Governo acuado

0

É muito delicada a situação do governo. Desgastado perante os servidores e boa parte dos sergipanos, descapitalizado para tocar novos projetos e sem dispor de maioria na Assembléia, a administração petista assemelha-se a um barco soçobrando sobre grandes ondas em noite escura. Pior é que a tempestade promete ser longa. A estratégia da oposição é fragilizar o governo ao máximo, fazê-lo sangrar até 2014, quando espera dar o golpe de misericórdia. Depois de negar autorização para o Executivo fazer o empréstimo de R$ 727 milhões – isso são favas contadas –, os oposicionistas vão atacar com sucessivas Comissões Parlamentares de Inquérito, visando expor em público as fragilidades de um governo acuado, quase batido. Não faltará quem ache essa avaliação alarmista, porém a realidade política não permite dizer que o governo navega em um mar de rosas.

Conversa mole

Será que, se Valadares Filho (PSB) tivesse sido eleito, a Prefeitura deixaria de realizar o Réveillon da Orla de Atalaia e de decorar o centro comercial da cidade? Falta de recursos é uma boa desculpa para não fazer a festa de virada do ano, mas no fundo a história é outra. O prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) não quer abrilhantar com shows e foguetórios a posse de João Alves Filho (DEM), enquanto ele mesmo curte a ressaca da derrota eleitoral.

Convenções

Os diretórios municipais do PMDB têm até o próximo domingo para realizar convenções visando escolher os novos dirigentes. Caberá a estes eleger no dia 23 de dezembro próximo o novo diretório do partido em Sergipe. Reunidos esta semana em Aracaju, os peemedebistas definiram os nomes que vão acompanhar as convenções nos municípios sergipanos. A idéia é fortalecer o PMDB com vistas às eleições de 2014.

Reuniões

A Caixa Econômica Federal vai reunir a partir de hoje todos os prefeitos e vices eleitos em outubro passado. O objetivo é apresentar a cesta de produtos e serviços Caixa nas áreas de habitação, saneamento, microcrédito produtivo, entre outros. As reuniões vão acontecer em Lagarto (hoje), Itabaiana (amanhã), Estância (segunda), Nossa Senhora da Glória (terça), Própria (quarta) e Barra dos Coqueiros (quinta).

Mais rigor

O deputado federal Mendonça Prado (DEM) apresentou um Projeto de Lei estabelecendo como circunstância agravante de pena a hipótese de a vítima ou de o autor ser agente público, no exercício de cargo ou função pública. A proposta pretende alterar o Código Penal e a Lei dos Crimes Hediondos, devendo os crimes terem penas agravadas de um terço a metade.

Triste fim

Após a derrota nas urnas em outubro passado, a prefeita de Carira, Gilma Chagas (PSC), foi afastada do cargo pelo juiz de Direito Sidney Silva de Almeida. Motivo: velhacaria. É que Gilma não vinha pagando os salários dos servidores municipais. Em sua decisão, o magistrado determinou que todos os recursos da Prefeitura sejam utilizados exclusivamente para o pagamento da folha de pessoal. Tá certo!

Call center

O Banco do Nordeste obteve a aprovação de sua carta consulta para financiamento do Grupo Italiano Alma Viva, que vai instalar um call center em Aracaju no primeiro semestre de 2013. O empreendimento, que foi puxado para Sergipe pelo governador Marcelo Déda (PT), terá um investimento de R$ 30 milhões e vai gerar 3,5 mil empregos para jovens entre 18 anos e 25 anos, como parte do Programa Primeiro Emprego. As informações são do blog Primeira Mão.

Mínimo maior

O valor do salário mínimo previsto para entrar em vigor a partir de janeiro do próximo ano será R$ 674,95, um ganho de R$ 4 em relação à expectativa anunciada anteriormente de R$ 670,95. Os cálculos do governo elevaram de 5% para 5,63% a previsão de inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) para 2012, um dos índices usados para o cálculo do reajuste do valor do mínimo.

Energia

A Usina Eólica instalada na Barra dos Coqueiros será discutida nesta segunda-feira no plenário da Assembleia. Para abordar o assunto, foi convidado o professor doutor da Universidade Federal de Sergipe, Milthon Serna Silva. A expectativa é que a Usina Eólica localizada na Barra produza inicialmente energia para abastecer uma cidade com 120 mil habitantes.

Do baú político

Em 1997, dias antes de tomar posse como prefeito eleito de Aracaju, o advogado João Augusto Gama (PMDB) marcou para a Câmara de Vereadores o anúncio de seu secretariado. Plenário cheio de convidados e jornalistas, eis que o mestre de cerimônia ocupa o microfone para anunciar que a solenidade seria iniciada em alguns minutos. Em seguida, cumprimenta as autoridades presentes, elogia os políticos aliados de Gama e, para surpresa de todos, começa a citar os nomes dos futuros secretários. Atônito, o prefeito dirige-se apressadamente à mesa, toma a palavra e afirma que só lhe restava convidar os futuros secretários para sentarem ao seu lado, pois seus nomes já haviam sido anunciados pelo desastrado mestre de cerimônia.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais