João Alves: dupla opção familiar

0

Desde a semana passada, quando o ex-governador João Alves Filho (DEM) cancelou a entrevista que seria concedida na segunda-feira, este jornalista teve a certeza de que o mesmo não seria candidato. Na última terça-feira, 17, ao comunicar que não será candidato João Alves Filho fez uma dupla opção familiar: uma no campo particular e outro no campo político.

 

No campo particular, o ex-governador João Alves acertou em não ser candidato e optar por priorizar neste momento a esposa, a senadora licenciada Maria do Carmo Alves, que em todos os mandatos dele teve um papel importante e soube captar para si uma parcela do eleitorado sergipano. Ressalta-se que este eleitorado é dela e o poder de transferência é quase nenhum.  A situação da saúde de Maria do Carmo é delicada e merece a solidariedade de todos os políticos de Sergipe e, principalmente, a atenção especial do ex-governador.

 

 No campo político, João Alves Filho surpreendeu a optar por uma solução também familiar, ao anunciar a candidatura do genro, o deputado federal Mendonça Prado. Surpreendeu porque Mendonça não era a melhor opção depois, é lógico, do nome de João Alves. Dois nomes aglutinariam mais: o do deputado José Carlos Machado e de Pedrinho Valadares, que será o candidato a vice-prefeito. É voz corrente que Pedrinho Valadares é um candidato bem mais carismático do que Mendonça e poderia conseguir votos até de segmentos mais progressistas por conta da origem política dele.  

 

Já Machado, pela imprensa já tinha colocado o nome dele à disposição para ser candidato a prefeito de Aracaju. Não foi a primeira vez que Machado foi rifado dentro do próprio partido. E olha que dos escudeiros de João Alves, Machadão – como é chamado pelos amigos do DEM – é um dos mais fieis, desde a época que o ex-governador foi prefeito biônico de Aracaju. Machado sem duvida nenhuma tem um poder maior de aglutinação, não só partidário, principalmente junto às lideranças nacionais, mas também junto ao empresariado local. Fiel, como sempre, Machado certamente respeitará esta analise, mas não concordará com ela, pelo menos publicamente.

 

Com a definição do DEM, está dada a largada em Aracaju. Certas as candidaturas de Edvaldo Nogueira, Almeida Lima e Mendonça Prado. Ainda surgirão alguns candidatos dos chamados nanicos, como o ex-vereador Goisinho, pelo PSTU e o professor Anderson pelo PCB. E não se engane, independente do resultado João Alves Filho ainda será o fiel da balança da oposição e um forte candidato a uma das duas vagas que estarão em disputa para o Senado Federal.

 

Ex-tucano emitirá nota contra aliança do PDT com PSDB

Anotem: um ex-tucano, que saiu do partido com a adesão de Albano Franco a campanha de João Alves em 2006, vai reacender o debate por conta da aliança proporcional do PDT com o PSDB. O ex-tucano, hoje uma das principais lideranças do PDT aumentará mais ainda as chamas da fogueira que queima neste apoio do PSDB a candidatura de Edvaldo.

 

Clima de “já ganhou” pode prejudicar Edvaldo I

Após a formalização da desistência do ex-governador João Alves Filho de concorrer este ano à Prefeitura de Aracaju, várias conseqüências já estão sendo constatadas. Não adiante chiar: mesmo os opositores ou os que simplesmente não simpatizam mais com o João, o dinâmico “Negão” de antigamente, que conquistou certo carisma entre o povo: ele, João, ainda é um personagem que deve ser respeitado como liderança e ainda  representa uma força política no Estado. Por isso, Edvaldo deve pedir para alguns aliados que arregacem as mangas e comecem a campanha.

