Esperando a janela abrir

0

Arrisca perder dinheiro quem apostar em quais partidos estarão os políticos nas eleições de 2022. Muitos aguardam apenas a abertura da “janela partidária”, em março do ano que vem, para pular a cerca. Diante do nível de dificuldade que o próximo pleito deverá apresentar, devido a proibição das coligações proporcionais, acredita-se que o troca-troca de siglas será movimentadíssima, principalmente entre os deputados. Aliás, visando garantir a candidatura e uma eleição mais fácil, muitos já estão negociando novos endereços partidários. O pleito de 2020, o primeiro sem as famosas coligações na disputa proporcional, serviu de lição para muita gente. Caso esta regra continue valendo para 2022, os partidos terão que repensar a montagem das chapas para eleger um maior número de candidatos. E os políticos precisarão ter muita sensibilidade na hora de trocar de legenda para não acabar dando com os burros n’água, como aconteceu em 2020 com muita gente que se achava bom de voto. Misericórdia!

Ego massageado

A prefeita de Capela, Silvany Mamlak (PSC), foi eleita para o conselho fiscal da Confederação Nacional de Municípios, tendo tomado posse, ontem, em Brasília. Como perguntar não ofende: além do encher o ego da gestora, o que tal fato significa de bom para os capelenses? Como costuma escrever o brilhante jornalista sergipano Ancelmo Góis sobre estes eventos, a posse da fidalga na diretoria da na presidência da ANP não é nada, não é nada e não é nada mesmo. Danôsse!

Fole furado

E a TV Sergipe arranjou uma encrenca dos diabos com os forrozeiros, ao indicar o cantor de arrocha Devinho Novaes para representar o estado no São João da Rede Globo Nordeste. Desde que a indicação se tornou pública, a emissora leva pau no lombo. Bem feito! Até o forrozeiro cearense Alcymar Monteiro já deu o seu pitaco sobre a inexplicável escolha. Decididamente, chamar um cantor de arrocha para representar o nosso tradicional forró, é tão absurdo quanto querer animar uma quadrilha junina com um fole furado. Home vôte!

Tchau e bença

E quem está se preparando para vestir o pijama da aposentadoria é o conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe, Carlos Alberto Sobral. O bota fora está marcado para o dia 24 de julho próximo, quando o distinto completará 75 anos e se aposenta. Carlos Alberto tem feito visitas às autoridades sergipanas: “Fiz questão de me despedir de todas as instituições e personagens da vida pública”, explica. Ontem, ele deu com os costados no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luciano Bispo (MDB). Ah, bom!

Do PL para o SD

O deputado federal Valdevan Noventa pretende se mudar do PL para o Solidariedade, partido dirigido em Sergipe pelo também deputado federal Gustinho Ribeiro. Noventa já conversou com o presidente nacional do SD, Paulinho da Força, seu velho conhecido, pois ambos atuam como líderes sindicais em São Paulo. E por que o parlamentar sergipano quer deixar o PL? Por achar que no Solidariedade será mais fácil viabilizar a sua candidatura a senador. Então, tá!

Futuro médico

O quilombola Williston Augusto, 18 anos, foi aprovado em 1º lugar, entre os cotistas, no vestibular para Medicina da Universidade Federal de Sergipe. O sucesso do estudante sergipano foi comemorado pelo petista Márcio Macedo. Ele fez questão de ressaltar que a política de cotas implantada no Brasil pelos ex-presidentes Lula da Silva e Dilma Rousseff – ambos do PT – foi e tem sido fundamental para os jovens brasileiros. Certíssimo!

Fio de esperança

O presidente do DEM sergipano, José Carlos Machado, ainda não perdeu a esperança de ver a senadora demista Maria do Carmo disputando a reeleição em 2022. O entusiasmo de Machadão aumentou depois que o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), tocou no tema e dona Maria pediu para tratar do assunto num momento mais apropriado. No começo deste ano, a senadora disse, com todas as letras, que não disputará um quarto mandato nem a pau: “Eu não sou doida”, afirmou. Crendeuspai!

Prestigiado na SSP

Indiciado por homicídio qualificado e fraude processual, no inquérito que investigou a morte do advogado paraibano Geffesson de Moura Gomes, o delegado Osvaldo Resende Neto foi nomeado presidente da Comissão Permanente de Avaliação e Alienação de Bens em Sergipe. Assinada pelo secretário da Segurança Pública, João Eloy, a portaria também nomeia outros quatro policiais civis para a tal comissão, criada em atendimento a uma orientação da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas. Esta informação é do Portal Fan F1.

Donos de mandatos

O deputado estadual licenciado Capitão Samuel (PSC) entende que o eleitor precisa se perguntar por que no Brasil os cargos eletivos são hereditários? “O país nunca teve saúde de qualidade. Então, por que todos os ex-secretários se saúde ganham eleições?”, indaga. O deputado não acha que o cidadão seja “cego e surdo”. Segundo ele, na verdade, os eleitores são levados a votar naqueles que oferecem benefícios individuais e imediatos. Só Jesus na causa?

O caminho das Águas

Para marcar a passagem do Dia Mundial do Meio Ambiente, sábado próximo, a vereadora Ângela Melo (PT) promoverá a live “O caminho das águas como direito humano em Aracaju”. Marcado para às19h da próxima sexta-feira, o debate virtual será transmitido ao vivo pelos canais do Youtube e Facebook da parlamentar petista. Serão palestrantes a bióloga e geógrafa Ana Consuelo Ferreira Fontenele, e o técnico em química e tecnólogo em saneamento Sílvio Ricardo de Sá. Prestigie!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Notícia, em 22 de abril de 1897

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais