Dom da ubiquidade na PM

0

Enquanto os assaltos são muitos em Aracaju, na PM, um grupo privilegiado viaja a todo tempo, com a justificativa de um time de futebol de salão. Passaram quase um mês (agosto) em Miami (EUA) e hoje estão na Bélgica. Ainda este ano foram para Amazonas e Espírito Santo. Qual a prioridade da PM? Um time de futebol ou a segurança do Estado? É uma inversão de valores sem precedentes em Sergipe.

 

Já no final do mês de novembro, 44 policiais militares foram participar em Recife (PE) dos Jogos Interclubes da PM e do Corpo de Bombeiros. Cada um recebeu 05 (cinco) diárias de alimentação e 04 (quatro) de pousada. Foram 360 diárias retiradas do dinheiro público para participarem dos jogos no final de semana em Pernambuco. É essa a prioridade para a segurança em Sergipe? Na lista, tem soldado, cabo e sargento que não praticam nenhum esporte.

 

E tem mais: Um Major, no Boletim Geral 028 de 13/11/08 recebeu 05 diárias de alimentação e 4 de pousada para passar o final de semana em Pernambuco juntamente com mais 43 oficiais, pelo período de 20 a 24 de novembro, mas misteriosamente recebeu mais diárias por ter se deslocado em 24/11/08 para a cidade Cajazeiras/PB, no período de 24//11 a 04/12. Ou seja, o comando da PM está desafiando a física, Newton já dizia “que um corpo não pode ocupar dois lugares diferentes ao mesmo tempo”.  Mas no caso da PM de Sergipe um major tem o dom da ubiquidade e consegue estar em dois lugares ao mesmo tempo. Abra o olho governador, depois não adianta chorar o leite derramado…

 

Areia Branca

Amanhã, 03, este espaço vai analisar a ação que o MPF recebeu de uma denúncia grave em Areia Branca que já foi publicada nos jornais locais. A gravação entre o ex-prefeito Zé da Serraria e o prefeito eleito Agripino é algo surrealista. Só acredita quem ouvir. Num país sério tinha muita gente presa…

 

Ação idêntica

Tramita na Justiça Eleitoral de Lagarto uma ação por crime eleitoral contra o prefeito eleito Valmir Monteiro (PSC), cujo teor é o mesmo que culminou na cassação dos registros de candidatura do prefeito eleito de Manaus, Amazonino Mendes (PTB), e do vice, o  deputado federal Carlos Souza (PP). Lá, eles foram denunciados por crimes de captação ilícita de sufrágio por conta da distribuição aleatória de vale-combustível. Em Lagarto, durante a campanha, assessores de Valmir Monteiro foram flagrados em dois postos de gasolina abastecendo centenas de motos e carros que iriam participar de uma carreata. Vídeos e fotos foram anexados à denúncia, além de dois vales assinados por um dos coordenadores da campanha do prefeito eleito. Se o entendimento for o mesmo, em Lagarto poderá haver alguma surpresa nos próximos dias.

 

Senadores do DEM

O ex-governador João Alves Filho trabalha para lançar um nome do DEM para disputar uma das duas vagas para o Senado em 2010. A outra vaga vai deixar para o PSDB, se Albano topar. No DEM fala-se em José Carlos Machado ou Pedro Valadares. No outro lado, tem um candidato certo: o senador Valadares. A outra vaga é disputada entre Jackson Barreto e Eduardo Amorim.

 

Amorim se eleito, vai disputar o governo em 2014

No bloco da situação tem muita gente não querendo a candidatura de Amorim ao Senado porque o projeto político dele é ser candidato a governador em 2014 contra o candidato de Marcelo Déda (se este for reeleito em 2010). Por isso ninguém duvide se Jackson Barreto não abrir mão da candidatura ao Senado.

 

Crescimento do PDT

O prefeito eleito de Socorro, Fábio Henrique foi o único representante de Sergipe na reunião do Encontro Nacional do PDT realizado em Brasília. Fábio falou em nome do partido e ressaltou o crescimento da sigla no Estado. A Direção Nacional reconheceu que Sergipe foi o Estado onde o partido mais cresceu no Nordeste.