 

Clima de “já ganhou” pode prejudicar Edvaldo I

É preciso lembrar que as conseqüências da decisão de João Alves se nota desde a influência no desdobramento das composições no interior do Estado, com vistas às eleições municipais e aqui em Aracaju, além de outras, apresenta um dado preocupante para Edvaldo Nogueira: não raro, vários dos seus adeptos estão vivendo apressadamente o clima do “já ganhou!” que é a pior coisa que pode acontecer a um candidato. Não se refere aqui ao otimismo, que é positivo não só em campanhas políticas, como em qualquer coisa na vida. Mas ao se considerar superior e se convencer que não precisa muito esforço para se obter a vitória. O “menino” Edvaldo, como chamaram (DEM e outros) pode colocar os pés no chão e prosseguir na batalha pelo voto. Ainda mais porque muita gente acha que a posição de João pode ganhar simpatia, por ter renunciado a uma candidatura (que talvez de qualquer forma ele não quisesse) porque é uma homenagem a sua mulher Maria”.

 

Mariposas peçonhentas e outros bichos

Do leitor Antônio Edílson: “Com a proximidade das eleições, percebemos que algumas “lideranças políticas” passaram a se comportar como mariposas em torno da “lâmpada” em que se tornou a candidatura de Edvaldo Nogueira. Com o ex-governador João Alves fora da disputa, e o lançamento do candidato alternativo Mendonça Prado, um nome que não exatamente causa empolgação ao eleitorado, a tendência é que o vôo das mariposas se torne cada vez mais rasante, ameaçando um verdadeiro congestionamento na hora do pouso, todas querendo a luz e calor que só a lâmpada do  poder pode proporcionar. Por outro lado, Edvaldo parece querer todo o tipo de mariposa em sua lâmpada, desde as mais  oportunistas, a exemplo do deputado Albano Franco, às (ex) peçonhentas, como o ex-deputado João Fontes. Cabe tudo, cabem todos.Não ficarei surpreso se este  desejo irrefreável de  “agregar”, sem qualquer critério, venha a se tornar o calcanhar de Aquiles da candidatura de Edvaldo, ou o germe que contaminará um eventual segundo governo. O tempo dirá”.

 

Reclamações sobre direção da DRE-8

O blog vem recebendo diversos e-mails reclamando das perseguições políticas promovidas pelo diretor da DRE-08, de nome Gaspeu e o conselheiro dele, de nome Walter. O blog está apurando tudo, mas já detectou que o diretor vem realizando remoções irregulares de servidores competentes. Ele ainda diz para todos que ninguém muda ele, porque é apadrinhado de Jackson Barreto, Wanderlê Correa e Zezinho da Everest. Gaspeu, tome cuidado porque o governador não gosta de perseguições e mesmo com tantos padrinhos você pode dançar. O blog vai apurar ainda outras denuncias. Gaspeu! Todo cuidado é pouco!

 

Gol da Educação transportando jovens

Ontem, 18, às 6h45, o gol cinza com a plotagem “a serviço da SEED”, placa IAA-48-07, passou pela rua de Arauá, no centro de Aracaju com três jovens no banco traseiro. Com certeza alguém está fazendo transporte escolar com o dinheiro público.

 

Forró Caju…Forró?

Indignação de uma leitora: “A polêmica entre Forró tradicional e forró elétrico ainda vá lá, mas aceitar o que vi no Forró Caju não dá! Para mim é no mínimo falta de respeito ao povo e à cultura sergipana e junina. No dia 16 no mercado o palco Luiz Gonzaga deve tê-lo feito se revirar no túmulo. O primeiro forró tocou às 4h da manhã com a banda Capim Cubano. As bandas tocaram de tudo regaee, funk, rock, maracatu, música caribenha, brega e forró, forró quase nada!  Só 2 músicas de forró… Uma vergonha! Um público de “festa have” era o que tinha, além de muita, muita maconha abertamente. Qualquer um sentia o cheiro e via a fumaça dos grupos. Meninas alteradas ou desmaiadas eram levadas a toda hora no posto de atendimento do SAMU. Aos organizadores do evento fica o apelo, não ajudem a matar a tradição. Forró é forró! Arrasta pé! Ariar a fivela e não pular agitando os cabelos sem entender uma única palavra do que se fala (por que aquele negócio de “Naurêa” e “fogo encantado” não são músicas da época). Valorizar o da terra no momento e no lugar certo. Aquele espaço foi criado para festejos juninos ou será que sou eu que estou muito presa às raízes?”.

 

E os precatórios do IPES?

Tem precatórios já transitados e julgados do IPES que as pessoas beneficiadas estão desesperadas para receber e o Estado não dá uma sinal de esperança. Tem pessoas doentes, com graves problemas que esperam receber estes precatórios e nada. O pior é que estão enviando ofertas para compra dos precatórios por apenas 20% do valor real. Isto é pressão psicológica e a Justiça tem que tomar as devidas providências. É preciso lembrar que do outro lado existem pessoas com graves problemas de saúde, com idade avançada, precisando dispor precisando dispor mensalmente de grande importância da pensão para manter-se viva e com alguma dignidade e qualidade de vida. Humanidade, será que alguém tem?

 

Presidente do TSE recua sobre “ficha suja” dos candidatos

Deu na FSP de hoje, 19: “O presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, recuou sobre a divulgação da “ficha suja” de candidatos. “O objetivo do TSE não é divulgar lista de quem quer que seja. É facilitar o acesso do eleitor aos dados constantes do pedido de registro da candidatura.” Segundo ele, a lei exige que o registro seja acompanhado da declaração de bens, quitação de prestação de contas e certidões criminais. “O TSE quer viabilizar esse acesso do modo mais facilitado possível, para que o eleitor não tenha que se deslocar fisicamente para os cartórios.”Ayres Britto participou do lançamento da segunda campanha “Eleições Limpas”, da AMB (Associação de Magistrados Brasileiros). A entidade divulgará lista dos candidatos com ações penais”.

 

Turismo sem estrutura no aeroporto I

Uma leitora indignada levanta um tema que é preciso uma atenção especial do Governo do Estado, principalmente da Secretaria de Turismo. Ela chegou de viagem e ficou indignada com tanta gente esperando táxi sem ter o suficiente para pegar as mesmas. Ela levantou também que os carrinhos para colocar as malas ficam todos do lado de fora e os passageiros carregam as malas nas mãos. E o pessoal terceirizado, responsável pela área, não está nem aí, quando questionando pelas pessoas.

 

Turismo sem estrutura no aeroporto II

Mas para um Estado que deseja crescer na área turística tem mais ainda. Os guardas da SMTT que ficam no aeroporto só pensam em multar os carros e não orientam o trânsito, com os taxistas correndo para pegar os passageiros, só faltando atropelar as pessoas que atravessavam  a pista em direção ao estacionamento. Por falar em estacionamento, qual o motivo da taxa tão cara para um local que não tem segurança, nem cobertura e quando está chovendo as pessoas têm que se molhar para chegar ou sair do local? A empresa que explora lucra muito, mas não investe em melhorias.

 

Área reprovada para aterro não pode continuar como lixão I

Indeferimento da Administração Estadual do Meio Ambiente – Adema da área escolhida para a construção do Aterro Sanitário em Nossa Senhora do Socorro, corrobora com a decisão do Comitê da Bacia Hidrografia do Rio Sergipe que já havia reprovado a área localizada no bairro Palestina, para implantação do aterro sanitário para a grande Aracaju. Segundo o presidente do comitê, Antônio Carlos Góis, na sessão plenária do Comitê realizada em 29 de abril de 2008 foi aprovado resolução do colegiado se posicionando contrário ao projeto de implantação do Aterro Sanitário naquele local por se localizar próximos a áreas habitadas, em função do risco para o manancial do Rio Poxim que abastece cerca de 30% da capital sergipana e por estar em desacordo com resolução do Conselho Estadual do meio Ambiente de nº 14/2005, que não permite a instalação de empreendimentos dessa natureza numa  distancia menor que um quilômetros de habitações.

 

Área reprovada para aterro não pode continuar como lixão II

Além disso, esta mesma resolução veda o lançamento do chorume (produto líquido da decomposição orgânica do lixo) em águas de classe 1, utilizada para o consumo humano. A sub-bacia do rio Poxim mantém duas captação de água que abastece cerca de 30% de Aracaju. Como a fragilidade da área em relação aos recursos hídricos e os riscos ambientais são as principais justificativas para o indeferimento.  Para Góis, outra questão que precisa ser urgentemente encaminhada  é em relação ao lixão que já foi instalado no local pelo município de Nossa Senhora do Socorro há alguns anos. Caso continue tendo essa finalidade o risco de contaminação continua e tende a se concretizar. É preciso que haja medidas enérgicas e urgentes para coibir esse crime, disse. O presidente do Comitê da Bacia do Rio Sergipe lembrou ainda que no local e até mesmo o Rio Poxim já pode está contaminado. Segundo ele, já ouviu relatos de moradores da região dando contas que a própria Vigilância Sanitária fez coleta de amostra de água das cacimbas para análise e proibiu o consumo, o que induz para a possibilidade de já estarem contaminadas. A Adema, precisa urgentemente notificar o município para buscar outras alternativas para não continuar colocando em risco o meio ambiente e os recurso hídricos.

 

Ética e correção = Cleomar Brandi

Do leitor  Edson Júnior: “Não quero discutir o sagrado direito que todos temos em fazer críticas daquilo que entendemos não ser o “ideal”. Mas, gostaria fazer breve comentário sobre a figura do profissional afetado, Cleomar Brandi. Tive o enorme privilégio de trabalhar com Cleomar Brandi, na TV Sergipe, ocasião em que pude, não só começar a entender os pressupostos de um jornalismo ético, como também, melhorar minha visão de mundo e, portanto, minha própria vida. A partir daí, Cleomar, com seu jeito, com suas palavras, tornou-se, para mim, um farol. Cleomar, contrariando Nelson Rodrigues, é uma unanimidade. Uma saudável unanimidade. Onde quer que passe, recebe o merecido respeito, conquistado exatamente pela sua correção profissional e pela sua condução de vida, dedicada ao viver intensamente cada dia, sem atropelos. Jozailton Lima, bom baiano, tal como Cleomar, sabe disso. Digo, sem medo, que Cleomar, como Diretor de Jornalismo da TV Aperipê, afasta essa possibilidade de jornalismo “chapa branca”, como também o qualifica. Cleomar confere à emissora e aos profissionais, isenção e correção nessa belíssima profissão. Acredito, sinceramente, que Jozailton Lima não quis fazer qualquer ataque ao seu colega, Cleomar. É homem talhado na profissão e de bem com a vida. Mas, nem sempre temos razão naquilo que pensamos, ou escrevemos. Um dia cometemos erros, uma nobre característica humana (a falibilidade), posto que, dessa forma, aprendemos. Se fosse Jozailton, aceitaria o convite de Cleomar e iria tomar um cafezinho com um bom requeijão que Cleomar não dispensa a ele e aos amigos. Desta forma, não só esclareceria o que não tenha ficado esclarecido e aproveitaria a oportunidade para dar um fraterno abraço nesse gigante do jornalismo, que orgulha Sergipe e os sergipanos. Para finalizar, um recadinho para meu amigo Cleomar: E os “Irmãos Karamazov”? Quando terei a oportunidade de ler?”.

 

Inauguração de quadras

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, inauguraHOJE, 19 às 18 horas, duas quadras poliesportivas na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Juscelino Kubitschek, localizada no bairro Coroa do Meio. As obras foram comandadas pela Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) e, além da reforma das quadras, envolveram a repaginação completa da escola, incluindo biblioteca e espaço de convivência. Além da Emef JK outras cinco escolas estão incluídas no plano de reformas, beneficiando um total de cinco mil alunos aracajuanos de bairros como São Conrado, 18 do Forte, Manoel Preto e Cidade Nova.

 

Clinicas aracajuanas, cuidado!

De uma profissional da área da saúde: “Alerta aos aracajuanos que estão indo fazer exames evasivos e com necessidade de uso de contraste em clínicas da cidade… Muita gente não procura saber se em caso de complicação qual o suporte que a clínica tem a oferecer. Presenciei nas últimas duas semanas casos semelhantes, duas pessoas foram fazer tomografia com contraste em clínicas particulares e uma fez uma reação alérgica violenta com edema de glote e a clínica não tinha nenhuma medicação de urgência à disposição, além do que os médicos de apavoraram ao ver o quadro e quase deixam a paciente morrer e na outra a paciente fez uma parada cardiorespiratória durante a injeção do contraste e a clínica não tinha nada além de um ambulatório infantil para ventilar uma mulher de mais de 100kg e um médico desatualizado em reanimação para atuar (sorte dele que outra médica vinha chegando e assumiu o caso e chamou o SAMU)! Cadê o material de emergência? Não tem fiscalização? Não tem enfermeiros nestes locais?  Pois fica o alerta a quem tem amor à sua vida, perguntem antes!”

 

Saúde na bronca com Sindimed

Ainda da profissional da saúde: “Os profissionais da Saúde do Estado estão se reunindo para fazer um ato de repúdio à diretoria do Sindimed, pois estes não respeitam os demais profissionais, segregam o segmento trabalhador e envergonham sua categoria. Em sua maioria os médicos não apóiam a nota veiculada pelo sindicato onde acusa os demais sindicatos de serem omissos e participes das políticas de saúde dos governos e ainda incitam à discriminação da atuação profissional alheia no momento em que colocam o médico com figura central, exclusivamente  responsável pela saúde das pessoas, desvalorizando os demais profissionais. O Sindimed ainda não acordou que a realidade hoje não cabe mais o estrelismo do médico, nem é bem vista a utilização de sindicato com objetivos políticos. Hoje temos espaço para o médico atuante, participativo, integrado aos grupos de trabalho e à população. Conselhos dos profissionais da saúde aos diretores do sindicato dos médicos: estimulem o médico a trabalhar, respeitar horário, atender melhor, se capacitar, respeitar a população, respeitar os outros colegas, honrar seus diplomas, lutar dignamente para valorizar sua profissão sem querer derrubar ninguém, lutar por bons salários sem que isso signifique querer relegar os outros às ninharias, enfim… Aprendam o significado da palavra respeito!”

 

Sindicato consegue, na Justiça, reintegrar bancário do BB

O bancário Rogério Estrazulas, demitido do Banco do Brasil em março de 2007, foi reintegrado às suas funções por ordem da Justiça. Ele obteve vitória em ação judicial que buscava a anulação da demissão por justa causa. Com a certeza de que o banco estava sendo injusto, o bancário se recusou a aceitar a homologação e buscou a Justiça para reparar seus direitos. “Sua demissão ocorreu num processo em que não havia prova alguma que justificasse a medida. Afastado desde março de 2007, o inquérito foi concluído em novembro daquele ano, quando o banco buscou realizar a homologação no Sindicato”, explica a assessora jurídica do Sindicato, Meirivone Aragão. A sentença foi do juiz da 2ª Vara do Trabalho de Aracaju, dr Ariel Salete de Moraes Junior. “A punição aplicada foi excessiva, de modo que acolho o pedido para que seja reintegrado no emprego nas mesmas condições anteriores, com os pagamentos de todas as vantagens, inclusive salários do período de afastamento”, determinou o juiz.

 

Ação de improbidade contra Uita Barreto

O Ministério Público do Estado de Sergipe ajuizou duas ações de improbidade administrativa em desfavor da Prefeita de Ribeirópolis, Evanira Barreto, de membros da Comissão de Licitação e de empresários que se beneficiavam dos julgamentos das cartas convites que tramitaram na Prefeitura do Município. As ações, datadas de 17 de junho, são de autoria da Comissão designada pela Procuradora Geral de Justiça, composta pelos Promotores, Drs. Eduardo Seabra, Eduardo d´Ávila Fontes, Manoel Cabral Machado Neto e Etélio Prado Junior. As investigações foram iniciadas após a denúncia formulada por um ex-Secretário Municipal e se aprofundaram com o exame dos documentos apreendidos, em razão da decisão judicial em favor da ação de busca e apreensão ajuizada pelo Ministério Público. De acordo com o que já foi apurado, as Cartas Convites 007/2006 e 009/2006 foram fraudadas, havendo, inclusive, documentos e assinaturas falsificados nos procedimentos.

 

Governo está reformando 131 escolas e mais 87 serão licitadas

O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado de Educação, está ultimando a licitação para reformar mais 87 escolas públicas estaduais. Já se encontram passando por intervenções de reforma, adaptação para portadores de necessidades especiais e instalação de laboratórios de informática, 131 escolas, cujo investimento chegará a R$ 8,08 milhões. “O estado nunca tinha se organizado para definir uma estratégia de manutenção preventiva nas unidades de ensino. Isso fez com que muitas escolas precisassem de intervenção ao mesmo tempo. Hoje, mais de 80 unidades estão precisando de uma reforma geral”, afirmou o secretário de Estado da Educação, professor José Fernandes de Lima.De acordo com o professor Lima no primeiro lote licitado, já se encontra em reforma geral as escolas Djenal Tavares Queiroz, com investimento de R$ 974.558,21, John Kennedy, cujos recursos aplicados serão de R$ 418.642,39 e General Siqueira, onde serão investidos R$ 122.000,00. (Ascom/Seed).

 

Transmissão do São João em rede com a TV Brasil começa amanhã

Entre os dias 20 e 24 de junho, a TV Brasil assume o comando da transmissão dos festejos juninos do Nordeste. Com sua base de operação técnica em Aracaju, a Rede Pública de Televisão mostrará as festas de Amargosa e de Senhor do Bonfim, na Bahia; de Caruaru, em Pernambuco, e, claro, da capital sergipana. Campina Grande e Salvador também exibirão seus tradicionais folguedos de junho. No comando, o apresentador Leo Almeida e Tiago Hélcias, em Aracaju; Carolina Miranda, em Caruaru, e Xangai, em Salvador.Serão pelo menos quatro horas diárias com grandes nomes da música nordestina, além de reportagens sobre as festas nestas cidades e matérias focalizando as comemorações juninas em todo o Brasil.Em cada região, a TV Brasil mostrará a diversidade desta festa, com características específicas de cada canto do Brasil. A cada hora, a transmissão percorre as cinco cidades mostrando shows ao vivo, comentários, reportagens. Cerca de 72 profissionais integram a equipe de transmissão.

 

Hospital Unimed

Será inaugurada amanhã, 20, às 19hs, a primeira ala de apartamentos do Hospital Unimed. A solenidade será prestigiada pelo diretor presidente da Unimed Brasil, Celso Corrêa de Barros, que na  ocasião fará também a palestra “As Conquistas do Sistema Unimed”. Além  dele, o evento contará com a presença do presidente da Unimed Sorocaba  e diretor de recursos próprios do Sistema Unimed, Rodolfo Pinto  Machado. A inauguração será na sede do Hospital Unimed, à rua Campo do Brito, 1.000, bairro São José. A solenidade terá continuidade às 20h  no Hotel Celi, na Atalaia, onde Dr. Celso Barros vai proferir a  palestra “As Conquistas do Sistema Unimed”. A noite será encerrada com um coquetel.

 

Sem medo: um espaço democrático mesmo

De um leitor: “…é isso aí, Cláudio, você faz muito bem em criticar e reconhecer a quem você acha que deve ser criticado e reconhecido e quando aparece leitores, empresas ou políticos, contestando ou reclamando o que você escreveu, você concede o espaço, as vezes grande, na sua coluna Nem todos fazem assim e as vezes cortam o mais importante para a pessoa que reclama. Mas prossiga assim, seu avô se vivo fosse estaria se orgulhando de você! Conheci Zé Nunes, comuna das antigas, desde a década de 30, orgulho de todos nós e que mereceria uma homenagem desses meninos de hoje que prosseguem a luta! Ele gostava de lembrar o dito pelo grande filosofo Voltaire: “não concordo com uma só palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte o vosso direito de dizê-lo”. Seu pai(certamente aprendeu com seu avó) também vivia a repetir isso pelas redações , no sindicato e por aí ;eu conheço vocês, tô de olho!”

 

Frase do Dia

“O nó da Terra: a questão fundiária está no centro do conflito sobre os biocombustíveis, o preço dos alimentos, quase todas as reservas indígenas e tem forte ligação com o desmatamento da Amazônia. Nas cidades, as dificuldades de acesso à terra para a habitação é responsável pelo explosivo crescimento de favelas e loteamentos ilegais.” (Ermínia Maricato, trecho da matéria “O nó da Terra”, pág. 34, da revista “Piauí”, deste mês.  

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais