Da escuta telefônica ilegal e o crime praticado

0

 

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Não precisa ser advogado para saber que escuta telefônica ilegal é um crime. E que legalmente só pode ser feita mediante ordem judicial.

Porém, como o Brasil é o país dos “jeitinhos”, tem gente com poder que pratica o seguinte golpe: pegam o telefone de algum criminoso que está sendo investigado e colocam alguns números juntos. Ou seja, a ordem judicial é dada para investigar o criminoso, mas o magistrado sem saber autorizou outros números e, entre eles, de gente de bem que a “otoridade” deseja investigar por sua conta. E aí encaminha a ordem judicial para a empresa de telefonia que libera a escuta.

O blog foi informado de que, em um determinado estado, a Polícia Federal recebeu a denúncia de escutas ilegais feitas por autoridades públicas através do “golpe” de usar o nome de um criminoso que está sendo investigado inserindo outros nomes no pedido de escuta.

Ainda bem que em Sergipe Del Rey não tem este tipo de “golpe”. Aqui as autoridades cumprem a lei na risca e jamais colocariam um número de celular entre os que realmente precisam ser investigados de algum criminoso.

É crime a escuta telefônica ilegal. E praticada por alguma autoridade pública o crime é maior ainda.

 

Do leilão do aeroporto de Aracaju e do engodo de Jackson e André Moura com uma “ampliação” anunciada de R$ 110 milhões Em 02 de junho de 2017 o então governador Jackson Barreto ao lado do líder de Temer no Congresso, André Moura, anunciaram uma importante obra de ampliação para o Aeroporto Santa Maria na ordem de R$ 110 milhões. O mais curioso é que a Infraero já investiu R$ 60 milhões na pista de pouso e decolagem sem contar com os R$ 110 milhões prometidos para o novo terminal. Leia aqui. Agora, no próximo dia 15 de março o aeroporto está entre os aeroportos que serão leiloados pelo governo federal. É ou não é mais um engodo patrocinado por Jackson Barreto e André Moura?

Armação ardilosa? Nas rodas políticas se comenta uma armação ardilosa de um político com um novo mandato para afastar um gestor e colocar a parente próxima que é a vice. Porém, o parlamentar não contava com a astúcia do prefeito que ao invés de tomar a rasteira, vai dar a volta por cima. TNT pura que envolve até uma autoridade que serve como escudo em um local que pensa que é poder, mas não é.

Vice-líder O deputado federal Laércio Oliveira é vice-líder do blocão da Câmara composto por 301 deputados dos partidos PSL, PP, PSD, MDB, PRB, PSDB, DEM, PTB, PSC, PMN.                                                                         

Na mira de Moro. Tem Sergipano que vai ter problema para explicar Milionários que fizeram a repatriação estão sendo chamados para provar a origem do dinheiro lá fora. Na época do programa, bastava declarar que os recursos eram lícitos. Agora, a pedido de Sérgio Moro, a regra mudou. Tem Sergipano que vai ter problema para explicar.

Alguém fiscaliza a Casa Civil, ou melhor, a nova pasta “Geral de Governo” e a Agrase? De um servidor público: “Diariamente a imprensa noticia que o Tribunal de Contas do Estado de Sergipe após inspeção, constatou irregularidades sanáveis em algumas prefeituras do interior sergipano. Por que o Tribunal de Contas não fiscaliza a Casa Civil, ou melhor, a nova pasta “Geral de Governo”? O espaço físico comporta todos os nomeados? E na AGRESE, todos os cargos são comissionados, pois foi criada e não houve concurso, um verdadeiro cabide de emprego. Deixem os prefeitos trabalharem.”

Núcleo de Segurança Escolar está amparado em portaria informa nota Esclarecimento da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura: “Em relação a nota publicada nesta segunda-feira, 28, na coluna do jornalista Cláudio Nunes, sobre o Núcleo de Segurança Escolar, a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura informa que o Núcleo está amparado legalmente pela Portaria 4.522/ 2017, publicada no Diário Oficial do Estado em 3 de novembro de 2011. O Núcleo é um setor vinculado ao Departamento de Administração e Finanças da Seduc, e desde então cabe a ele acompanhar a prevenção de incidentes contra o patrimônio público, além de inspecionar as dependências internas e externas das escolas, controlar o fluxo e acesso de pessoas prevenindo e detectando anormalidades; coordenar o patrulhamento voltada a prevenção de infrações contra o bem público, serviços e instalações da Seduc, incluindo a fiscalização do cumprimento das atribuições dos vigilantes e elaborar e implantar o plano de segurança no âmbito da Seduc.”

O governo estadual não é novo Em nota o presidente estadual do PSB, Valadares Filho, disse que o governador Belivaldo ao invés de aceitar as críticas legítimas e acertadas feitas por ele através do twitter sobre a situação caótica do Estado, na prática quer inviabilizar a oposição em Sergipe.

O governo estadual não é novo II “Não se trata de um governo novo. Oficialmente, já tem 10 meses, em abril completa 1 ano, sem falar que esteve presente na gestão de JB como vice e chefe da casa civil, participando dos erros e acertos. Em setembro de 2016, às vésperas das eleições municipais, JB sacou o dinheiro do fundo de previdência para ajudar a Edvaldo, afirmando que dali em diante não mais atrasaria a folha dos servidores ativos e inativos. Mentiu”, lembrou o presidente do PSB.

O governo estadual não é novo III Valadares Filho lembrou que fez a critica no passado alertando que as decisões eleitoreiras iriam repercutir no futuro. “Eu estava certo. É o próprio governador Belivaldo que faz um discurso na Assembleia Quem quebrou a previdência? Jackson Barreto e Belivaldo. Se eu falo a verdade, lembrando o slogan de sua campanha “chegou pra resolver”, Belivaldo procura me desqualificar, procurando em vão subtrair o meu direito de crítica, dizendo que eu tenho que descer do palanque, simplesmente porque perdi as eleições,” lamentou acrescentando que Belivaldo propagou mentiras e promessas inviáveis na campanha e depois pede arrego à sociedade, dizendo “esqueça o que disse”, um dia vai cansar e eles terão a resposta que merecem do povo.

Defesa da vida No Senado, em seu primeiro discurso, Rogério Carvalho reforçou o discurso em defesa da vida, da cidadania, e da democracia. Ele fez ainda uma homenagem aos memoráveis políticos sergipanos Marcelo Déda Chagas e Zé Eduardo Dutra.

Defesa da vida II Diante das palavras de Rogério, o colega Confúcio Moura do MDB/RO falou: “eu vi em Vossa Excelência, senador Rogério, o Marcelo Déda. O Marcelo começou comigo lá na Câmara em 2004 com esse discurso encantador, encantador, maravilhoso. ” E completou: “foram os 20 minutos mais rápidos da minha vida, em que eu vi o senhor transcorrer tão maravilhosamente sobre temas tão profundos e substanciais.”

Pensar Sergipe O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC), em seu primeiro pronunciamento desta nova Legislatura, disse ontem, 18, que já protocolou algumas propostas, mas ressaltou uma delas: a criação de uma Comissão Suprapartidária para ‘Pensar Sergipe’.

Debates “É preciso abrir o debate com empresários, professores, pessoas com ideias que possam ser transformadas nas propostas da Assembleia Legislativa e não apenas de um parlamentar, para que Sergipe saia da situação em que se encontra”, justificou Gilmar.

Adepol e Alessandro Vieira Ontem, 18, a diretoria da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Sergipe (Adepol/SE) se reuniu com o senador e também delegado, Alessandro Vieira (Rede). Na pauta, assuntos do cenário nacional, a exemplo da Reforma da previdência, além do debate sobre a valorização da carreira de Delegado de Polícia. Estiveram presentes: o presidente da Adepol, Isaque Cangussu, e os vice-presidentes, Flávia Félix, Adelmo Pelágio e Tarcísio Tenório.

Parceria do sistema Fecomércio com a Aseopp por ações para desenvolver Sergipe Na busca por ações que possam ajudar no desenvolvimento de Sergipe agregando os setores do comércio e da construção civil, representantes dos dois setores tiveram ontem uma reunião produtiva. Participaram representantes do sistema Fecomércio/Sesc/Senac, tendo a frente o presidente, deputado federal Laércio Oliveira e a diretoria da Associação Sergipana dos Empresários de Obras Públicas e Privadas (Aseopp), que tem como presidente o empresário Luciano Barreto.

Retomada Laércio conversou com os empresários, que apresentaram pleitos que consideram importantes para o exercício da atividade empresarial no estado, destacando ações que estimulem o funcionamento das empresas e a retomada do crescimento das obras da construção civil em Sergipe.

Liderança O presidente da Aseopp, Luciano Barreto, valorizou a liderança de Laércio Oliveira como representante do setor produtivo sergipano. “Precisamos discutir as demandas da classe produtiva, para encontrar alternativas éticas para levar ao governo e Laércio é a pessoa certa para apresentar a contribuição dos empresários para os agentes públicos, devido à sua liderança. Viemos convidá-lo para liderar o projeto que vai alavancar a economia sergipana, pois tem relacionamento forte no estado e em Brasília”, comentou Luciano Barreto.

Demandas Laércio já vem buscando alternativas para melhorar o setor. Ao ser procurado, inclusive pelos pequenos empresários da construção civil sobre as mudanças com as novas portarias referente ao Programa Minha Casa Minha Vida, ele se reuniu com o superintendente da Caixa Econômica Federal em Sergipe e se prontificou em levar a demanda ao Ministério Desenvolvimento Regional.

Jucese e Anoreg/SE discutem integração dos cartórios no Agiliza Sergipe Combater o excesso de burocracia, simplificar processos e proporcionar mais segurança com o objetivo de tornar mais ágil a abertura de empresas no Estado. Esta é a missão da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de

Marco Antônio – Presidente da JUCESE, Andrezza Leite, Assessora da ANOREG e Henrique Maciel, Presidente da ANOREG – Associação dos Notários e Registradores do Estado de Sergipe.

Empresas e Negócios (Redesim) – em funcionamento no Estado através do Portal de Serviços Agiliza Sergipe – que ganhará em breve mais uma entidade integrada: os cartórios.

 Integração Isso porque a Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese) – coordenadora do Portal Agiliza Sergipe – se reuniu, na segunda-feira, 18, com a Associação dos Notários e Registradores do Estado Sergipe (Anoreg/SE) para tratar, justamente, da futura integração dos cartórios no projeto.

 Instituições Em Sergipe, assim como nos outros estados do país, a Junta Comercial, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – sociedades advocatícias – e os cartórios são as três instituições aptas a realizar o registro empresarial. No caso dos cartórios são feitos os registros de pessoas jurídicas como sociedades simples, associações sem fins lucrativos, organizações religiosas, condomínios, partidos políticos.

 Portal Já fazem parte do Portal Agiliza Sergipe a própria Jucese, Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), Receita Federal, Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária Estadual e 61 Prefeituras Municipais (Setor de Tributos e Vigilância Sanitária).

Espaço virtual “Desde que a Redesim foi implantada no Estado, a Junta Comercial assumiu esta atribuição de unir num único espaço virtual e seguro todos os órgãos envolvidos no registro e na legalização de sociedades de todas as naturezas jurídicas. Então, para nós, é mais uma missão integrar agora os cartórios. Nesta reunião de hoje, vimos um interesse muito grande deles. Dentro das próximas semanas, acredito que iremos assinar o termo de cooperação técnica junto com a Anoreg de Sergipe para oficializar a adesão ao portal”, afirma o presidente da Jucese, Marco Freitas.

Jovens aprendem técnicas de cultivo e reprodução de cactáceas Jovens dos Assentamentos João Pedro Teixeira, Florestan Fernandes e Modelo, de Canindé do São Francisco participaram de uma visita técnica ao Cactário Vovô Fula, em Porto da Folha/SE, para conhecer a coleção de cactáceas do veterinário Luís Ferreira, um estudioso e defensor das plantas da caatinga.

Atividades produtivas Os jovens dos assentamentos fazem parte de uma ação de construção de atividades produtivas com foco no turismo sustentável, dentro do Projeto de Desenvolvimento e Inclusão Produtiva para o Semiárido Sergipano, realizado pelo Sebrae na região.

Técnicas de reprodução Na visita técnica eles buscaram aprendizados sobre técnicas de reprodução de cactáceas que pretendem utilizar na gastronomia e como souvenir para turistas e visitantes. Esse projeto vem contando com parceria da Endagro e Secretaria de Turismo de Canindé do São Francisco. Estiveram ainda na visita a consultora do Sebrae, Gilná Xavier, a técnica da Endagro, Lucia Andrade, e também alunos do 9º ano do Colégio Estadual Cel. Maynard Gomes, de Porto da Folha.

 

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

PRAINHA DE AMPARO ABANDONADAQUAL É SEU COMENTÁRIO SOBRE ESSAS IMAGENS ? A página AMPARO É MEU LUGAR vem pedir mais atenção com a prainha de Amparo de São Francisco, abandonada pela a atual gestão.O principal ponto turístico do município encontra-se totalmente esquecido pelo prefeito da cidade.

Publicado por Amparo É Meu Lugar em Quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Amparo do São Francisco E pelo Facebook a página Amparo é Meu lugar” não só está mostrando as atrações da cidade de Amparo do São Francisco como também vem divulgando obras não concluídas na cidade. Entre elas a orlinha local, cuja obra está parada há oito anos, onde foram construídos os quiosques dos bares com licença e tudo mais. O responsável pela página, Neto, lembra que a conclusão da obra vai gerar emprego e renda para o município que necessita muito.

PELO E-MAIL E FACEBOOK

COMUNICADO – Reunião comunidade do Bairro Jabotiana na quinta-feira, 21

Bom dia a todos da comunidade Jabotiana nos últimos dias estive apelando as mídias sociais, televisivas e rádio FM’s afim de alertar e apelar para um problema de um aterro de um lago aqui no Santa Lúcia (Jabotiana).
A comunidade está indignada, estarrecida com a degradação pois ali estão aterrando e consequentemente destruindo toda fauna local além da flora da mata Atlântica que cerca o lago.

Além de que nesta região, quando ocorrem as cheias provocadas por chuvas em excesso, por conta da incapacidade de vazão e falta de investimento em infraestrutura no Rio (assoreamento e impermeabilização do solo devido ao avanço urbanístico), neste espaço do lago a área que vem sido aterrada, serve de refugo para expansão do Rio Poxim, e sempre que ocorrem as enchentes que sem esse aterro já há mais de 40 anos inunda casas no conjuntos residenciais, JK, Sol Nascente, Largo da Aparecida e Santa Lúcia a comunidade sofre a perda de praticamente tudo dentro dos seus lares além de desvalorizar seus imóveis.

Digamos de passagem, o que nós Sergipanos fazemos ao Rio Poxim é cruel, imoral e degradante. Porque as águas deste Rio que sempre sustentou o abastecimento da capital, ainda abastece mais de 40% desta cidade.

Sendo que depois da barragem e da estação de captação de água a chamada Adutora, o Rio fica a mercê do descaso, da poluição e do descarte de dejetos sanitários, o que é um crime que nos remete a irracionalidade, insensibilidade e imaturidade de não enxergar a beleza natural do único bairro verde que resta em Aracaju.

No tocante ao Lagoa Doce do Areial no Conjunto Santa Lucia, gostaríamos da atenção de vcs para que vejam e reportem a degradação ambiental que tem sido esse aterro para construção da estação de tratamento neste bairro.

Sei da importância desta obra da estação de tratamento de esgoto e seus benefícios, afinal saneamento é vida além de prevenir muitas doenças, mas indago por saber que não é preciso aterrar o imenso lago existente!
São mais de 100 caçambadas de aterros diariamente e isso ocorre a mais de 40 dias!

A construção é degradante e a parcela da comunidade que tem conhecimento do problema, sabendo das consequências óbvias não aprovam o aterro da lagoa.

Diante do exposto Convidamos toda a comunidade do bairro Jabotiana a participar da reunião no Conselho de Moradores do Santa Lúcia na praça principal ao lado da igreja católica, no dia 21 de fevereiro (Quinta-feira) às 19hs.

Esse tema é do interesse de todos e demanda sem exceção sobre a vida de todos os moradores deste bairro.
Repassem e comuniquem aos vizinhos, Obrigado!!!

Victor Fontes
Presidente do Conselho Interativo de Segurança da Jabotiana – CONSEJA

DO BLOG ESPAÇO MILITAR

CENTRAL DE POLÍCIA JUDICIÁRIA MILITAR (CPJM) DA PMSE POSSUI DIVERSAS DEFICIÊNCIAS, SOBREGARGA DE TRABALHO PARA OS POLICIAIS MILITARES E DIFICULTA TRABALHO DO ADVOGADO NA DEFESA DO SEU CLIENTE.

O blog Espaço Militar tomou conhecimento de que a Central de Polícia Judiciária Militar (CPHM) da PMSE, situado na Avenida Augusto Franco, esquina com a Rua Maruim, possui diversas deficiências e não está proporcionando um serviço de qualidade para os policiais militares que são responsáveis pelos IPMs e outros procedimentos, bem como, dificulta o trabalho do advogado na defesa do seu clientes.

Os principais problemas encontrados são os seguintes:

1 – Ausência de um local reservado e com logística para o advogado exercer a “entrevista pessoal e reservada” com o seu cliente;

2 – Insuficiência de notebooks e/ou computadores para atender a demanda do corpo de oficiais;

3 – Constante queda de internet, dificultando as investigações;

4 – Divisórias tipo “sala”, com medidas e quantidades desproporcionais para comportar o oficial investigador, o escrivão, o investigado e seu advogado, sem contar ainda que as salas são abertas (as divisórias não vão até o teto) e o que se conversa, pode perfeitamente ser ouvido nas salas vizinhas.

5 – Ausência de central de ar condicionado;

6 – Ausência de local apropriado para fazer o desarme de material bélico (arma);

7 – Desconhecimento por parte de alguns oficiais da Lei nº 13.245, de 12 de janeiro de 2016, que trata de alteração no Estatuto da OAB e assegura direitos aos advogados;

8 – Ausência da publicidade de um telefone de contato;

9 – Distribuição irregular de IPMs para os oficiais, em torno de 6 (seis), para serem concluídos em no máximo 60 (sessenta dias), gerando sobrecarga e comprometimento nos trabalhos, inclusive com oficiais baixados pelos motivos declinados;

10 – Efetivo insuficiente de praças para atender a função de escrivão dos IPMs.

É lamentável que um setor tão importante não tenha a devida estrutura. Estaremos acompanhando o caso, que será levado ao conhecimento da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe, para que possa solicitar providências de uma melhor estrutura para a CPJM e consequentemente, também para os advogados.

Nota Pública de Repúdio
O prefeito eleito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, vem repudiar publicamente a ação nefasta e hedionda de seus opositores que, no afã de tentar confundir a opinião pública e colocar em xeque a total independência dos poderes, espalham fake news mencionando que Valmir e seus aliados já estariam certos do retorno do gestor à prefeitura.
Além de mentira, percebe-se a maldade imbuída nessa atitude covarde, que se esconde atrás de números de Whatsapp desconhecidos, pois a Justiça é livre para decidir o que melhor lhe aprouver. E sempre respeitamos e confiamos na Justiça de Sergipe que nestes processos envolvendo matadouros fomos o único prefeito que não recorreu a instância superior em Brasília.
De nossa parte, resta como conforto certeza de que a verdade sempre vence a mentira, uma vez que, mesmo diante dos sofrimentos pelos quais passamos, a nossa fé em Deus tem prevalecido acima do mal e da sede odienta de poder que algumas pessoas insistem em alimentar.

CURSO

Em tempos de crise, Aracaju recebe curso voltado para recuperação judicial de empresas nesta sexta e sábado

Após o sucesso do curso “Pericia em Falência e Recuperação Judicial”, o expert contador Eduardo Boniolo – profissional paulistano com 25 anos de experiência em instituições financeiras multinacionais – volta a Aracaju para ministrar agora o curso “Recuperação Judicial – Visão Empresarial”, promovido pela Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC), nesta sexta e sábado, 22 e 23, no Hotel da Costa.

Voltado para profissionais e estudantes da área da Contabilidade – valendo 16 pontos para peritos no PEPC-CFC – e interessados na atuação profissional em perícia contábil, o curso tem como objetivo instruir os participantes para futuras atuações como perito assistente técnico junto a empresas devedoras, em processos de recuperação judicial, ao longo de 16 horas de carga horária.

“O objetivo deste nosso curso, justamente, é debatermos sobre os tipos de crise enfrentados pelas empresas e quais soluções são aplicadas”, reforça o palestrante Eduardo Boniolo, que é autor do livro “Perícias em falências e recuperação judicial” e expert na elaboração de planejamento estratégico para empresas em processos de recuperação judicial.

O curso terá parte teórica e prática. “Vamos fazer um estudo de caso de uma recuperação judicial, onde os participantes terão a oportunidade de trabalhar toda a fundamentação técnica necessária para a instrução de um processo de recuperação, e de elaborar um plano de recuperação, de acordo com a capacidade da empresa e a necessidade dos credores. Vamos também apresentar esse plano em assembleia”, explica Boniolo.

Diretora de operações da FBC, Sandra Santiago, ressalta a importância do curso, que foi bastante procurado ano passado. “Diante do sucesso de 2018, a procura por inscrições foi tanta que as vagas se esgotaram dias antes, a fundação está trazendo o Eduardo novamente para Aracaju, desta vez, para ministrar o curso focado mais na visão empresarial, da empresa. Com certeza, é uma oportunidade excelente para os profissionais que desejam atuar como peritos em empresas mergulhadas em dívidas, nesses tempos de crise financeira”, afirma.

INVESTIMENTO

Com investimento de R$ 450,00 (à vista) ou 4x sem juros de R$ 125,00, os interessados devem se inscrever no site da FBC: https://www.fbc.org.br/cursos/ . Ao acessar o campo de inscrição, o futuro participante é direcionado ao sistema de eventos do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), onde é necessário realizar um cadastro de usuário. Após isso, é só seguir as etapas solicitadas e concluir a inscrição.

PARCERIAS

Com a realização da Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC), o curso tem o apoio do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de Sergipe (CRCSE) e do Núcleo Treinamento Profissional (NTP).

PELO TWITTER

www.twitter.com/jornaldacbn Os 7 pecados sociais, por Gandhi, citados por @marcelotas no @jornaldacbn:
1- Política sem princípios
2- Riqueza sem trabalho
3– Prazer sem consciência
4- Conhecimento sem caráter
5- Comércio sem moralidade
6- Ciência sem humanidade
7- Religião sem sacrifício.

www.twitter.com/Antonio_Doria A política de Resido Sólido que esta em vigor no Brasil . como Anda as fiscalizações dos órgãos Ambientais no Lixões, Cemitérios , só vejo fechar Matadouro. @BlogClaudioNun

www.twitter.com/Antropofagica Nunca pensei que fosse tão reconfortante votar nulo. Chega a ser terapêutico, eu recomendo.

www.twitter.com/frednavarro Sempre que a mídia garante que um filme brasileiro foi aplaudido de pé em festivais europeus, o tal filme não recebe um mísero prêmio. Parece praga.

www.twitter.com/clovis_silveira Temos uma boca e dois ouvidos mais jamais nos comportamos proporcionalmente!

www.twitter.com/gabjoaoantonio PARAFRASEANDO MAHATMA GANDHI. Sete pecados sociais: política sem princípios, poder sem equidade, prazer sem racionalidade, conhecimento sem caráter, cegueira pelo lucro, ciência sem humanidade e culto ao autoritarismo.

Siga Blog Cláudio Nunes:

Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia
“Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para conseguir.” Dalai Lama.

Atenção Emsurb! Não é uma foto velha, foi tirada ontem, 18, na esquina das Riachuelo com Dom José Thomaz, no Bairro São José: lixo tomando parte da rua e a faixa de pedestre. Até quando?

 

Comentários