Os dois empréstimos do Governador Valadares

0

Diante das críticas que o governador Jackson Barreto tem recebido por conta de dois empréstimos em dólares, já aprovados pela Assembleia Legislativa, alguns sindicalistas fizeram um levantamento dos empréstimos feitos no governo do Senador Antônio Carlos Valadares, nos anos 80 e começo dos anos 90.  Descobriu-se que no governo do Senador – que tem se mostrado muito rancoroso com o ex-correligionário Jackson Barreto –  foram autorizados dois empréstimos para aplicações variadas. A Lei no. 2.725 de 28 de setembro de 1989, é sobre um empréstimo de US$ 635.000.000,00 (seiscentos e trinta e cinco milhões de dólares) autorizando o Poder Executivo a usá-lo  para implantação do Polo Cloroquimico e da Zona de Processamento de Exportação, Duplicação da Adutora do São Francisco, implantação de sub-adutora e projetos de Desenvolvimento Industrial e Turistico de Transporte, de Infra-Estrutura do Sistema Elétrico e de Eletrificação Rural e dá outras providências. . Em valor de hoje, o empréstimo foi de US$ 3.2521, ou, em moeda brasileira atualizada, R$ 2.065.083,500,00. O que os sindicalista não informaram é se o dinheiro tomado emprestado foi justamente aplicado no que descreve a Lei.

Já a Lei número 2957, de 17 de março de 1991, autorizou o Poder Executivo a contratar operações de créditos por antecipação de receita para liquidar empréstimo contratados por antecipação de receita e saldar a folha de pagamento de pessoal. O empréstimo é no valor de R$ 6.500.000,000,00 (seis bilhões e quinhentos milhões de cruzeiros) com a finalidade de liquidar empréstimos contratados por antecipação de receita e salvar folha de pagamento d pessoal. Para garantia, e como meio de pagamento dos financiamentos que venham a ser conseguidos de acordo com o art. 1º desta Lei, o Poder Executivo poderá utilizar ou ceder às respetivas instituições financeiras, parcelas do imposto sobre Operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transportes interestadual  e intermunicipal e de Comunicação – ICMS e de quotas do Fundo de Menor Índice. Convertidos pelo IPCA este empréstimo foi no valor de R$ 206.7826.946,10. Claro que estes dois empréstimos foram pagos no tempo legal, do contrário o Estado não teria crédito para novos empréstimos. O problema é saber se os dois empréstimos foram usados conforme o descrito.

CEAC: Serviços continuam no Rio Mar

O Ceac (o Centro de Atendimento ao Cidadão) deveria atender aos consumidores do Estado, num prédio na Avenida Coelho e Campos. Mas, parece que isso não vai ocorrer. A Secretaria de Planejamento está improvisando atendimentos nas proximidades do Ceac lá mesmo no Shopping Rio Mar. Pelo menos três ou quatro serviços já foram abrigados por lá mesmo e a tendência é improvisar novos atendimentos dentro do próprio Shopping. A reforma das instalações do Ceac deve demorar em torno de 60 a 90 dias.

Livro de Albano: ‘Lançamento ainda repercute

Ainda repercute o lançamento do livro “Artigos Globais e outros textos esparsos”, pelo empresário e político Albano Franco. Agora, foi a Câmara de Vereadores de Riachão do Dantas que aprovou Moção de Aplauso. A indicação é da autoria do vereador Albertino Franco Souza e foi aprovada por unanimidade. O lançamento do segundo livro do ex-governador Albano Franco aconteceu no último dia 26 de outubro. Em seguida o livro foi lançado na IV Bienal do Livro em Itabaiana. Toda a renda obtida com a venda do livro está sendo destinada a Casa Maternal Amélia Leite.

AL debate o diabetes

O grande expediente da Assembleia Legislativa na última quarta-feira foi dedicado a dois médicos dos mais conhecidos da Capital sergipana. Os médicos Dr. Nivaldo Farias e dr. Raimundo Sotero foram falar de suas especialidades, a endocrinologia. O dr. Sotero revelou que a maior comunidade de diabéticos de Sergipe fica em Umbaúba. No mundo inteiro a diabetes mata em torno de uma pessoa a cada oito segundos. De- fendendo a tese de que é melhor prevenir do que remediar, revelou que doze por cento dos gastos em saúde pública no Brasil são endereçados à área do diabetes. Por seu turno, o dr. Nivaldo Farias, em virtude do início da campanha do Novembro Azul, abordou a Saúde do Homem.  Dedicou boa parte de sua fala ao câncer da próstata.

A Revolução Russa em debate

Os cem anos da Revolução Russa vão ser lembrados  em seminário sobre o tema, a se realizar no dia  7 de novembro próximo no Centro Cultural de Aracaju, na praça General Valadão, no Centro da Cidade. Além de mostrar imagens de cartazes sobre a Revolução de 1917, o advogado Wellington Mangueira que viveu por anos na União Soviética, vai falar sobre os anos que precederam a Revolução Russa. Em seguida, a dra. Thaiz Carvalho Senna, doutoranda em história contemporânea pela Universidade Federal Fluminense, falará sobre a importância da Revolução Russa.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários