De quem é a Amazônia, afinal?

0

A pergunta acima não é deste jornalista, mas manchete de uma matéria do jornal norte-americano The New York Times publicada no último domingo. Segundo a transcrição, publicada pela Folha On line, o jornal norte-americano afirma que a sugestão feita por líderes globais de que a Amazônia não é patrimônio exclusivo de nenhum país está causando preocupação no Brasil. No texto intitulado “De quem é esta floresta amazônica, afinal?”, assinado pelo correspondente do jornal no Rio de Janeiro Alexei Barrionuevo, o jornal diz que “um coro de líderes internacionais está declarando mais abertamente a Amazônia como parte de um patrimônio muito maior do que apenas das nações que dividem o seu território”.

 

O jornal cita o ex-vice-presidente americano Al Gore, que em 1989 disse que “ao contrário do que os brasileiros acreditam, a Amazônia não é propriedade deles, ela pertence a todos nós”. “Esses comentários não são bem-aceitos aqui (no Brasil)”, diz o jornal. “Aliás, eles reacenderam velhas atitudes de protecionismo territorial e observação de invasores estrangeiros escondidos.” O jornal afirma que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenta aprovar uma lei para restringir o acesso à floresta amazônica, impondo um regime de licenças tanto para estrangeiros como para brasileiros.

 

“Mas muitos especialistas em Amazônia dizem que as restrições propostas entram em conflito com os próprios esforços (do presidente Lula) de dar ao Brasil uma voz maior nas negociações sobre mudanças climáticas globais – um reconhecimento implícito de que a Amazônia é crítica para o mundo como um todo”, afirma a reportagem. O jornal diz que “visto em um contexto global, as restrições refletem um debate maior sobre direitos de soberania contra o patrimônio da humanidade”.”Também existe uma briga sobre quem tem o direito de dar acesso a cientistas internacionais e ambientalistas que querem proteger essas áreas, e para companhias que querem explorá-las.””É uma briga que deve apenas se tornar mais complicada nos próximos anos, à luz de duas tendências conflituosas: uma demanda crescente por recursos energéticos e uma preocupação crescente com mudanças climáticas e poluição.”

 

Deste jornalista: Os Estados Unidos estão desesperados com o desnudamento de sua política econômica baseada num modelo arcaico, na exploração dos países subdesenvolvidos e agora partem para “o tudo ou nada”. A Amazônia representaria para os EUA neste momento um novo fôlego, com uma riqueza sem precedentes, que seria usurpada em nome do meio ambiente e da salvação do planeta Terra. Lamentavelmente a política adotada pelos governos FHC e Lula não ajudaram a acabar com qualquer tentativa de tomada da Amazônia.

 

A preservação da Amazônia assim como sua soberania é assunto de segurança nacional. Não precisa criar o Exercito da Amazônia, mas fazer valer os direitos dos brasileiros. É fácil que alguns países chamados desenvolvidos tenham acabados com suas florestas e cobrem agora, a responsabilidade do Brasil. Chega de aproveitadores!

 

Essa história da internacionalização da Amazônia patrocinada por alguns meios de comunicação e pelos jornalistas vendidos é algo que não deve continuar na mídia internacional. Falam em choro nacionalista ultrapassado, quando na verdade estão ganhando para entregar a principal riqueza do país. É fácil o governo acabar com essa história. É necessária uma ação enérgica e imediata. A começar pelos EUA! Lula faça alguma coisa antes que os gringos retirem a Amazônia do mapa do Brasil junto a Organização das Nações Unidas, já que em várias escolas norte-americanas, a Amazônia já aparece como uma fronteira internacional.

 

Cadê a conclusão da obra Barra/Atalaia Nova?

Estão paralisadas as obras de ampliação da rodovia Barra/Atalaia Nova? Em agosto do ano passado foram iniciadas as obras de recuperação da rodovia que liga o centro da Barra dos Coqueiros até a Atalaia Nova. A previsão é que a obra estaria concluída no final do ano. Com recapeamento, aumento da pista, iluminação e ciclovia. Quem passa no local vê poucas máquinas ou quase nada. Qual o motivo de tanta vagareza? Será que o novo governo vai usar do mesmo artifício dos governos anteriores? Deixar para acabar e inaugurar a obra perto das eleições? Que mudança é essa?  Com a palavra os responsáveis pela obra…

 

Mandinga na Fazenda

Até parece que foi colocado uma espécie de mandinga na secretaria da fazenda. Nos últimos  10 anos três dos ocupantes da pastas tiveram sérios problemas com a justiça. O primeiro foi José Figueiredo com o escândalo da venda de um terreno de sua propriedade ao próprio estado por cerca de um milhão de reais, agora com o episódio da navalha vem Max Andrade e Gilmar Mendes.

 

PM: seria trocar seis por meia dúzia

Ontem, 19, no programa apresentado por Fábio Henrique foi divulgado que nos bastidores da PM falasse que o comandante Péricles será substituído pelo coronel Magno, aquele que hoje está na Guarda Municipal. Ninguém confirma é deve ser um mero boato. Seria o mesmo que trocar seis por meia dúzia. O problema da PM é o excesso de coronéis. Boa parte deveria ir para a reserva – já que tiveram suas oportunidades e atuaram quase nada – para que pudesse ser realizada a ascensão de novos oficiais. Quem sabe nestes novos não aparece a solução para o problema da PM em Sergipe.

 

Sobre a defensoria pública e patrulhamento

A coluna recebeu diversos e-mails elogiando a posição de defender que a Constituição Federal seja respeitada e a Defensoria Pública tenha sua autonomia. Pelos votos no STF cedo ou tarde todos os Estados do país terão que cumprir a CF. Sobre a polêmica e o debate de alguns leitores com a resposta da defensora Emilia Correa este jornalista informa que não abrirá mão deste espaço em debater e publicar e-mails dos leitores, mesmo que alguns não desejem se identificarem porque são servidores públicos. Este espaço não aceita patrulhamento de ninguém e muito menos qualquer tentativa de censura por conta de processos judiciais. A defensora Emília Correa, por duas vezes, criticou o espaço porque o mesmo publica opiniões de leitores, sem a identificação. Novamente: este espaço não aceita patrulhamento de ninguém e até o presente momento não manifestou sua posição sobre a polêmica. E, mesmo tendo já lido e se informado juridicamente sobre o que rege a CF sobre os defensores que ingressaram de 1986 para cá na Defensoria, não emitiu nenhuma opinião. Pelo menos por enquanto…

 

Uso irregular dos veículos

Não se assuste caro leitor. Este jornalista continua sendo informado sobre o uso irregular dos veículos. É que está preparando uma “grande surpresa”. Não para os que usam os veículos para fins particulares, mas para responsabilizar quem devia tomar as devidas providências e nada faz. Omissão é crime, principalmente de uma autoridade. Vai abalar as estruturas…

 

Pichações continuam em Aracaju

Os pichadores não se intimidaram em Aracaju e continuam atuando na madrugada. Em diversos locais onde não tinha pichação, agora aparece. A turma dos anões da Branca de Neve continua trabalhando a todo vapor e usam até mesmo escadas para pintar alguns pontos altos. Pelo andar da carruagem em breve, alguns destes anões serão pegos no flagra.

 

Entrada secreta em Malhador

Em Malhador está sobrando dinheiro. O prefeito, Marcos Élan Araujo, porque a Prefeitura só tinha uma entrada onde passam todos os servidores e ele próprio, resolveu construir uma nova entrada estratégica. Desta forma, construiu uma passagem secreta que dá acesso pelo Conselho Tutelar, já que o órgão é vizinho a Prefeitura, numa rua lateral. Agora o prefeito Marcos Élan, que pelo jeito de autoritário não tem nada, entra e sai da Prefeitura sem ser visto pela população e pelos servidores.

 

Ampliação da rede de esgoto da Farolândia I

Uma obra invisível, mas que traz um imenso benefício para a qualidade de vida da população e para a preservação do meio ambiente. Esta é uma das principais características da implantação do sistema de esgotamento sanitário, a exemplo da obra que será realizada no bairro Farolândia, a partir da ordem de serviço assinada pelo governador Marcelo Déda, na noite de ontem, 19, na Praça da Creche, no Augusto Franco.  A iniciativa prevê a instalação de mais 41,3 quilômetros de redes coletoras percorrendo os conjuntos Orlando Dantas, Augusto Franco e Farolândia. Com essa medida, será oferecido um benefício significativo para as condições de vida, saúde pública e qualidade ambiental em toda a região, já que todos os dejetos serão coletados e tratados adequadamente, evitando a deposição dos esgotos brutos no rio Poxim, no rio Sergipe e a contaminação de mananciais da região.

 

Ampliação da rede de esgoto da Farolândia II

A obra integra as ações do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) voltadas à preservação de recursos naturais e infra-estrutura urbana, onde o investimento será de R$ 9,2 milhões, sendo R$ 1,5 milhão do Governo do Estado e R$ 7,7 milhões do Governo Federal. “Essa é uma medida que beneficia diretamente 31.500 aracajuanos e permitirá a realização de 6.421 ligações domiciliares”, informou o governador. Segundo Déda, as medidas de saneamento serão desenvolvidas em todas as três cidades que margeiam o rio Sergipe, além de diversos outros investimentos, incluindo instalação de redes de abastecimento de água, que totalizam um investimento de aproximadamente R$ 300 milhões em toda a grande Aracaju. “É o maior investimento em redes de esgoto e abastecimento de água da história da nossa capital, graças à parceria que firmamos com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, através do PAC”, sentenciou o governador. “Graças a isso, vamos alcançar o patamar histórico de dotar 80% da capital com cobertura de redes de esgoto”, completou. (ASN).

 

Novas juízas substitutas do TJ I

Tomaram posse ontem, 19 à tarde, no auditório do Tribunal Pleno do Palácio da Justiça duas novas Juízas Substitutas da Magistratura de carreira do Poder Judiciário de Sergipe, as Bacharelas em Direito, Iracy Ribeiro Mangueira Marques e Andréa Caldas de Souza Lisa, aprovadas no concurso público realizado pelo TJ, através do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) da Universidade de Brasília (UNB), em 2004. Depois que prestaram juramento e foram empossadas, as novas Juízas Substitutas foram saudados pelo presidente da Associação dos Magistrados de Sergipe (Amase), Juiz Marcelo Augusto Costa Campos, que felicitou as novas colegas destacando que a perseverança das duas novas Juízas. “Duas mulheres que são qualificadas e que não abriram mãos dos seus sonhos. Vocês ultrapassaram todas as barreiras e agora honram a Magistratura sergipana”, frisou.

 

Novas juízas substitutas do TJ II

Em nome das empossadas, discursou a nova Juíza Iracy Ribeiro Mangueira Marques. Inicialmente ele fez um relato dos sonhos de todo estudante de Direito. Emocionada, Dra. Iracy ressaltou que os quatro anos de espera trouxeram realizações e maturidade “Cada avanço, cada etapa foi comemorada. Hoje temos a certeza que o ser humano não nasce para ser advogado, delegado ou magistrado. O Ser humano nasce para ser feliz!” Antes de encerrar a solenidade, o Desembargador José Artêmio Barreto, saudou as novas colegas em nome do Poder Judiciário. “Assumem nesta tarde um compromisso com a sociedade sergipana de bem servi-la ao disponibilizarem toda sua capacidade de trabalho e inteligência”, disse.

 

Sobre Iracy Mangueira

Filha do histórico militante comunista Wellington Mangueira, Iracy Mangueira era delegada de carreira. Iracy, com certeza, honrará mais uma vez o cargo que conquistou através do concurso público. Filha de Wellington e Laurinha,  duas pessoas que sofreram as marcas da ditadura militar neste país. Iracy chega ao TJ realizando um sonho do pai, que foi o mais votado pela OAB, para o quinto constitucional há alguns anos, mas o governador da época não escolheu o mais votado. Cyzinha, como é chamada pelos amigos, conseguiu lotar ontem o auditório do pleno do TJ. O grande número de delegados presentes e de amigos deste o movimento estudantil, mostrou como ela é querida.

 

Concursos públicos: uma grande indústria

Um leitor alertou para reportagem exibida pelo Jornal Nacional no último sábado mostrando que os concursos públicos viraram uma grande indústria. Diga-se de passagem, uma bilionária indústria, que envolve desde a fabricação e venda de apostilas até a proliferação indiscriminada de “cursos preparatórios” e mesmo faculdades que, ao invés de formarem o profissional, formam concursandos que, não raro, precisa fazer também um “cursinho preparatório”. Aqui em Sergipe não é diferente, o emprego no setor público, ou numa empresa estatal virou algo como um sonho encantado, ou uma corrida ao ouro. E em se tratando de corrida ao ouro, sempre surgem os que dela tiram vantagen$. São os empresários donos de “cursos preparatórios”, faculdades, diretores de “fundaçõe$” que realizam concursos, gráficas, publicações especializadas etc. Até mesmo o poder público tirou sua casquinha, vide os inúmeros concur$o$ realizados, em todas as esferas de poder,  onde jamais a totalidade dos aprovados foram convocados. Será que essa realidade irá mudar algum dia?

 

Impasse continua em Porto da Folha

Em Porto da Folha continuam as especulações sobre as composições para as eleições deste ano. O PDT está somando-se ao PMDB e indicou Marlene Feitosa para ser vice-prefeita. Mas duas lideranças do partido, Zé de Joãozinho e Manoel do Posto não ficaram satisfeitas. Já o PTB juntou-se ao DEM e indicou Manoel Gasolina candidato a vice. Mas seu grupo também ficou um tanto descontente e poucos acompanharão essa decisão. O candidato à reeleição, o prefeito Manoel de Rosinha, do PT, está só aguardando todas as arrumações para ver da onde sairá o seu vice: do PSB, do PMDB ou até mesmo do PSDB. Será?

 

Servidor tem ou não o direito de escolher seu banco?

Este colunista consultou um jurista sobre a polêmica de o servidor ser obrigado a receber no banco em que a administração pública desejar. Em breve publicará algumas opiniões. O certo é que os problemas existem. Por exemplo, a decisão da Prefeitura de Socorro passar para o Itaú trouxe sérios transtornos para os servidores. Para fazer o DOC sem pagar a taxa o servidor tem que falar mensalmente e diretamente com o gerente (que sempre estão com filas imensas), caso faça a transferência no cash tem taxa R$7,80, temos apenas 03 agencias Itaú em Aracaju e abriu 01 recentemente em Socorro. Cash não tem em todos os lugares causando um enorme problema para os servidores.

 

Manifestação de estudantes em Monte Alegre

O Grêmio Estudantil do Colégio Estadual 28 de Janeiro, situado na cidade de Monte Alegre de Sergipe, irá promover nesta terça-feira, 20, uma Mobilização contra o abandono em que se encontra o referido estabelecimento de Ensino, pois o Colégio está sem nenhum Auxiliar de Serviço Geral, só com uma Merendeira e sem Oficial Administrativo.  Nas últimas duas semanas os alunos e os professores estão se relacionando no meio da sujeira e do odor dos banheiros. O Governo do Estado tem que olhar para o Sertão também e não só para a Capital.

 

Aumento da área verde em Aracaju

Amanhã, 21, às 8 horas, prefeito Edvaldo Nogueira lança o projeto piloto de arborização do município de Aracaju. A solenidade acontece no auditório do Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos. A iniciativa busca elevar ainda mais a qualidade de vida da população residente na capital sergipana, já reconhecida pelo Ministério da Saúde como a melhor entre as capitais do país.

Em parceria com empresas públicas e privadas, a Prefeitura, por meio da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), vai dar início a uma série de ações voltadas ao aumento da área verde da cidade. Além do plantio de árvores nas vias e logradouros públicos, praças e parques, o projeto prevê ainda a conservação das espécies já existentes.

 

Desrespeito em Umbaúba I

Do leitor Marcos Simplício dos Santos: “Ao passar o final de semana visitando amigos e familiares em Umbaúba, me deparei com uma situação muito desagradável. Ao acompanhar uma pessoa ao “hospital de pequeno porte” como é denominado o local, chegamos  exatamente as 19 h, onde fomos muito bem acolhidos pelas funcionárias de plantão, que nos informaram que logo o médico Dr. Nilson cujo plantão seria das 1hs às 07hs  chegaria. Após alguns minutos começaram a chegar mães com crianças ardendo em febre, uma pessoa ferida á bala, outros com necessidade de atendimento urgente, e logo o pequeno saguão ficou lotado”.

 

Desrespeito em Umbaúba II

Continua Marcos Simplício: “As 22 h deixamos o local e retornamos para casa, na ocasião até brinquei com a atendente, aconselhando-a a chamar o padre para atender os pacientes, pois o Dr. Nilson, não chegou e nem avisou o motivo do não comparecimento, tão pouco alguém sabia do seu paradeiro. Durante esse tempo que fiquei no local as auxiliares de enfermagem escolhiam quem estava pior e colocava na ambulância com destino á Estância, no caso do ferido a bala ainda o mandaram torcer para que tivesse cirurgião naquele plantão. É revoltante ver tamanho desrespeito com o cidadão que paga tantos impostos caros, e quando precisa de um misero atendimento não tem. Detalhe: o cidadão Gidalvo Alves, que fez a ficha as 19hs e às 22hs foi embora sem atendimento retornou ao posto-hospital as 06hs da manhã no dia seguinte, e foi encaminhado numa ambulância junto com uma mulher para dar a luz e uma criança vomitando para ser atendido em Estância, pois ainda não havia médico em Umbaúba”;

 

Gualberto: “E agora, João?”

“E agora, João?”. Esse é o questionamento que o deputado líder da bancada governista, Francisco Gualberto (PT), fez ontem,19, ao ex-governador de Sergipe, João Alves Filho. A expressão copiada do poema “José”, de Carlos Drummond de Andrade, representa a indignação do deputado com a postura de João Alves diante das acusações feitas recentemente contra ele pelo Ministério Público Federal (MPF). De acordo com Gualberto, o ex-governador envolvido diretamente na Operação Navalha, da Polícia Federal, quer agora sair de vítima. “João Alves precisa se defender, pois é um direito que ele tem. No entanto, ele tem que se justificar, e se for inocente, naturalmente será inocentado. Mas se a denúncia do Ministério Público Federal for acolhida, ele terá que responder”, advertiu o deputado.

 

10% dos mais ricos detêm 75% da riqueza

Ao defender a proposta de reforma tributária proposta pelo Executivo o senador Valadares (PSB), apresentou ontem dados assustadores do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA, que indicam que os 10% mais ricos no Brasil detêm 75% da riqueza.” Desta forma” – comentou –“ mesmo diante dos dados que indicam os benefícios advindos dos programas sociais para o combate à pobreza, a desigualdade social estrutural no país ainda permanece inalterada”.“Para  corrigir as várias distorções que temos na área tributária –  uma das principais causas da concentração de renda nas mãos de poucos brasileiros,  a reforma tem que se aprofundar muito mais do que o proposto pelo Executivo. Especialmente na inversão dos critérios de taxação, reduzindo a carga sobre o consumo, pois ela é elevada demais, o que significa uma penalização brutal da camada mais pobre da população”, enfatizou.

 

Detentos sergipanos farão provas de supletivo

Nesta terça-feira, 20, 204 detentos dos presídios de Sergipe vão fazer as provas do exame supletivo para conclusão dos ensinos Médio e Fundamental. A ação é uma parceria da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc) e Secretaria de Estado da Educação (SEED).  Segundo a pedagoga do Departamento do Sistema Penitenciária (Desipe), Elane Marques, que integra a coordenação do supletivo, a realização dos exames é uma ação essencial para os internos. “Eles precisam de estímulo para perceber que há oportunidades para reverter os erros cometidos, e ações de cidadania como a do supletivo trazem disposição e esperança para os detentos”, declarou.Todos os presídios terão participação no processo seletivo. As unidade que mais tiveram inscritos foi o Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão e o Presídio Feminino. As provas vão iniciar às 8h e devem acabar por volta das 16h.

 

Primeiro salário dos concursados

De um leitor: “Gostaria que  solicitasse da Secretaria de Administração do Estado(SEAD) uma informação sobre quando irá sair o primeiro salário dos concursados admitidos em 14/04/2008. Tenho uma pessoa da família que assumiu o cargo de Oficial Administrativo, não recebeu vale transporte nem salário do mês de abril e ao que tudo indica, segundo informações extra oficiais,  possivelmente não sairá salário ainda no mês de maio. Algumas pessoas, segundo essa pessoa da minha família, estão com dificuldade de comparecer ao trabalho por falta de vale transporte. Outras que dependem totalmente do salário para sobreviver, estão pedindo ajuda até para a própria alimentação”.

 

Frase do Dia

“Estrela invisível,/acende meus sonhos./O mundo é tão triste./Há tantos gemidos nos peitos dos homens./Há tantas auroras pedindo canções./Acende meus sonhos, estrela de Deus”. Firmino Rocha, poeta baiano.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais