Memórias do Clube dos Médicos

0

     Duas fotos, recém publicadas em redes sociais, relembram, com emoção,  o que representou  o Clube dos Médicos, nas décadas de 60 e 70,

Clube dos Médicos se destaca na bucólica paisagem

na vida da cidade. Ponto de encontro frequente da classe médica, familiares e seus convidados, era o domingo o seu dia de glória, com caranguejadas, petiscos deliciosos, a animada piscina redonda, o clássico carteado e o jogo de sinuca, entre outras atividades.
    Sua sede despontava no cenário despovoado da praia de Atalaia, conforme se vê em uma das fotos, no canto inferior direito.
    O Clube também realizava festas temáticas, os bailes do Havaí e Réveillon,as festas de formaturas, os festivais de chopp para angariar recursos para a turmas de Medicina.
    De longe, a turma mais animada era a dos médicos do Hospital Santa Isabel, com suas esposas e filhos, conforme pode ser atestado pela outra foto : Gileno, Everton, Muricy, Gilvan Rocha, Carozo, Aristóteles, Aloisio Vieira, entre outros. Uma turma muita festeira também era a dos médicos da Sucam e FSESP, entre eles José Leite Primo, Alexandre, Cleovansostenes, João Lima, Jussiê, Mario Rego…
     No salão principal, destacava-se um enorme painel com a caricatura de vários médicos da nossa sociedade, pintados de forma bem humorada e pitoresca por Gilvan Rocha, com a ajuda de Marcos Prado. Ajudei aos dois, misturando tintas e enxugando pinceis.
  

Médicos do Hospital Santa Isabel

Na década de 80, o clube entrou em decadência e chegou ao abandono. Foi iniciado então um processo de liquidação extrajudicial, por iniciativa de alguns associados. Quando assumi a Somese em 1993, tentamos resgatá-lo. Com o apoio do médico Antônio Roberto Figueiredo, de saudosa memória, conseguimos que vários associados doassem seus títulos, mas uma parte não aceitou. O que restou do clube foi arrebatado por uma construtora, o prédio foi demolido, o painel sumiu, nunca mais o vimos, restando somente a lembrança. Uma doce lembrança!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários