Julho Amarelo: seu fígado merece mais atenção!

0

No mês de Julho, onde todo o país faz um alerta sobre as Hepatites Virais, que são infecções que provocam inflamação do fígado, podendo levar à cirrose hepática e câncer de fígado, é importante que a população saiba o papel do fígado para a nossa vida.

Culturalmente, todos usam a imagem do coração para dizer “você está no meu coração” pela importância que o nosso coração tem para a vida.

Diante da grande importância do fígado para o nosso corpo, sugerimos criar o símbolo do fígado para as frases românticas “você está no meu fígado”, “você é tão importante para mim como o meu fígado”, “você é o fígado da minha vida”.

Por que tanta valorização ao FÍGADO?

O fígado é considerado a maior glândula do corpo humano e executa funções fundamentais para o organismo. Sem o fígado não há vida. Saiba as principais funções do fígado: Produz a bile, que é armazenada na vesícula e atua como detergente, ajudando na digestão das gorduras; Guarda glicose na forma de glicogênio, que fica à disposição do organismo para quando ele precisar de energia; Produz proteínas importantes, por exemplo, para a coagulação do sangue; Realiza desintoxicação do organismo – quando você usa bebidas alcoólicas numa festa, numa farra ou num momento qualquer de comemoração e alegria, o seu fígado está trabalhando intensivamente para lhe proteger das toxinas liberadas pelo metabolismo do álcool e outras drogas; Produz o colesterol que é metabolizado e excretado pela bile.

As Hepatites Virais são doenças silenciosas

As hepatites virais são inflamações do fígado que nem sempre se manifestam com sintomas. As ações do Julho Amarelo visam intensificar a prevenção e o controle das hepatites virais, principalmente para incentivar as pessoas a realização dos testes rápidos, já que podem ter o vírus e não saber. Dentro das prioridades estão o rastreamento da hepatite C para diagnóstico, tratamento e cura, o aumento da cobertura vacinal para prevenção à hepatite B, bem como o incentivo ao uso do preservativo masculino ou feminino para reduzir a transmissão da Hepatite B pelas relações sexuais.

O rastreio principalmente voltado para a hepatite C ocorre baseado nos dados preocupantes do Ministério da Saúde: no Brasil mais de 70% das mortes por hepatites virais são decorrentes da Hepatite C, seguido da Hepatite B, com 21,8% e a Hepatite A, com 1,7%.

Enfrentar as Hepatites Virais é um dever de todos

O conhecimento sobre o papel do fígado para o organismo e a necessidade de protegê-lo, mostra a importância do maior empenho dos profissionais de saúde na oferta dos testes rápidos para as Hepatites Virais B e C e a disponibilização da Vacina Contra a Hepatite B. Do lado da população, as pessoas precisam procurar os serviços de saúde para a realização dos exames, a busca pela vacina contra a Hepatite B disponível na rede pública, o uso correto e consistente do preservativo nas relações sexuais, os cuidados com os instrumentos que cortam ou furam a pele (risco de transmissão da Hepatite C), especialmente em salões de beleza, tatuadores e colocadores de piercing.

 

Comentários