 

PDT apoiará Amorim

O acordo para que o PSC e o PR apoiasse à reeleição de Ulices Andrade na Assembléia custo caro para o PDT. O partido fechou questão para apoiar a candidatura de Eduardo Amorim ao Senado Federal. Uma pergunta. Se os candidatos do bloco do governo forem Valadares e Jackson Barreto o PDT romperá com a situação?

 

Assembléia dos servidores do TC

Foi publicado no Diário Oficial da União a convocação para a assembléia ordinária do Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe. Será no dia 5, sexta-feira, na sede da CUT (Rua Porto da Folha, 1039). Os servidores que estão à frente do sindicato são todos concursados e acreditam que depois de 36 anos sem representação chegou a hora de mudanças no TC.  Na assembléia será apreciado e votado o Estatuto do Sindicontas/SE e logo após será realizada a eleição da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal.

 

Dia dos Relações Públicas

Hoje, 02 de dezembro, é o dia nacional e municipal dos profissionais de relações públicas. Regulamentada desde 27 de outubro de 1965, exatos 43 anos, as relações públicas é uma profissão relativamente nova e que vive em todo mundo, um processo de amadurecimento e fortalecimento. Aqui em Sergipe os desafios são grandes. Um grupo de profissionais está buscando a reorganização das instituições da profissão, a ABRP/SE e o Conselho de Profissionais, o CONRERP. Em nosso Estado, grandes instituições e grandes eventos em todas as áreas e setores da economia contam sempre com a competência de um profissional de relações públicas. O curso de graduação na área foi instinto, e essa é a maior luta da categoria, encontrar uma instituição de ensino superior, que queira oferecer a população o curso de graduação na área. Uma luta árdua, mas que conta com grandes profissionais para enfrentá-la, afinal profissionais de relações públicas existem para isso também, para encontrar caminhos que levem cidadãos, instituições e a sociedade a superar seus desafios. Em comemoração, profissionais se encontram hoje, 02 de dezembro, às 12:30 horas, no restaurante New Hakata. Maiores informações, com Narcizo Machado, pelo e-mail, narcizomachado@infonet.com.br.

 

Seminário encerra Mostra Regional “Fábrica Popular Nordeste”

O projeto “Fábrica de Teatro Popular Nordeste” promoveu no último domingo, 30 de novembro, um seminário para encerrar as atividades da Mostra Regional “Fábrica de Teatro Popular Nordeste”, realizada nos dias 28 e 29, no Complexo Cultural Gonzagão. O evento privilegiou o público com as ações do projeto, através de espetáculos de teatro, exposição estética, lançamento da revista Metaxis IV, documentário, além da participação de 90 multiplicadores do Teatro do Oprimido do Nordeste.O projeto é uma realização do Centro de Teatro do Oprimido (CTO), que busca formar multiplicadores do Teatro nos estados de Sergipe, Alagoas e Pernambuco. A iniciativa conta com o patrocínio da Petrobrás e é desenvolvida em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura de Sergipe, o Serviço Social do Comércio dos estados de Alagoas e Pernambuco e a Secretaria de Educação de Pernambuco.

 

Democratização do acesso a criação artística

Em Sergipe, o projeto atua em onze municípios, incluindo Aracaju, buscando democratizar o acesso de crianças, jovens, adultos e idosos aos meios de criação artística e, com isso, multiplicar a produção cultural comunitária. Segundo a coordenadora do Teatro do Oprimido no Nordeste, Bárbara Santos, o encontro serviu para avaliar o trabalho do Grupo e o seu posicionamento quanto ao futuro. “O nosso objetivo é que esses multiplicadores busquem a sustentabilidade e a continuidade das ações locais. Dessa forma, tentamos estimular que as pessoas se apropriem dos nossos ensinamentos e sigam adiante com suas próprias comunidades”.

 

Solidariedade com Arte

Como parte das comemorações de final de ano da Sociedade Semear, estará em cartaz de 09 a 20 de dezembro, na Galeria Jenner Augusto, a exposição coletiva e beneficente “Solidariedade com Arte” na qual serão expostas obras de vários artistas sergipanos que foram doadas e colocadas à venda, com o objetivo de arrecadar fundos para ajudar ao Lar de Zizi, SAMI e Asilo Rio Branco e contribuir com o Natal de crianças e idosos atendidos por essas instituições, que acontecerá no dia 19 de dezembro na Sede da Semear. As obras continuam em exposição no blog www.solidariedadecomarte.blogspot.com. Quem tiver interesse em adquirir algum quadro é só entrar e conferir. Além disso, as pessoas que quiserem contribuir ainda mais com o Natal das crianças, podem doar doces, salgados, guloseimas para alegrar ainda mais a atividade ou ainda participar como recreador no dia do evento. Outras informações com Ivan, Alan ou Ana Paula pelo 3214-5800.

 

Sobre a estrutura da comunicação na saúde I

Da coordenadora de Comunicação Social da SES, Nadja Piauitinga: “Segue a resposta de uma servidora comissionada do Estado, mas não menos servidora: “O organograma da equipe que compõem a Coordenação de Comunicação Social da Secretaria de Estado da Saúde é de conhecimento público, e está a disposição no nosso portal para todo e qualquer sergipano ter acesso. O que o colega servidor considera um absurdo, eu considero um avanço, tanto na quantidade, quanto na forma de uso. Com algumas considerações a equipe é aquela e até um pouco maior se contarmos com o pessoal de apoio administrativo e motoristas. Entretanto não são dois coordenadores, é apenas um, contatos gerais não é uma pessoa, é a chamada para o email de contato da equipe, e a coordenação de tecnologia é outra que cuida dos telefones, rede lógica e outros dados, ou seja, trata de outro tipo de comunicação. Poucas secretarias têm o tamanho da SES, e para saber como se organizam do ponto de vista da comunicação, basta acessar seus respectivos portais. No mais, tenho muito orgulho de ter uma equipe bem formada e estruturada como tenho.

 

Sobre a estrutura da comunicação na saúde II

Continua a coordenadora: “Todos servidores de respeito, que trabalham muito além dos seus contratos, em feriados, finais de semana e a noite, e que pode ter certeza, recebem menos do que merecem. O modelo de coordenação que temos na SES de Sergipe, junto com a de Minas Gerais que tem 100 pessoas na equipe e o de Pernambuco que tem 50, é considerado um dos mais bem estruturado, tanto que tem servido junto com o demais citados, como modelo para o CONASS – Conselho Nacional de Secretários de Estado da Saúde e para o MS – Ministério da Saúde. No próximo mês de fevereiro, todos os coordenadores de comunicação das SES do país estarão em Sergipe para ver de perto o funcionamento e discutir como implementá-lo nos demais estados. Além disso, tenho sido convidada por colegas para ajudar na montagem de suas equipes em seus Estados. Nossa equipe tem conseguido excelentes resultados, medidos dentre outras parâmetros através da centrimetragem. E viva mesmo, mil vezes viva ao Governo da moralidade e da ética para com o trato da coisa pública, talvez o colega de serviço considere moralidade e ética a mensalidade que o governo anterior pagava a alguns veículos e profissionais da imprensa. Aproveito para convidar o cidadão contribuinte a sair do anonimato e vir passar algumas horas conosco e assim conhecer de perto o nosso trabalho”. Nadja Piauitinga. Coordenadora de Comunicação Social da SES.

 

Estrutura da saúde

Como este jornalista deixou bem claro ontem, 01, mesmo publicando o e-mail do leitor, este espaço entende que o fortalecimento do setor de comunicação é importante para qualquer área. Desde que todos estejam trabalhando é salutar, não só para a pasta, mas para a sociedade sergipana que terá mais informações. Quem sabe, um dia, alguns setores começarão a dar o devido valor aos profissionais de comunicação.

 

DO LEITOR

 

Resposta aos comentários da coluna de sábado  

Do delegado Alessandro Vieira: “A proposta do artigo que redigi é estimular o debate de alternativas lúcidas para a Segurança Pública em Sergipe. Nele trato a questão no campo das idéias, trazendo para o conhecimento do cidadão comum experiências bem-sucedidas aplicadas em outros lugares. Não foi o primeiro nem será o último texto que publico sobre o tema, inclusive na sua prestigiada coluna. O comentário feito pelo Escrivão Antonio Morais reflete uma profunda incapacidade de debater propostas, optando por uma pseudo-desqualificação pessoal. Antonio Morais exerceu papel fundamental na luta pela valorização da base da Polícia Civil e é uma liderança inconteste entre os policiais. É uma pena que o fato de responder a processo criminal, acusado de corrupção, seja a possível causa da amargura que lhe impede de participar do diálogo de uma forma produtiva e positiva. Faço votos sinceros de que ao final seja o citado servidor absolvido e permaneça nos quadros da PC, onde sua presença sempre será importante. Quanto ao meu currículo, o colega Escrivão omitiu a passagem como Coordenador das Delegacias da Capital, além das diversas delegacias na capital e no interior onde exerci minhas funções como Delegado, tendo enorme orgulho de cada etapa de minha carreira, sem jamais ter sido objeto de qualquer tipo de questionamento sob ponto de vista ético ou jurídico, seja na seara administrativa ou judicial. No mais, sempre estarei disponível para a discussão sobre Segurança Pública, mormente porque acredito que os técnicos devem cada vez mais apresentar publicamente suas idéias sobre tão importante tema, via de regra debatido sem o mínimo conhecimento de causa”.

 

Sobre juros exorbitantes no Detran

E-mail recebido: “Sou um apreciador da sua coluna, a qual venho acompanhando desde a última eleição para o governo do estado. E hoje, humildemente, venho tentar colaborar com esta coluna, mas especificamente quanto ao assunto “Juros exorbitantes no Detran”. Trabalhei no Detran no cargo de atendente como concursado da Sead (este assunto rende uma matéria e tanto, mas falarei sobre ela em outro momento) durante alguns meses. Hoje não mais trabalho no Estado. Nesse curto período pude observar casos semelhantes ao que ocorreu com o proprietário do veículo que teve o valor referente ao licenciamento do seu veículo aumentado abruptamente com apenas um dia de atraso. Bem o que ocorre em casos como este é que ao receber o DUA (Documento único de arrecadação) o proprietário não observa que o IPVA já vem com desconto. Esse desconto é concedido a todos que pagam o licenciamento até o dia do vencimento. Quando atrasa, ainda que seja apenas um dia, o valor é cobrado por inteiro. Além disso, com o atraso é cobrado multa sobre o licenciamento vencido. É um valor fixo, independente dos dias em atraso. A soma dos dois, IPVA com o valor cheio e a multa do licenciamento vencido, provoca esse aumento no valor do licenciamento”.

 

Elogio a estrada de Dores

Do leitor Romualdo:“Fui um dos mais ferrenhos críticos do famigerado “rejuvenescimento” das estradas estaduais, desde de quando excelentíssimo Sr. Gov. Marcelo Déda assumiu, venho questionando o estado precário das estradas, haja vista que como ando em quase todos os municípios sergipanos, seja trabalhando, assistindo ao Tricolor da Serra atuar nas mais variadas cidades de Sergipe ou mesmo me deslocando a Itabi, indo por Aquidabã, Propriá, Cedro de São João ou Nossa Senhora das Dores. Aliás por Dores faz mais de seis meses que não ando, pois o estado deplorável da pista de Dores a Feira Nova era algo inimaginável, já de Feira Nova a Glória não existia, hoje atendendo a um pedido de um amigo, sai de Itabi e vim por Dores, mas que surpresa agradabilíssima a pista não esta rejuvenescida, a pista está simplesmente feito uma criança que acaba de nascer(novinha) e não apenas com uma pintura de borra de asfalto como antes, e o melhor, mais larga, um asfalto para um leigo de ótima qualidade e com acostamento, realmente perfeita. Ainda não está totalmente pronta, mas acredito que no máximo em 15 dias tem terminado tudo. Falta do Sapé até a cidade de Dores, mas o principal não tem um buraco sequer. Agora resta saber: de Feira Nova a Itabi, chegando a Propriá a estrada vai ser perfeita como de Dores a Glória? Os buracos estão aumentando, com a palavra o diretor do DER”.

 

Avenida Euclides Figueiredo

Do leitor Erinaldo: “Sempre passo pelo Avenida Euclides Figueiredo e sinto enorme preocupação com as condições de tráfego dessa via com movimento intenso, asfalto ruim, pista estreita, mão dupla e outros problemas de fácil identificação. Diante do exposto, como bom cidadão e na busca de uma Aracaju cada vez melhor para todos, sugiro que a Prefeitura, Estado e até mesmo buscar a participação do Governo Federal para que resolver os problemas graves que aquela via apresenta com a duplicação de toda sua extensão do cruzamento da Av. Maranhão até a ponte que faz divisa com o município de Nª Sª do Socorro (Conj. João Alves) com canteiro, iluminação e ciclovia na região central, proporcionando segurança, tranqüilidade e bem estar para todos aracajuanos e especialmente para aqueles que fazem uso diário da citada avenida.”

 

Avenida Osvaldo Aranha

Ainda do leitor Erinaldo: “”Parabéns pelos serviços que a Emsurb vem desenvolvendo na cidade. Mas nem tudo está perfeito e acabado precisamos melhorar ainda mais. Quando passo pela Avenida Osvaldo Aranha, principal entrada de Aracaju, sinto uma aridez muito grande naquela via sem nenhuma arborização presente. Seria interessante uma vegetação de pequeno porte ou até mesmo palmeiras imperiais para ligar com as já existentes no trecho da BR 325 (saída da cidade) é claro que nessa rodovia necessita de reposição de várias palmeiras como também eliminar trechos escuros que já existem há bastante tempo ao longo da rodovia. Isso causa uma má impressão dos que chegam a Aracaju pela noite.”

 

Morador cobra praça Vicente Távora

Do leitor Sérgio:Um morador do bairro Grageru, ao encontrar com o futuro vice-prefeito, que já foi presidente da Emurb, como de práxis, em um barzinho de Aracaju, lhe parou e perguntou. “Silvio, quando é que sai a tão prometida reforma da pracinha Dom José Vicente Távora, que foi promessa de campanha desde quando Déda era Prefeito e até agora nunca cumpriram a promessa?” Ai, o vice respondeu, Que praça? A do fundo do colégio? Aquela ali tá pronta há muito tempo” disse o vice. O morador indignado lhe respondeu!!! Só se for no papel, porque na prática foi abandonada pela metade desde o primeiro mandato do hoje atual Governador. Só para refrescar a memória dos políticos, cumpram o que prometeram!”

 

Delegacia de Santa Luzia

E-mail recebido: “No último sábado, 29 de Dezembro, por volta das 02h00min da madrugada  a cidade de Santa Luzia viveu momentos de terror com a fuga de três de presos da delegacia local , conhecida como a bomba caseira ,  por abrigar dezenas de presos de altíssima periculosidade  sem nenhuma estrutura física. Durante o dia, apenas dois militares (policiais especializados no policiamento ostensivo e preventivo) fazem a segurança do prédio, a noite a situação é mais complicada, devido a alternância do quarto de hora, ou seja , apenas um soldado é o responsável pela segurança dos presos e da população local , abrangendo os povoados. Está na hora da sociedade acordar e exigir uma solução enérgica por parte do Estado. O interior do estado implora por socorro. Lembrando que esse fato é apenas a ponta do Iceberg”.

 

Itabaiana vai mudar?

Da leitora Kárita Dantas: “Caro jornalista, primeiro não creio que você publicará, até compreendo, mas vale a pena tentar, assim gostaria de fazer alguns questionamentos sobre o que irá ocorrer em Itabaiana no próximo ano. O prefeito eleito, Luciano Bispo, disse aos quatro cantos da cidade que ele havia mudado e que “daqui pra frente tudo vai ser diferente”. Mas, o secretariado pelo visto é o mesmo. Isto não seria mais do mesmo? (Já começou igual a antes). Outra questão, Luciano bateu forte em sua campanha sobre nepotismo, aí a primeira coisa que ele faz é nomear o irmão (que esteve implicado em escândalo de improbidade administrativa) e a esposa. Sei que dirão: para secretaria pode nomear parentes. Mas, isso não deixa de ser nepotismo, ou, no mínimo um nepotismo “permitido”. Ainda assim: NEPOTISMO. Então, não é mais do mesmo? (neste caso mudou para pior). Última questão. Tive acesso às pesquisas de opinião em Itabaiana e o item que mais foi frisado pelo povo itabaianense foi a violência. Aí fiquei aqui pensando, se não me engano houve 37 assassinatos em Itabaiana no período eleitoral, reforçando assim a questão da insegurança na cidade. E desta maneira, minando a campanha de Maria Mendonça à reeleição. Mas, por que, após as eleições não se houve mais falar em assassinatos em Itabaiana? Será que a cidade já mudou como prometeu o prefeito eleito? Assim como num passe de mágica? Ou será que os crimes é parte da estratégia de campanha? Será???? Isso dá medo, porque se for assim, a partir do ano que vem será mais do mesmo e esse mais é que me dá mais medo”.

 

Ainda dá tempo, Jackson I

Do leitor Messias Gonçalves: “Estava eu a lembrar o quanto fora vibrante as eleições de 1994, aqui em Sergipe, quando de um lado, estava aquele que havia sido preparado, essencialmente para um dia exercer o posto máximo do estado, o cargo de governador, o senhor Albano Franco. Não esqueço do orgulho que tínhamos, em vê-lo diariamente no jornal nacional da globo, na band, na manchete,  Lembro mo meu pai (in-memoria), bradando de alegria- “olha o ARBANO. Isso mesmo. Ele não pronunciava o “l”, trocava pelo “r”   . Muitos de nós nem imaginava, que por trás daquilo, estava justamente uma “jogada” de marketing.  Confesso que não fora um péssimo governador em termos de obras, não. Fez muito. Mas, cometia o pecado de por muitas das vezes não ir inaugurar. Lembro que, na eleição de “Toinho de Dorinha”, em 2004 lá de Poço Verde, mesmo residindo lá por um bom tempo, só tomei conhecimento de suas realizações,  justamente no último comício, quando Mirian Ribeiro, em seu nome elencou um grande número delas. Mesmo não votando nele, apostava que faria um grande governo, que procuraria imitar o seu pai, que fora também governador, especificamente em benefício dos servidores. Nos enganamos. Seguiu fielmente as diretrizes neoliberais do PSDB. Dava o meu salário em “aposta”, que construiria a ponte Aracaju/Barra, em parceria com uma grande empreiteira,  dando-lhe a ela o direito de cobrar pedágio por vinte, trinta anos. Errei também. Mas, voltando ao tema, tenho que me reportar ao seu adversário. Jackson Barreto. O que representava as mudanças. O que representava o sonho de muitas gerações. Aquele totalmente oposto ao seu adversário. Como se um fosse a água, o outro o vinho. O branco e o preto. O vermelho e o verde. Era como uma moeda. Um a cara, o outro a coroa. Esse sonho interrompido desde a cassação de Seixas Dórea”.

 

Ainda dá tempo, Jackson II

Continua Messias: “O interessante dessa disputa é que, havia a certeza de que um dia, os dois seriam governadores. Quatro anos antes, veio a primeira frustração: Albano cede para João Alves e, vai ao senado. Resta-lhe 1994. Justamente com Jackson. Aquele em que o povo acreditava, queria. Veio o primeiro turno, Jackson ganha. No segundo, há uma reversão, que até hoje, as pessoas não aceitam, não acreditam e, sentem-se amarguradas. Entre 1995 e 1998, as “esperanças” continuam. Jackson será o futuro governador. Albano vai para a reeleição. A oposição se enfraquece, com “jogadas” às escondidas e, sobra para Jackson. O “impossível”. O inimaginável. O inacreditável. Ele protagoniza. Numa jogada de “mestre”, quando “alguns” acham que o caparam pelas pernas, Vai para o tudo ou nada. Se não sou eu, não será ninguém. Que seja Albano de novo.  E vai para o senado, sendo derrotado, justamente pela incompreensão popular com essa sua decisão. Mas, ele ressuscita. Ele não foge a luta e, continua na vida pública. Há cerca de dois meses atrás, eis que surgem, boatos de que em 2010, Déda governador, Valadares e Eduardo Amorim para o senado, com ele na condição de vice-governador, com Déda. No primeiro momento, confesso que achei até engraçado, quererem enxotá-lo assim. Mas, pensando bem, talvez quem sabe, seja a oportunidade para que as gerações passadas, possam “lavar” a alma, como dizemos. Vê-lo governador, a partir de 2014, com um possível afastamento do governador para disputar uma vaga ao senado, deixando ele, Jackson, finalmente, “governador” de Sergipe. Esse é o único cargo que lhe falta no seu currículo político. Desculpem-me as pessoas, mas, acho que ele merece e, Ainda dá tempo, Jackson”.

 

Nota de Esclarecimento – Anulação das eleições do DCE/UFS I

Membros eleitos da comissão eleitoral, Conselho de Residentes, Associação Atlética Universitária e Centros/Diretórios Acadêmicos, vêm tornar público à comunidade acadêmica a inviabilidade de abertura do processo eleitoral de eleição para o DCE, e representantes discentes de CONSU e CONEPE, tendo em vista a urgência dos prazos para a publicação do edital eleitoral frente aos prazos aprovados no CEB (Conselho de Entidades de Base) ocorrido no dia 13 de novembro. A reunião da comissão eleitoral marcada neste CEB para o dia 14 de novembro de 2008 para as 19hs na sede do DCE, contou com a presença dos representantes da AAU, CECH, CCBS, CCSA, Campus Laranjeiras, Conselho de Residentes e do próprio DCE. Parte da Comissão Eleitoral presente nesta reunião constatou as seguintes irregularidades: 1. Ausência da ata do CEB”s que legitimava a criação da comissão eleitoral e determinava regras a serem seguidas durante todo o processo eleitoral; 2. O desrespeito a Associação Atlética Universitária com relação a autonomia desta entidade em determinar seu processo eleitoral; 3. Não aceitar a deliberação do CEB”s anterior, o qual aprovava a participação do Conselho de Residentes na comissão eleitoral; 4. A não realização de uma Assembléia Geral de Estudantes no Campus de Itabaiana para a eleição de representantes na Comissão Eleitoral; 5. O autoritarismo do DCE em remarcar arbitrariamente a reunião da comissão, desrespeitando mais uma vez a deliberação do CEB”s e os membros da comissão eleitoral presentes.

 

Nota de Esclarecimento – Anulação das eleições do DCE/UFS II

Posteriormente, foi identificada mais uma grave irregularidade. A votação que desencadeou esse processo eleitoral foi decidida por apenas 1 voto, sendo que 2 desses votos foram de estudantes, ligados a atual gestão do DCE, em nome dos Centros acadêmicos de Economia e Fisioterapia, sendo que estes estudantes não fazem parte dos Centros Acadêmicos citados e sequer tinham autorização dos mesmos para representá-los, e ainda houve uma tentativa de fazer a mesma fraude com o Centro Acadêmico de Física (CAFIS) que só foi evitada por que membros, legítimos, do CAFIS compareceram ao CEB. Diante de todas essas irregularidades e ausência de transparência em todo processo eleitoral e cientes ainda que nem a comissão eleitoral, nem o DCE têm autonomia de remarcar os prazos, mais da metade dos Centros/Diretórios acadêmicos convocaram um novo CEB, que aconteceu na noite do dia primeiro de dezembro, para apurar as irregularidades do processo eleitoral e a gestão DCE mais uma vez desrespeitou os fóruns do DCE e não compareceu ao mesmo, em que pese ter sido convocado e estar na UFS no momento em que o mesmo ocorria.O CEB acima citado, deliberou pela anulação do processo eleitoral corrente e convoca um novo CEB eleitoral para o dia 18 de março de 2009 de forma a garantir tempo hábil para o debate e participação de todos e todas no processo eleitoral do DCE/UFS.Assinam:Representantes da comissão eleitoral pela Associação Atlética Universitária, CCBS, CECH, Conselho de Residentes e Campus Laranjeiras.Centros/Diretórios Acadêmicos de: Direito, Turismo, Serviço Social, Ciências Sociais, Artes, Geografia, Comunicação, Psicologia, Filosofia, Física, Eng. de Alimentos, Eng. Florestal, Enfermagem, Educação Física, Fisioterapia, Agronomia, Farmácia, Teatro, Arquitetura, Economia, Matemática, Medicina e Estatística.

 

Frase do Dia:

“Se o problema tem solução, não esquente a cabeça, Porque Tem Solução. Se o problema não tem solução, não esquente a cabeça, Porque não Tem Solução”. Provérbio chinês.

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários