Musiqualidade

0

R E S E N H A

Cantora: IVETE SANGALO
CD/DVD: “MULTISHOW AO VIVO – IVETE SANGALO 20 ANOS”
Gravadora: UNIVERSAL MUSIC

Uma parcela de público mais exigente no que se refere especialmente às mensagens contidas nas letras das músicas pode até não gostar do trabalho da cantora baiana Ivete Sangalo, mas ninguém pode negar que ela possui um carisma arretado e que, como poucas, sabe se manter na mídia desde que estourou na folia de sua terra à frente da banda Eva, ajudando a alardear o chamado axé music. Quando optou por abraçar carreira solo, alguns insistiam em dizer que ela sumiria em pouco tempo (como aconteceu com certas colegas), mas o fato é que o sucesso foi ainda maior e hoje é difícil acreditar, de norte a sul do país, quem não a conheça ou saiba ao menos o refrão de vários de seus sucessos.
Dona de uma beleza morena, um sorriso que nunca lhe deixa os lábios e uma voz grave e potente, ela está a completar duas décadas de trajetória e isso não poderia passar em branco. Tanto que a gravadora Universal Music se juntou ao canal MultiShow para realizar um grande espetáculo que ocorreu em dezembro do ano passado na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), o qual, devidamente registrado em áudio e vídeo de inatacáveis qualidades, chegou recentemente ao mercado com grande estratégia de marketing.
Enquanto o DVD se faz disponibilizado em formato simples ou duplo, o CD único alberga dezoito faixas que passeiam pelos muitos hits colecionados pela cantora. Há desde as seminais “Eva” e “Adeus, Bye, Bye” até a mais recente “Tempo de Alegria” (lançada como single no final de 2013), passando por “Festa”, “Sorte Grande”, “Dançando”, “Beleza Rara”, “Empurra, Empurra” e “Arerê”.
Ivete troca de figurino algumas vezes como que para marcar o show em blocos que contam com as participações especiais de Bell Marques (em “Pra Você”), Alexandre Carlo, vocalista da banda brasiliense Natiruts (em “Could You Be Loved”), Alexandre Pires (na inédita “Me Engana que Eu Gosto”) e Saulo Fernandes (em “Cruisin”).
Com a direção musical assinada pela própria Ivete ao lado do tecladista de sua banda, Radamés Venâncio (que também assina os arranjos), esse talvez seja, musicalmente falando, o seu projeto mais caprichado a animado, uma vez que ela apenas baixa a guarda em raros momentos como “Só Num Sonho” e “Amor que Não Sai”.
Mais um degrau na escada que garante a Ivete Sangalo não só a permanência no topo entre os ídolos populares nacionais, mas também uma necessária sobrevida até o lançamento de um novo CD, o que certamente não demorará muito a acontecer.

N O V I D A D E S

* Irmã de Tetê Espíndola, a cantora e compositora Alzira E (natural de Mato Grosso do Sul) vem construindo sua carreira sem pressa, mas de forma bastante coerente. Uma prova disso é o seu novo (e nono) CD intitulado “O que Vim Fazer Aqui”, recentemente lançado através do selo Traquitana, o qual se faz composto por onze faixas, dez delas resultantes de parcerias do saudoso Itamar Assumpção, o homenageado do projeto (e que nos deixou há uma década), ora com a própria Alzira, ora com a poetisa e escritora Alice Ruiz (o repertório se completa com a inédita “Conversa Mole”, de Alzira feita com sua filha, a emergente Iara Rennó). Ancorada por uma afiada banda formada por Peri Pane (violão e violoncelo), Gustavo Cabelo (guitarra), Marcelo Dworecki (baixo) e Cris Scabello (guitarra), além dela própria ao violão e as participações de Lucinha Turnbull (violão de aço) e Paula Pi (viola de arco), a artista apresenta um álbum redondinho que comprova ter sido Itamar, de fato, um autor com linhas próprias de criação muito bem definidas. Alzira, por seu turno, ratifica possuir talento inato, o qual se faz expressado pela voz de timbre exótico, mais para o grave, que sabe utilizar com maestria para passear por sensações que vão do bom humor à crítica, passando pela delicadeza e pela ironia. Com sonoridade basicamente acústica, o CD foi produzido a quatro mãos pelos já citados Dworecki e Scabello e possui como pontos altos as inéditas “Norte” e “Chuva no Deserto”, além das oportunas releituras de “Sei dos Caminhos”, “O que É que Eu Fiz de Mal” e “Já que Tem que”.

* Realizado no final de abril no Theatro São Pedro, em Porto Alegre (RS), o show de Jards Macalé foi devidamente registrado para se transformar em CD e DVD que aportarão no mercado ainda este ano. O projeto contou com as participações especiais de Luiz Melodia, Thaís Gulin e Zeca Baleiro com quem Macalé cantou “Negra Melodia”, “Hotel das Estrelas” e “Vapor Barato/À Flor da Pele”, respectivamente. O repertório contemplou ainda canções autorais de várias fases da carreira do artista, tais como “Anjo Exterminado”, “Mal Secreto”, “Movimento dos Barcos”, “Revendo Amigos” e “Soluços”.

* O musical “Vingança”, que tem como mote as canções de Lupicínio Rodrigues, foi um dos grandes sucessos de público e crítica em 2013. Indicado a vinte prêmios, incluindo o aclamado Shell, o espetáculo, que se passa em um cenário de boemia, na virada da década de 1950, e tem sua história desenrolada através da abordagem de três triângulos amorosos, foi registrado em CD, o qual chegou recentemente ao mercado. Para quem gosta das canções de Lupicínio, recheadas de dores de amores, se trata de um prato cheio, bem como para aqueles que pouco conhecem a obra do famoso compositor, mas desejam preencher tal lacuna. Interpretado por grandes cantores (Guilherme Terra, Luciano Andrey, Jonathas Joba, Sergio Rufino, Andrea Marquee, Ana Carolina Machado e Anna Toledo, esta a idealizadora do projeto), o repertório revisa clássicos, a exemplo de “Se Acaso Você Chegasse”, “Esses Moços”, “Volta”, “Nervos de Aço” e “Nunca” e também joga luzes sobre temas menos conhecidos tais como “Há um Deus”, “Não Conte pra Ninguém”, “Rainha do Show”, “Quem Há de Dizer” e “Judiaria”. Altamente recomendável!

* Elba Ramalho se encontra em estúdio gravando um novo CD sob a produção de Luã Mattar, seu filho, com Yuri Queiroga. A cantora portuguesa Carminho será a convidada especial do fado “Um Passarinho Enganador” e a nossa Nana Caymmi dividirá os vocais de “Contrato de Separação” (ambas as canções são de autoria do saudoso Dominguinhos, a segunda em parceria com Anastácia).

* Ângela Maria completou oitenta e cinco anos no mês passado e, para comemorar esse período considerável da cantora na ativa, o selo carioca Discobertas estará lançando em julho próximo um box (intitulado “Rainha do Rádio”), contendo quatro CDs  com gravações ao vivo captadas na década de cinquenta do século passado. Muito legal!

* “Olhos de Onda”, o show que a cantora e compositora gaúcha Adriana Calcanhotto realizou, em 1º de fevereiro deste ano, na casa de espetáculos Vivo Rio, devidamente registrado em áudio e vídeo, acaba de chegar às lojas nos formatos CD e DVD. Acompanhada unicamente por seu próprio violão, a cantora cativa a plateia presente, ávida por escutá-la e acompanhá-la em alguns de seus maiores sucessos autorais tais como “Esquadros”, “Metade”, “Depois de Ter Você”, “Vambora” e “Mais Perfumado”. Em boa forma vocal, ela inseriu, no repertório do projeto, canções de outros autores por ela gravados durante sua trajetória, a exemplo de Caetano Veloso (“O Nome da Cidade”), Cid Campos (“Sem Saída”, parceria com Augusto de Campos) e Antônio Cícero (“Três” e “Maresia”, compostas com Marina Lima e Paulo Machado, respectivamente). E ainda apresenta suas delicadas versões para “Back to Black” (tema mundialmente propagado por Amy Winehouse) e “Me Dê Motivo” (de Michael Sullivan e Paulo Massadas, sucesso na gravação de Tim Maia, presente na trilha sonora da telenovela global “Geração Brasil”). Ligada às leis do mercado, Calcanhotto presenteia seus fãs com as inéditas “Motivos Reais Banais” (musicando poema de Waly Salomão), “E Sendo Amor” e a faixa-título. E, para não deixar passar em branco, duas boas canções suas que não tinham, até então, entrado em sua discografia oficial, foram incluídas agora (“Canção de Novela” e “Maldito Rádio”, feitas especialmente para as trilhas das globais “Passione” e “Cheias de Charme”). Completam o repertório de vinte faixas parcerias da artista com o já citado Antônio Cícero (“Inverno”), Arnaldo Antunes (“Para Lá”) e Dé Palmeira (“Seu Pensamento”) e uma nova visita a “Devolva-me” (de Renato Barros e Lilian Knapp).

* O violonista Marco Pereira e o acordeonista Toninho Ferragutti estão lançando o álbum “Comum de Dois”, editado pela gravadora Borandá. Entre criações autorais, a dupla resgata “Mulher Rendeira” (de Zé do Norte) e entrelaça obras de Dorival Caymmi e Ernesto Nazareth em vigoroso medley.

* A coletânea dupla “Rolê – New Sounds of Brazil”, que foi idealizada com vistas ao mercado externo, principalmente o europeu, recolheu quarenta e três fonogramas de artistas da cena indie brasileira, dentre os quais “Amor meu Grande Amor” (com Lucas Santtana), “Que Bom” (com Juliana Perdigão), “Fuga nº3 da Rua Nestor” (com Cicero), “Na Garrafa” (com a Trupe Chá De Boldo), “Avante” (com Siba), “Arco da Aliança” (com Alice Caymmi), “Ping Pong” (com Lurdez da Luz), “Moreno Morenado” (com Dona Onete), “Megalomania” (com Tulipa Ruiz), “Amazônia Bang Bang” (com Strobo), “Miligramas” (com Iara Rennó) e “Quarto sem Porta” (com Wado). Ótima iniciativa para ajudar a divulgar os nossos talentos lá fora!

* A telenovela global “Meu Pedacinho de Chão” ganhou dois CDs (vendidos separadamente), os quais oficialmente representam sua trilha sonora. Um, cuja capa traz a foto da protagonista (a atriz Bruna Linzmeyer), é composto por quatorze faixas interpretadas pela banda Devotchka! (cinco delas instrumentais). O outro, com a foto de parte da cidade cenográfica na capa, traz vinte e oito temas instrumentais compostos especialmente para a produção por Tim Rescala, trazendo o mesmo, como regente, à frente da Orquestra Sinfônica Heliópolis e do Coral da Gente. Ambos os discos tentam traduzir em sons a atmosfera lúdica e fantasiosa na qual o diretor da novela, Luiz Fernando Carvalho, ambientou o texto do escritor Benedito Ruy Barbosa e chegam às lojas através da gravadora Som Livre.

RUBENS LISBOA é compositor e cantor.
Apresenta o quadro "Musiqualidade" dentro do programa "Canta Brasil”, veiculado pela Aperipê FM todas as segundas-feiras, às 10 horas.
Quaisquer críticas e/ou sugestões a este blog serão bem-vindas e poderão ser enviadas para o e-mail: rubens@infonet.com.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais