Máquina inchada

0

Anotem aí: se o governo estadual não reduzir logo e drasticamente o grande número de cargos comissionados não terá recursos para pagar os salários nos próximos meses, assim como o décimo terceiro. Nunca se contratou tantos CC’s em Sergipe como nos últimos meses, a ponto de muitos nem aparecerem nas repartições públicas por falta de acomodações, e mesmo do que fazer. Há casos de cabos eleitorais contratados por mais de R$ 3 mil para dar expediente nos comitês dos candidatos. Passada a eleição, estes cidadãos estão ganhando para ficar em casa. Por conta disso, em agosto e setembro passados o Executivo fez das tripas coração para pagar a super-inchada folha de pessoal. Com o fim da campanha eleitoral, o governo vitorioso nas urnas deve começar a desmontar o circo visando ter fôlego financeiro para garantir o pagamento em dia da folha de pessoal.

Preferido de JB

Embora não confesse, o governador Jackson Barreto (PMDB) torce que o promotor público Djaniro Jonas tenha votos suficientes para compor a lista tríplice da qual sairá o futuro procurador-geral de Justiça. Portanto, se ele estiver na relação será o escolhido por JB. Além de Djaniro, estão na disputa pelo comando do Ministério Público Estadual os promotores Virgílio do Vale Viana, Rony da Silva Almeida, Eduardo D’Ávila Fontes e Manoel Cabral Machado Neto. A eleição está marcada para a próxima segunda-feira.

Braços cruzados

Enquanto a Prefeitura de Aracaju torra dinheiro para propagandear uma saúde de primeiro mundo, os profissionais seguem sem ter seus direitos atendidos. Ontem, os enfermeiros do município cruzaram os braços por 24 horas para protestar contra o não atendimento das reivindicações salariais da categoria. Como se o problema não fosse dele, o prefeito João Alves Filho (DEM) faz campanha para o presidenciável Aécio Neves (PSDB).

Briguinha

Pelo menos até depois do segundo turno não chamem para o mesmo comício o governador Jackson Barreto (PMDB) e o senador Antônio Carlos Valadares (PSB). O primeiro diz ter ficado contrariado com a decisão do aliado de apoiar o presidenciável Aécio Neves (PSDB). Por sua vez, o senador postou no twitter que ainda está pra nascer quem o faça recuar de uma decisão legítima. “É preciso que respeitem o PSB”, escreveu. Essa briguinha, contudo, não causará maiores arranhões nas relações políticas entre JB e Vavá.

Força federal

A exemplo do que aconteceu no dia 5 passado, 10 municípios sergipanos terão a segurança reforçada por forças federais durante o segundo turno das eleições. A decisão do Tribunal Superior Eleitoral alcança Brejo Grande, Umbaúba, Arauá, Pedrinhas, Riachão do Dantas, Boquim, Ilha das Flores, Canindé do São Francisco, Poço Redondo e Poço Verde.

Improbidade

Nem bem terminou de comemorar a eleição para a Assembleia e o ex-prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC), já foi denunciado por improbidade administrativa. Ele é acusado pelo Ministério Público Federal de, enquanto administrador municipal, ter contratado irregularmente por R$ 309 mil o Instituto Laurear de Inclusão Social e a empresa MH Consultoria e Representações Ltda. O MPF pede à Justiça que Valmir devolva o dinheiro dos contratos, pague multa e tenha os direitos políticos cassados.

Só pensam neles

Boa parte dos políticos envolvidos nas campanhas de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) está preocupada é com o próprio umbigo. Os petistas que perderam as eleições sonham com um bom cargo federal se a aliada permanecer na Presidência, enquanto os tucanos derrotados em Sergipe querem uma boquinha no possível governo do candidato mineiro. Portanto, não se iludam, os cabos eleitorais de Dilma e Aécio querem mesmo é se arrumar.

Show de mentira

O delegado de Polícia Archimedes Marques publica artigo com duras críticas ao livro “Lampião mata sete”, no qual o autor Pedro Moraes diz que o chefe dos cangaceiros era homossexual. Estudioso do cangaço, o policial afirma que a obra literária “é agressiva, maldosa, inconsequente e eivada de enxurradas de mentiras”. Segundo ele, “não existe no livro um único documento que prove que o autor fez qualquer tipo de estudo, pesquisa, ou de onde foi buscar tais informes. Tudo não passa de mera especulação, invencionice”. Archimedes está certíssimo!

TJ premiado

O Tribunal de Justiça de Sergipe está entre os 10 judiciários estaduais que receberam ontem o Selo Infância e Juventude pelas boas práticas na defesa dos direitos da criança e do adolescente. Esta é a primeira edição da premiação, concedida pelo Conselho Nacional de Justiça e a Unicef. Segundo o desembargador Cláudio Deda, presidente do TJ sergipano, as coordenadorias de Infância e Juventude vieram também para atuar como instrumento de suporte aos serviços na área da infância e juventude. Legal, né?

Fique ligado

Os sergipanos não precisarão adiantar os relógios em uma hora a partir da meia noite do próximo sábado, pois os estados nordestinos estarão fora do horário de verão, que vai até 22 de fevereiro de 2015. Mesmo assim, é bom a população de Sergipe ficar ligada ao funcionando dos bancos, aos voos e aos concursos públicos, que seguirão o horário de verão.

Recorte de jornal

Publicado no Diário de Sergipe em 24 de dezembro de 1958

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais