vem promovendo a maior mobilidade de classes sociais da nossa história, fazendo vicejar uma nova classe média que se tornou um dos pilares da economia do país.

Ocorre que ainda há muito a fazer para que possamos continuar crescendo com distribuição de renda e redução das ainda abissais desigualdades sociais. Alguns fatores precisam ser atacados com menos timidez do que estão sendo, com destaque para a infraestrutura produtiva, a educação, a saúde, a segurança e as inadiáveis reformas. O passivo da infraestrutura, embora gigantesco, para ser pago só depende de decisão política e adequada alocação de recursos públicos. Noves fora equívocos como sediar a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, esse dever de casa terá que ser feito. Não foi por acaso que o povo começou a tomar as ruas em protesto contra os aumentos das passagens do caótico sistema de transporte urbano.

São os capítulos da educação e das reformas que mais preocupam, inclusive pela subordinação do primeiro ao segundo. Inobstante os avanços quantitativos do acesso de largas faixas da população à escola pública, qualitativamente os ganhos são quase insignificantes. Dispensável citar as frustrações dos governos que não conseguem mudar esse cenário. E educação é insumo básico para sustentar o crescimento econômico, logo, se continuarmos patinando nessa área, as projeções de crescimento para as próximas décadas precisarão ser refeitas. Outros direitos essenciais, como à saúde e à segurança, são supridos por estruturas públicas que se transformaram em sumidouros de vultosas cifras orçamentárias e cuja ineficácia dos serviços prestados é revoltante. Esse nível de mudança, contudo, irá requerer igualmente alterações em marcos legais e aí, finalmente, chegamos nas reformas.

O Brasil carece, hoje, de várias reformas, sobretudo a política, a tributária e a trabalhista, ou seja, precisa ficar livre de um legado cartorial que produz uma máquina pública perdulária e burocrática; de uma legislação trabalhista senil e absolutamente incompatível com as demandas das economias modernas; de uma carga tributária que, combinada com uma legislação obtusa e uma burocracia fiscalista insana, impede as empresas de crescerem; e de um sistema político que mercantilizou o processo eleitoral e passou a servir de ante-sala para os piores esquemas de corrupção.

Como se vê, não são reformas simples, portanto, jamais serão concluídas na agenda do Congresso Nacional, com os representantes que lá estão e que são, quase todos, beneficiários desse modelo. Eis porque não resta alternativa senão a convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte exclusiva para as reformas e funcionando simultânea e independentemente do Congresso Nacional. Sendo o prazo de funcionamento de dois anos e vedada a candidatura de detentores de mandatos, além de permitidas candidaturas avulsas, teríamos o privilégio de eleger apenas novos nomes. Mais que isso, defendo que os constituintes ficariam inelegíveis por 8 anos, justamente para afastar o mais possível o oportunismo e para evitar conflito de interesse quando forem debatidas regras como reeleição, durações dos mandatos etc.

A inquietação que toma conta dos brasileiros, que aos milhares vão para as ruas protestar, é o ambiente perfeito para o rompimento de mais um ciclo e a inauguração de uma nova era. Para isso, a palavra de ordem é: Assembleia Nacional Constituinte já!

Constituinte exclusiva para reforma política
Para deixar mais claro o que Jorge Santana defende: Duração de no máximo 1 ano; Funcionaria simultaneamente à atual legislatura do Congresso Nacional; Atuais detentores de mandatos seriam inelegíveis;  Permissão de candidaturas avulsas (candidatos sem filiação partidária)8 anos de inelegibilidade para os constituintes.

Constituinte exclusiva para reforma política II
E mais:  Prorrogação de todos os atuais mandatos até 2015;Eleições gerais em 2015 para todos os cargos (de vereador a senador, de prefeito a presidente da República), que passariam a ter mandatos de 5 anos, sem reeleição para cargos executivos (exceto para os atuais prefeitos) e apenas 1 reeleição para parlamentares.

Segundo grande Ato Acorda Aracaju
Será realizado hoje, 25, a partir das 16h, com concentração na Praça Fausto Cardoso o Segundo Grande Ato Acorda Aracaju. O blog publica abaixo uma nota oficial do Movimento Não Pago. O movimento defende não apenas a redução de R$ 0,10, mas a revogação total do reajuste da passagem.

Redução
A Câmara Municipal de Aracaju deve votar hoje pela manhã o projeto de lei que reduz a tarifa para R$ 2,35. A tarifa hoje é de R$ 2,45.

Jackson sugere à Dilma Rousseff o vale-transporte social
A criação do vale-transporte social foi sugerida pelo governador em exercício Jackson Barreto como parte da solução dos problemas de mobilidade urbana no país. A proposta foi feita à presidenta Dilma Rousseff, governadores e prefeitos de capitais reunidos nesta segunda, 24, em Brasília.

Direitos
"Dentro dessa proposta de transporte público de qualidade e mais barato, eu fiz esta sugestão à presidenta. O objetivo é utilizar o cadastro único do Bolsa Família, que já mostra quem vive em extrema pobreza, para que essas pessoas tenham o direito de se locomover, de procurar um emprego, de procurar um lazer, uma assistência médica, um trabalho, uma escola", detalhou o governador.

Proinveste: Tesouro Nacional garante aval
O governador em exercício, Jackson Barreto, obteve do secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, a garantia de liberação dos recursos do Proinveste, já aprovados pelos deputados estaduais. A reunião foi nesta segunda, 24, em Brasília. Augustin assegurou que o aval da STN para o empréstimo de R$ 567 milhões sairá antes do final deste mês.

Documentação
"Ficamos muito satisfeitos. Graças a Deus e à competência de nossos técnicos no Estado, o secretário do Tesouro Nacional nos tranquilizou de que a documentação estava atendendo às exigências e às formalidades da lei", disse o governador. "Em breve vamos contar com os recursos do Proinveste".

Contrato de R$ 200 mil
Ao ser informado que a Assembleia tinha contratado o escritório de Sepúlveda Pertence, de Brasília, por R$ 200 mil para o caso da vaga do Tribunal de Contas de Sergipe o blog não acreditou, mas depois tomou conhecimento pelas redes sociais que o contrato já foi publicado.

Na pauta do Segundo Acorda Aracaju
No segundo ato que será realizado hoje, Acorda Aracaju, o contrato estará na pauta e os manifestantes prometem cobrar em frente a Assembleia a revogação do mesmo. Pelas redes sociais advogados informaram que além de ter assessoria jurídica a Assembleia tem a Procuradoria Geral do Estado para defender seus interesses. Com isso, se o contrato não for revogado uma ação pública será impetrada pelos movimentos sociais.

Todos os 24 deputados apoiam a contratação?
Perguntas que ficam no ar: todos os 24 deputados aprovam gastar R$ 200 mil com um escritório de Brasília, para defender quem poderia contratar com dinheiro do próprio bolso? Quem teve a ideia certamente está alheia as manifestações das ruas contra o uso indevido de recursos públicos. Ou não?

PEC 37
O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), marcou para amanhã, 26 de junho, a votação da PEC 37. Há, contudo, muitas pressões no sentido de adiar a votação da proposta de emenda à Constituição.

Hotéis Sergipe
É engraçado assistir pela imprensa os hoteleiros reclamando das programações dos festejos juninos. A rede hoteleira ficou quase toda lotada nos últimos dias. Se perguntar ao turista, a imprensa vai descobrir um dos principais problemas: o alto custo da diária. Os hoteleiros deveriam também fazer a sua parte. Ou não?

Dinheiro sobrando
Enquanto muitos municípios sergipanos reclamam da falta de recursos em Frei Paulo o dinheiro está sobrando. Para comemorar a festa do padroeiro do município a Prefeitura realiza quatro dias de festa, inclusive com a presença da banda Aviões do Forró. Ou seja, muito dinheiro sobrando.

Sergipana é Mestre em Ciências na USP
No último dia 18 de junho, a psicóloga sergipana Lorena Soares Lins de Carvalho apresentou na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, a dissertação para obtenção do titulo de mestre em ciências, com o tema: Fatores de risco para o abandono do tratamento hospitalar para transtornos alimentares, tendo como orientador o Dr. Taki Athanássio Córdas.

Comunidade internacional
Esta expressão é muito usada, no âmbito diplomático. Celso Amorim, diplomata e ex-ministro das Relações Exteriores, em seu livro Breve Narrativas Diplomáticas, publicado pela Editora Benvirá, define assim o que é, realmente, Comunidade Internacional : “Nos meus anos de representante do Brasil junto à ONU, acostumei-me a ver a invocação da expressão ‘comunidade internacional’ para legitimar decisões que, na verdade, eram tomadas por um grupo muito restrito de países dentre os quais eram sempre incluídos os Estados Unidos e o Reino Unido.”

Capela
Os servidores públicos de Capela receberão seus salários no dia 27 de junho. A iniciativa, tomada pelo prefeito Ezequiel Leite, foi anunciada na última sexta-feira, 21. O município celebra no próximo final de semana 74 anos da Festa do Mastro, durante as festividades do São Pedro, um dois mais tradicionais do país.

Frase
“Leviandade política é grave porque não afeta pessoas, mas um país. – Dilma Rousseff, sobre os boatos que movimentam a economia.”

Fraudes
Relatórios apontam movimentações atípicas dos empresários, em dinheiro. Segundo a investigação, uma das empresas teria vendido ônibus novos e comprado, em troca, veículos velhos. O fato é destacado no caderno Cotidiano 2, da Folha de São Paulo do último domingo. A matéria registra empresas com prejuízo no balanço, mas com proprietários que fazem movimentações milionárias. Tudo isso está acontecendo com empresas de ônibus de São Paulo, segundo o Ministério Público. A reportagem da FSP aponta, também, outras fraudes que estão sendo cometidas por várias companhias que atuam nesse setor.

Maioridade penal
O site do senador Eduardo Amorim (PSC) disponibilizou uma enquete sobre a ‘maioridade penal’ com a seguinte indagação “você é favorável à redução da maioridade penal dos 18 para 16 anos de idade?” Os internautas têm duas opções de resposta: a favorável fala que o adolescente tem consciência, como um adulto, do crime que comete e deve ser punido; já a contraria argumenta que outras medidas menos interventivas poderiam ser implantadas na conquista da ressocialização do menor. Para participar da enquete acesse o site http://www.eduardoamorimpsc.com.br/

Forró Caju
Milhares de turistas estiveram presentes no último domingo, 23,, véspera de São João, para curtir o Forró Caju, grande evento que ocorre na capital sergipana e que reúne visitantes de todas as partes do Brasil e do mundo em Sergipe. A noite de forró contou com a participação de diversas atrações, dentre elas o cantor Zé Ramalho e o artista sergipano, Antônio Carlos Du Aracaju.

Jornalistas
Um grupo de jornalistas estrangeiras vindas da Colômbia, Argentina e Uruguai estiveram em Sergipe para conhecer um pouco mais das belezas do nosso destino e dos atrativos turísticos. Elas participaram do Forró Caju e todas compartilham da mesma opinião sobre o estado, para elas Sergipe é realmente encantador "É a segunda vez que venho a Sergipe, a estrutura do estado está muito boa e as praias são maravilhosas, estamos gostando muito, Sergipe é realmente um estado encantador", disse Alice Wadson.

Energia
Para o cantor Antônio Carlos Du Aracaju, artista de Sergipe, uma das atrações da noite do domingo, o show foi além das expectativas e ainda melhor do que o ano passado "O show foi muito além das expectativas, o Forró Caju tem sempre essa energia maravilhosa e este ano caprichamos no repertório para agradar a plateia, foi um grande sucesso e fica sempre a vontade de cantar mais".

Agenda
25 de junho – Hoje é o dia internacional do marinheiro. Ontem, 24, além de dia consagrado a São João, foram comemoradas as seguintes efemérides: Dia de xangô, dia nacional da Araucária, das empresas gráficas, dia do caboclo e dos discos voadores. A data também marcou o início da Semana Nacional Antidrogas, que se estenderá até o próximo dia 30 de junho. Prevista para hoje mais uma manifestação popular, na capital sergipana.

ESPORTE  – O  ESPAÇO DO ALCEU –  por Alceu Monteiro

Deu a Lógica
Para muitos, futebol não tem lógica. A verdade, porém, é que, na maioria das vezes, o esporte bretão, mais conhecido por futebol, a maior paixão do povo brasileiro, apresenta, sim, resultados esperados, e, portanto, lógicos. O sentido do velho bordão é, verdadeiramente, o seguinte: no futebol nem sempre a lógica prevalece. Daí porque os resultados que fogem ao normal são considerados zebras. Pois é. A zebra é um animal que não integra o jogo do bicho. Então, quando um time grande é derrotado por um pequeno, todo mundo fala que “deu zebra”. A propósito, o jogo do bicho é outra atividade que goza muito prestígio junto à população, que nela confia, pois “vale o que está escrito”. Como se sabe, jogos de azar constituem contravenções penais. Mas o governo federal explora uma série de modalidades, a começar pela tradicional loteria, através da Caixa Econômica. Isso, entretanto, é outra história. O que a coluna quer mostrar é que, terminada a fase de classificação da Copa das Confederações, os resultados foram bastante lógicos. No grupo A, o Brasil ficou em primeiro lugar, e a Itália em segundo. No grupo B, deu a Espanha em primeiro e o Uruguai na segunda colocação. Desta forma, teremos, nas semifinais, duas seleções sul-americanas – Brasil e Uruguai – e duas da Europa – Espanha e Itália. A maioria dos desportistas torce,  por motivos óbvios, para que a final da competição, a realizar-se no próximo domingo, no Maracanã, coloque frente a frente o Brasil e a Espanha, atual campeã mundial e considerada a melhor de todas as seleções do planeta nesses últimos anos. Consideramos, sinceramente, que os efeitos negativos do fracasso na Copa de 1950, portanto há 60 anos, quando o Brasil perdeu o título para o Uruguai, já foram devidamente superados. Nossa equipe, que entrou desacreditada no torneio, vem crescendo, paulatinamente, sob o comando do experiente Felipão, acusado de empregar um sistema exageradamente defensivo. O aproveitamento de 100 por cento obtido na primeira fase mostra que temos sim, condições de derrotar o Uruguai, amanhã, e de enfrentar a favorita Espanha, no próximo domingo. Paulinho, já negociado com o futebol europeu, está recuperado e vai voltar ao time nacional. O mesmo vai ocorrer com o zagueiro Davi Luiz, que deixou o campo, contundido, no jogo contra a Itália. Fred, o preferido de Felipão para atuar mais à frente, fez uma partida impecável contra os italianos, tendo, inclusive, assinalado dois gols. Neymar deu outro show de bola e, aos poucos, vê-se livre de uma má fase que o perseguia. Portanto, dá para acreditar em uma vitória contra os uruguaios. A Espanha, embora tenha vencido a Nigéria por 3 X 0, encontrou dificuldades e só venceu com folga porque os atacantes nigerianos perderam uma série de oportunidades. Claro que os espanhóis são os melhores do mundo, na atualidade, mas o Brasil poderá chegar lá, contando com o apoio de sua torcida, no magnífico cenário do novo Maracanã. Uma vitória diante dos uruguaios carimbará o passaporte para esse jogão do próximo domingo. Tomara que o Brasil esteja lá… Encerro este comentário com duas observações: 1. Meu favorito para substituir Mano Menezes era o Tite, que considero o melhor treinador do Brasil na atualidade. Mas reconheço que o pragmatismo e a experiência do Felipão estão produzindo bons frutos; 2. O Brasil foi nitidamente favorecido pela claudicante arbitragem da partida em que eliminou a Itália da competição.

Resumo da Copa das Confederações
Foram realizadas 12 partidas pela fase de classificação, com os seguintes resultados: Grupo A – Brasil 3 X 0 Japão – Itália 2 X 1 México – Brasil 2 X 0 México – Itália 4 X 3 Japão – Brasil 4 X 2 Itália e México 2 X 1 Japão. Grupo B – Espanha 2 X 1 Uruguai – Nigéria 6 X 1 Taiti – Espanha 10 X 0 Taiti – Uruguai 2 X 1 Nigéria – Espanha 3 X 0 Nigéria e Uruguai 8 X 0 Taiti.

Semifinais
Pela fase semifinal, jogarão, amanhã, às 16 horas, no Mineirão, em Belo Horizonte,  Brasil X Uruguai. Na quinta-feira, também às 16 horas, em Fortaleza, no Castelão, defrontar-se-ão Espanha e Itália.

Campeãs mundiais
As quatro seleções que disputarão a fase semifinal somam 12 títulos conquistados em Copas do Mundo. 5 do Brasil, 4 da Itália, 2 do Uruguai e 1 da Espanha.

Terceiro lugar
A disputa do terceiro lugar ocorrerá no domingo, às 13 horas, na Fonte Nova, em Salvador.

Grande final
A partida final terá lugar também no domingo, 30 de junho, às 19 horas, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Ranking
O Brasil desponta como primeiro colocado no ranking da Copa das Confederações, com três títulos conquistados (1997, na Arábia Saudita, 2005, na Alemanha e 2009, na África do Sul).

Memória do esporte 
Em 25 de junho de 1978, a Argentina conquista seu primeiro título mundial ao vencer a Holanda, por 3 X 1, no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires.

Amistoso confirmado
O grupo gestor do Sergipe confirma amistoso contra o Vitória da Bahia, no próximo dia 29, a ser realizado no Estádio Fernando França, em Carmópolis, que servirá também de palco para as próximas partidas do Mais Querido válidas pela série D.

Ebulição social
Em 1950, quando da realização da Copa do Mundo no Brasil, o cenário nacional era efervescente, com várias manifestações de caráter político e social, embora sem a violência que tem ocorrido, nos últimos 15 dias, em várias cidades brasileiras. Ocorria, no governo Dutra, uma fase de profundas divergências entre os “nacionalistas” e os “entreguistas”.  No mesmo ano, contudo, Getúlio Vargas voltaria ao poder, eleito pelo voto do povo brasileiro, devolvendo um caráter nacionalista ao país. Em 16 de julho, tivemos a grande decepção: a inesperada e traumática decepção da perda do título mundial para o Uruguai. Amanhã, em Belo Horizonte, Brasil e Uruguai travarão nova batalha, dessa feita valendo uma vaga para a grande final da Copa das Confederações.

Taiti
Para compensar suas acentuadas deficiências técnicas, o Taiti, que representou a Oceania na Copa das Confederações, conquistou a torcida brasileira, por conta da enorme simpatia dos integrantes de sua delegação. Situado no sul do Oceano Pacífico, o território do Taiti (Polinésia Francesa) é formado por cinco arquipélagos. O Taiti é a maior ilha da região. Sua área é de 4 mil e 200 quilômetros quadrados. População: 270 mil habitantes. A capital é Papeete.

Infeliz
Foi bastante infeliz o ex-craque, atual dirigente e comentarista convidado da Globo, Ronaldo, o “fenômeno”, ao proferir a frase “não se faz Copa do Mundo com hospitais”. A reação foi imediata, através das redes sociais. A propósito, falta-lhe muita coisa para ser comentarista de TV. Para começar, não tem facilidade de comunicação. Como se sabe, essa é mais uma jogada de “marketing” da Rede Globo que, embora continue líder em audiência, tem perdido pontos preciosos nas pesquisas. Muitos afirmam que o negócio de Ronaldo agora é outro jogo. O pôquer. Pode ser.

Conferência
A CASSI e o Conselho de Usuários do plano de saúde dos funcionários do Banco do Brasil farão realizar, no próximo dia 13 de julho, das 9 às 12 horas, a VII Conferência Estadual de Saúde, que terá como local a sede da AABB. O tema central da conferência é “Auto-Cuidado: Uma alternativa para a sustentabilidade”. O assunto será focalizado em palestra a ser proferida por Hênio Braga Júnior, gerente executivo da CASSI. Na oportunidade, haverá, ainda, uma roda de conversa com a diretoria da CASSI e a apresentação dos novos representantes do Conselho de Usuários de Sergipe. Ao final das atividades, será servido um almoço aos presentes. Funcionários, dependentes e usuários deverão prestigiar essa iniciativa da Unidade de Sergipe da CASSI. Segundo a gerente estadual, Francisca Alzira, a VII Conferência de Saúde deverá superar o recorde de participantes, no próximo dia 13 de julho, na AABB Aracaju.

Posse no Sindicato
No dia 12 de julho, uma sexta-feira, terá lugar a posse da nova diretoria do Sindicato dos Bancários de Sergipe, que tem à frente José Souza de Jesus, reconduzido ao cargo por mais um mandato de três anos com o apoio maciço da categoria.

PELO TWITTER

www.twitter.com/AlberthoJorge1 –  Para o mundo, acabou-se  o conceito de que o BRASIL é um pais que não "leva nada a sério" Duvida????

www.twitter.com/Emidio_Costa – Redes Sociais causam devaneios?Teve até zé mané q pensou q ia se eleger só pq falava mal dos adversários no TT.Haja pipoca&leite condensado!

www.twitter.com/Narcizo_Machado – Tenho orgulho do que sou, orgulho do que faço, orgulho da minha família e orgulho da minha vida! Ser tão orgulhoso assim é um defeito? Kkkkk

www.twitter.com/ClovisCBMelo – Veja o absurdo desse tal CRM: vai intervir no Huse para não deixar os médicos atuarem. E o povo, fica como?  Dilma, médicos cubanos já!

www.twitter.com/betocego – A grande mídia fala dos políticos mas nasceu e vive da corrupção gerada pelo atual sistema. Reforma Política JÃ

www.twitter.com/rod_rocha – Apenas lembrando que o sobrenome da presidenta @diImabr é Rousseff, não Copperfield. #apoioDilma

www.twitter.com/ lidiacastelino – "Não adianta ir para rua como um leão se vocè continuar a votar como um jumento."

DO LEITOR

Manifestações
Do leitor Ludwig Oliveira: “A Cada frase proferida por Marcelo Deda pertinente a temas de quaisquer naturezas me conscientizo de sua fácil facúndia e seu farto saber.Dentre as opiniões que ouvi sobre as MANIFESTAÇÕES a mais inteligente foi a de Marcelo Deda.SUA ANÁLISE SOBRE AS MANIFESTAÇÕES:"O Conformismo dirá que isso passa: erro! Não é a massa que vai se adaptar a esse modelo político caquético. Políticos é que devem adaptar-se"E MANDOU UM RECADO À IMPRENSA:"Cuidado imprensa, TV Globo, etc: não se dança valsa na cratera do Etna. Não dá para prever que caminho tomará a lava".E lembrou: 'alguma coisa está fora de ordem ou alguma ordem está fora da Coisa. (D'après CV)".

Manifestações II
Do leitor D. Lavieri: “Embora todos percebam que há clara conscientização por mudança, esses manifestos me cheiram estranho.Ainda não há pauta definida do que está sendo exigido, o foco midiático está direcionado frontalmente para o governo federal, e essa imprensa (direitista e sempre parcial, concordemos) usa o sentimento de grupo e da amálgama de sentimentos dos manifestantes a seu favor.Fato é que embora todos os políticos se sintam atualmente alvos dos protestos e que qualquer declaração minimamente mal colocada pode colocá-los em apuros, o fato é que há algo maior no ar. Sinto que há uma condução nos bastidores desses fatos todos, uma direção consciente de como, onde e quando os manifestos servirão para um propósito obscuro e esconso.Acredito sinceramente, e me alicerço em pequenos fatos pontuais e esparsos, encontrados aqui e ali, que há um movimento de golpe à vista e essa é o único e final objetivo.Conspirações à parte, não nos esqueçamos da queda de Lugo, recentemente, um verdadeiro "golpeachment". A embaixadora para os Estados Unidos no Brasil, Liliana Ayalde, é agente da CIA e atuava na embaixada paraguaia durante a saída de Lugo. E sabemos, através de documentos do Wikileaks, da estreita relação entre embaixadas americanas e golpes políticos. Esse é somente um dos indícios que me levam a crer no que afirmei anteriormente.Esses manifestos interessam a ninguém mais além daqueles que querem trocar o sinal do poder.”

Nota Oficial Do Movimento Não Pago. Pela revogação do aumento!
Em defesa da liberdade de expressão e organização!

Na ultima quinta feira, 20 de Junho, cerca de 30 mil pessoas saíram às ruas de Aracaju com o objetivo de colocar para fora seu grito de indignação. Foi uma massiva resposta do povo aos desmandos dos governos e dos políticos. Diversas bandeiras foram levantadas por pessoas ou grupos que se somaram com a pauta da revogação do aumento da passagem que o Movimento Não Pago vem apresentando ao longo do ano. Hoje não há dúvida. Estamos virando uma página na história do país e de Sergipe.
Achamos fundamental e legitimo que cada indivíduo ou organização se expressem e tragam suas bandeiras e palavras de ordem, porém repudiamos qualquer manifestação que cerceie a liberdade de organização e de expressão. Senão daqui um dia chegaremos ao momento que não poderemos nem levantar as bandeiras do próprio movimento! É preciso ter cuidado e cautela. Não querer partidos não pode ser confundido com não aceitar nenhum movimento social, sindical, associação de bairro, etc. que estejam presentes levando as suas reivindicações históricas e igualmente justas.
É preciso observar outro fato importante. Indivíduos organizados em partidos políticos, não identificados, incentivaram, no último ato, palavras de ordem antipartidárias estimulando a confusão e a divisão do ato em duas frentes, aproveitando-se das pessoas mais jovens que estão começando a participar dos protestos. Para tentar se agregar a massa, esses partidos já muito desgastados, entraram na onda dos “sem partido” de forma bastante oportunista.
Gostaríamos de deixar claro que o Movimento Não Pago se coloca enquanto autônomo a partidos políticos, mas defende a liberdade de organização de cada militante, desde que respeitem a autonomia do movimento e defendam os princípios. Os partidos não podem estar acima dos movimentos organizados.
Chamamos a atenção também, sobre as problemáticas da utilização de carros de som e mini trios em manifestações como estas. Avaliamos que os vários carros de som que estiveram presentes no ato não contribuíram para um efetivo diálogo com o conjunto dos manifestantes, além do que favoreceu a uma maior fragmentação do ato, possibilitando uma divisão dos manifestantes. Para nós, o carro de som deve servir, neste ato, como um instrumento de organização, e ponto de apoio para eventuais incidentes.
-Por fim, gostaríamos de convocar toda a população Aracajuana (apartidários e partidários) a participarem do Segundo Grande Ato Acorda Aracaju que ocorrerá na terça feira 25 de Junho às 16 horas na Praça Fausto Cardoso. Convidamos também a população, em especial a juventude, para uma plenária aberta do Movimento Não Pago, no dia 24/06, às 15h, no Teatro Tobias Barreto para prepararmos o nosso bloco para a manifestação. Tragam as suas indignações e vamos pressionar o poder público para revogar o aumento da passagem. #RevogaJoão!

ARTIGO

O que esperar das ruas? “eu acredito é na rapaziada”  por Camilo Feitosa Daniel*

Após mais de 20 anos sem presenciar grandes manifestações de rua, a nação brasileira presenciou uma nova geração que começou a ocupar as principais avenidas para protestar contra a ausência dos inúmeros direitos adquiridos na constituição de 1988.
As passeatas engrossaram o caldo após a repressão violenta que os militantes do Passe Livre sofreram da PM de São Paulo. Depois disso, as manifestações contra o aumento da passagem ganhou também uma adesão das pessoas que queriam saúde e educação de qualidade, além dos que queriam questionar os gastos com a copa do mundo.
No entanto, as manifestações que eram consideradas pela Imprensa televisiva como “violentas” e organizada por “vândalos”, passou a ser considerada como “o dia que o gigante acordou”. O maior absurdo de todo esse oportunismo “global”, foi a forma como a rede globo  transformou a pauta das manifestações, que deixou de ser contra o aumento da passagem e passou a ser contra a corrupção.
A rede globo passou a influenciar os gritos contra os partidos políticos e começou a inflamar o discurso patriota. O que se esperar de tudo isso?
Não obstante, vários pensadores do jornalismo brasileiro já tinham identificado no Brasil a existência de um partido que não era institucionalizado, mas que manipulava todo o discurso político nessa linda nação, tencionando para um “golpe de estado”. Eles batizaram de Partido da Imprensa Golpista (PIG), onde a rede globo é a dirigente maior.
Nesse momento, a principal questão a se colocar é: Pra onde vai essa energia? O que queremos com essa manifestação?
Em primeiro lugar é preciso ponderar que essas manifestações ocorrem com novos repertórios. A sociedade civil, que era desorganizada e começou a participar desses movimentos, não querem ser guiadas por partidos ou agrupamentos políticos por compreender que haverá uma autopromoção dessas lideranças. Falo isso porque fiz parte, ainda do Movimento estudantil secundarista, de um grupo que acreditava que o movimento estudantil deveria ser independente, por isso sei bem do que se trata.
Em segundo lugar é necessário que esse povo que veio às ruas, e que veio de forma espontânea, queira cada vez mais aprofundar a democracia. Não estou falando aqui de fortalecimento das instituições, estou falando em direitos básicos, como a saúde, educação, emprego, moradia, terra, transporte e tantas outras coisas, que são destinadas para um grupo e não para toda a população.
É necessário que o povo que veio às ruas, grite pelos reais problemas da nação brasileira. É preciso sair das aparências pra compreender que o que está por trás da inflação é uma crise de produção, que existe porque o latifúndio no Brasil produz igualzinho ao período colonial, e o pior, não produz alimentos, produz ração animal pra Europa e para os EUA. Qual a solução pra esse problema?
É necessário que o povo que veio às ruas, lute também pelos que não vieram as ruas por que estão trabalhando! É necessário que lembremos que os operários da construção civil, que constrói todos os prédios, não são reconhecidos com bons salários; ou os cortadores de cana, que são explorados e vivem em semiescravidão; os agentes de limpeza que deixam nossa cidade limpa e não recebem nem hora extra; é necessário que o povo que veio às ruas, lembre-se de pedir casas populares para os que não conseguirão comprar por conta da especulação imobiliária;
É necessário que essa juventude conteste! É necessário que essa juventude se pergunte sobre o motivo da televisão em Sergipe pertencer a duas famílias e no Brasil a meia dúzia. Como solucionar isso? É necessário que essa juventude se pergunte também, sobre as empresas de transporte público em Aracaju. Será que é correto existir cartel? Pra onde vai o dinheiro das passagens? Porque os ônibus são carroças velhas e feias? Porque?
Tenho certeza que a juventude não quer ser “Maria vai com as outras”, da mesma forma que sei que essa juventude pensa no próximo, no que é excluído desse sistema e no que é explorado. Tenho certeza que essa juventude “vai em frente e segura o rojão”, sabendo o que quer e dando todas as energias pra construirmos um Brasil melhor, que vai se construir quando democratizarmos as riquezas desse Brasil com TODOS os brasileiros!
*estudante de ciências sociais da UFS e participante da grande passeata.
Twitter: @camilo673 facebook: http://www.facebook.com/camilo.feitosa?ref=tn_tnmn

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

 
Frase  do Dia

O desejo de compreender o mundo e o desejo de reformá-lo são os dois grandes motores do progresso. B. Russell

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários