Patriotismo de ocasião e ufanista

0

 

 

O povo brasileiro está demonstrando seu patriotismo nas ruas de todo o país. Empunham em suas casas, seus veículos e no dia a dia, as bandeiras do Brasil mostrando que estão preparados para votar este ano. E mais: que estão numa cruzada contra os péssimos políticos que são candidatos. O patriotismo do brasileiro mostra que eles estão dispostos a dizer não nas urnas aos chamados políticos “fichas sujas”. Revivendo a campanha do “Petróleo e Nosso” o patriotismo do brasileiro está exacerbado em várias questões nacionais importantes.

 

É caro leitor, você não entendeu nada do texto acima. E tem razão. Na verdade a ironia é uma forma de demonstrar toda indignação deste jornalista com o “Patriotismo de Ocasião”, que brota dos corações da maioria dos brasileiros somente de quatro em quatro anos, num curto período, de duas semanas que antecedem a Copa do Mundo até o final (isso se a seleção chegar lá). Aí as bandeiras aparecem, o verde e amarelo são as cores principais em todos os segmentos. É uma pena que esse patriotismo é uma catalepsia.

 

Seria bonito e verdadeiramente patriota se os brasileiros tivessem orgulho de mostrar sua bandeira sempre, como ocorre em quase todos os países da Europa, nos EUA, no Canadá e mais perto ainda na Argentina. Ontem, 31, aqui na Infonet, Edmir Pelli, escreveu sobre o assunto e  fez alguns questionamentos interessantes: “Por que este engajamento e patriotismo não são constantes em nós brasileiros? Quanto maior e menos desigual seria o nosso país se este engajamento e patriotismo fossem permanentes? Sejamos patriotas e participantes no nosso dia a dia e, num curto espaço de tempo, estaremos vivendo numa grande nação chamada Brasil”.

 

É quando será que o patriotismo de grande parte dos brasileiros deixará de ser apenas de ocasião, num assunto que não mudará a sua vida. Se o Brasil vencer ou não a Copa o que melhorar na qualidade de vida dos brasileiros? É aquela história do ufanismo tupiniquim que faz lembrar resquícios da ditadura militar com o discurso da “pátria de chuteiras”, tão conhecido e repetido pelo Dunga este ano. Até quando?

 

Pressão da família

Comenta-se nos bastidores que o empresário Adierson Monteiro, anunciado para ser o primeiro suplente de Albano Franco, na candidatura ao Senado Federal, pode rever sua posição. Segundo informações, além dos afazeres empresariais em Sergipe e Alagoas o empresário vem recebendo pressão da família para não ser candidato.

 

Federal de Albano

A piada de ontem nas rodas políticas é que Albano Franco atendeu ao pedido do DEM de lançar um candidato a deputado federal. Trata-se do ex-deputado e ex-prefeito José Franco. Só que tem um problema: José Franco está filiado ao PDT, ou seja, na coligação que apóia Déda. Piada sem graça, pelo menos para alguns…

 

Simão Dias: associação e ex-presidente condenados pelo TCU I

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou ontem, 31, a Associação do Projeto dos Assentamentos Quinginbe Floresta em Simão Dias (SE) e o ex-presidente da entidade José Adelmo Dias Silva a devolverem solidariamente R$ 1.156.226,51, valor atualizado, ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

 

Simão Dias: associação e ex-presidente condenados pelo TCU II

A associação e o ex-presidente não comprovaram a aplicação de recursos recebidos por convênio firmado com o Incra para a construção de 218 cisterna e 16 km de estradas de acesso aos lotes rurais, no intuito de beneficiar 291 famílias de trabalhadores assentados pelo programa de reforma agrária. Os responsáveis foram multados em R$ 30 mil, que deverá ser recolhido ao Tesouro Nacional no prazo de 15 dias. Cópia da decisão foi enviada à Procuradoria da República no Estado de Sergipe. O relator do processo foi o ministro José Jorge. Cabe recurso da decisão. (TCU).

 

Práticas antigas

Depois que a imprensa noticiou que o empresário Edvan Amorim fechou a aliança com o governador Marcelo Déda surge, nos bastidores, a notícia que dois deputados do PSC, ligados a João Alves, querem “entornar o caldo”, e cobram uma conversa de “pé de orelha” com Déda. Estes dois estão acostumados as práticas antigas, onde a máquina estatal era usada para eleição deles. O blog mostrará todo o histórico dos dois nos próximos dias.

 

Acidentes grave

Em respeito às vítimas do acidente ocorrido numa ponte – construída há 30 anos – a caminho do povoado Fonte Nova, em Estância, na noite desta segunda, 31, o governador Marcelo Déda cancelou a agenda de visitas às cidades de Areia Branca e Capela, onde haverá a abertura dos festejos juninos deste ano. O acidente envolveu um caminhão que transportava 20 toneladas de laranja e 28 pessoas em cima de toda a carga numa rodovia intermunicipal entre Estância e Boquim, Centro Sul do estado. O governador convocou os secretários de Estado da Saúde, da Infraestrutura e da Segurança Pública para prestar todo o auxílio necessário às 21 vítimas e às famílias dos sete mortos no acidente. Déda lamenta o ocorrido e informa que o Governo do Estado vai dar toda a assistência possível aos acidentados.

 

Praça Zilda Arns I

Repercutiu muito as notas publicadas ontem sobre os problemas na praça Zilda Arns, entregue recentemente pela PMA. O leitor Silvio Sotero postou comentário e enviou e-mail, alertando que no final da tarde, a partir das 18hs, muitos adolescentes usam drogas no espaço e fazem muita baderna. Aí é caso de polícia mesmo.

 

Praça Zilda Arns II

Já o leitor César Matos discordou da afirmação deste jornalista de que o Jardins é um bairro modelo. “Só o mercado imobiliário ousa falar isso, mas talvez há 15 anos atrás. Hoje, não mais. Vamos olhar em volta e nos perguntar: o que existe de modelo ali? Nada, é um bairro comum. Na verdade, talvez sirva de modelo para estudantes de arquitetura sobre como não deve ser um bairro urbano”, escreve César.

 

Forró Siri surpreende

A quantidade de pessoas na abertura do Forró Siri 2010 surpreendeu. Em anos anteriores, o primeiro dia da festa passava despercebido. Na última sexta-feira, de acordo com a Polícia Militar, mais de 50 mil pessoas estiveram em Socorro para curtir a primeira noite do Forró Siri.

 

Ginásio de Esportes

O prefeito Fábio Henrique recebeu as principais lideranças políticas de Sergipe, entre eles o governador Marcelo Déda, que fez em Socorro a abertura oficial dos festejos juninos no Estado e anunciou a construção de um ginásio de esportes na cidade. Quem também esteve por lá foi o ministro do Esporte, Orlando Silva, que garantiu duas Praças da Juventude para os socorrenses.

 

Mandato de César Mandarino

Em Itaporanga D`Ajuda não se fala em outra coisa: a denúncia pedindo a cassação do prefeito César Mandarino e sua vice, Célia Sobral. A expectativa é pelo parecer do MP, através do promotor, Arnaldo Figueiredo. A denúncia é pela prática de abuso do poder econômico e da captação ilícita de sufrágio. Se o promotor der o parecer favorável a cassação, com certeza a Justiça Eleitoral acompanhará a decisão.

 

Chiquinho vai ao ponto

Diante de um debate no programa Jornal da Ilha, apresentado na manhã de ontem, 31, por Jailton Santana, quando alguns ouvintes diziam que o Governo do Estado não ajudava as quadrilhas juninas sergipanas, o secretário adjunto de Comunicação, Chiquinho Ferreira foi direto ao ponto ao lembrar que esse apoio tem que respeitar a lei. “Desde 2007 que existe o Fundo Estadual de Patrocínio para Projetos Sócio-culturais e de Comunicação Social. E o edital, neste ano, foi aberto em 1º de março. Ao todo foram 35 prefeituras e 14 associações, incluindo a Liga de Quadrilhas Juninas do Estado de Sergipe, que receberam um total de R$ 2.760.000,00. Inclusive a Liga recebeu R$ 100.000,00 do Fundo de Patrocínio. Mas todos os projetos aprovados seguiram o edital na íntegra”, ressaltou.

 

Patrocínio X Irresponsabilidade

Para o adjunto de Comunicação o que não se pode é confundir patrocínio com irresponsabilidade. “Nesse governo tudo é feito de forma clara, respeitando a legislação e aplicando-se corretamente o dinheiro público. Por isso o cuidado em só se aprovar patrocínios que respeitem a lei também. Essa é a forma de se trabalhar nesse governo, inclusive com a determinação expressa do secretário de Comunicação, Carlo Cauê, para que seja assim. Mas é duro um governo que investe em cultura, como os números provam, ouvir que só tem quadrilhas juninas por conta das emissoras de televisão. É bom que as TV’s apoiem. Mas é preciso se reconhecer que antes dos concursos existem as quadrilhas e que elas foram, sim, apoiadas pelo governo”, finalizou.

 

Projeto beneficiará cem novos empresários

Para impulsionar a competitividade e promover a cultura exportadora das empresas locais, o Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Turismo (Sedetec), o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil) lançaram na noite da última sexta-feira, 28, durante a Feira da Indústria e da Inovação Tecnológica (Fitec), a 2ª etapa do Projeto Extensão Industrial Exportadora (Peiex).

 

Elevação dos níveis de emprego e renda

A iniciativa pretende, através da solução de problemas técnico-gerenciais e tecnológicos, contribuir para elevar os níveis de emprego e renda nas empresas, além de disseminar a cultura exportadora. Cerca de cem novos empreendimentos dos setores de metal-mecânica, confecções, madeira e móveis, petróleo e gás e tecnologia da informação serão beneficiados com o projeto.

 

Internacional é campeão da Taça Brasil I

Pela primeira vez um time sergipano é campeão da taça Brasil sub 20. No duelo das duas equipes com 100% de aproveitamento, o Internacional (SE) foi melhor que o Iate Clube (PI), venceu por 8 a 3 e conquistou a 28ª Taça Brasil de Clubes sub-20 – 2ª Divisão. O jogo foi realizado no domingo (30/5), no ginásio Antônio Francisco do Nascimento, em Ribeirópolis (SE) e encerrou a competição, iniciada na última segunda-feira (24/5). Além do troféu, o Internacional garantiu a vaga na 1ª Divisão da próxima temporada, assim como o Iate, que, mesmo derrotado, garantiu a ascensão à divisão superior.

 

Internacional é campeão da Taça Brasil II

Após o jogo, os atletas do Internacional comemoram muito o título da Taça Brasil. “É tudo fruto de um trabalho que começou lá atrás. O Oswaldo reuniu os melhores jogadores e conseguimos realizar bem dentro de quadra”, afirmou o pivô Netinho, capitão do Inter.Sobre a partida, ele disse que o determinante para a vitória foi a tranqüilidade e a eficiência da equipe. “Não nos apavoramos em nenhum momento. Soubemos tocar a bola e aproveitamos muito bem as chances que criamos”, resumiu.

 

FITEC 2010 confirma sucesso do setor industrial I

Mais de dez mil pessoas passaram pelo pavilhão da segunda edição da Feira da Indústria e Inovação Tecnológica, realizada na última semana. Quem visitou os stands das indústrias sergipanas se surpreendeu com a qualidade e variedade dos produtos fabricados no Estado. Enquanto 91% dos expositores afirmam ter ficado satisfeitos com os resultados da Feira e pretendem participar da edição de 2011 da FITEC que está consagrada no calendário oficial do Estado como o maior evento do setor industrial.

 

FITEC 2010 confirma sucesso do setor industrial II

A confirmação disso é o fato do governador Marcelo Deda se programar para fazer grandes anúncios para o setor industrial durante a abertura da FITEC. Este ano, Deda anunciou a chegada de 24 novos empreendimentos durante a abertura da feira. Tendo como base a pesquisa feita entre os expositores durante o evento, 95% pretendem participar da edição 2011 da Feira.  Apesar de não ter encerrado totalmente o balanço do evento, Alexandre Porto diretor da Êxito Eventos afirma que o saldo é positivo e que os resultados superaram a expectativa. “Tivemos visitação superior à do ano passado e isso confirma a importância de realizar um evento voltado exclusivamente para a indústria sergipana. Nossas metas e dos patrocinadores foram alcançadas, e já começamos o trabalho para a FITEC 2011”, informa.

 

Workshop: Gestão e Sustentabilidade Sócioambiental

A ONG VIDA NOVA estará realizando um  Workshop: Gestão e Sustentabilidade Sócioambiental: uma ferramenta para o sucesso organizacional. O evento será realizado no dia 20 de junho do corrente ano, no Espaço Cultural Professor Antônio Neto, no Sítio Vida Nova, localizado no Povoado São José – Pedrinhas/SE.O evento objetiva potencializar atitudes de planejamento e implementação de ações sustentáveis para ampliar a eficiência, competitividade e sustentabilidade institucional assim como despertar para a prática de discussões e análises sobre o cenário atual, para uma nova visão de negócios e qualidade de vida em função de um mundo melhor, mais justo, mais limpo e mais sustentável.

 

Forró, cinema e cordel: CineCut exibe Patativa do Assaré

 Nesta quarta-feira, 2/6, o CineCut vai exibir o longa metragem “Patativa do Assaré- Ave Poesia”. O filme, de 2009, é dirigido pelo cineasta Rosemberg Cariry e conta a vida e a obra do poeta e repentista cearense Patativa do Assaré, falecido no ano de 2002. Com direito a pipoca grátis e muita animação, o evento também contará com a participação do Forró Casaca de Couro, além da apresentação do cordel “São João em Sergipe”, interpretado pela cordelista Isabel Cristina Santana.

 

Parceria no CineCut

O CineCut deste mês está sendo organizado numa parceria entre a Ascorese – Associação dos Cordelistas e Repentistas de Sergipe, e a Central Única dos Trabalhadores do Estado de Sergipe – CUT/SE.O evento acontece na sede da CUT/SE, na Rua Porto da Folha, nº 1039, no Bairro Cirurgia. Quem aprecia a cultura popular nordestina não pode perder esta oportunidade.

 

DO LEITOR

 

Sujeira provocada por cães

Do leitor José Antônio dos Santos: “A sujeira provocada por cães, não se resume somente a Praça Zilda Arns. As calçadas e vias do Parque da Sementeira estão infestadas de fezes e urinas desses animais, quem caminha naquele parque tem que fazer zigue-zague para não pisar nos dejetos. As calçadas próximas aos condomínios da mesma forma. Além da sujeira e da fedentina, as plantas dos canteiros acabam morrendo com a ação da urina. Então, as pessoas tiram seus animais dos apartamentos para defecar e urinar nas vias públicas. Para coibir essa ação é necessário a prefeitura fazer uma campanha de conscientização como também instituir pesada multa para os infratores”.

 

 

Sinalização das elevações no Matapuã

Do leitor: “Trafegando ontem pela estrada que leva ao povoado Matapuã observei que ali foram colocados diversas elevações na pista ( redutores de velocidade) após o acidente que vitimou uma menor.Até aí tudo bem. O detalhe é que as elevações foram feitas em asfalto mas esqueceram de sinalisar a via com as pinturas em forma de zebra amarelas. Bem como não colocaram as placas que são obrigatórias nesses casos.Esperamos a correção do problema”.

 

Privatização Cirurgia

De uma leitora devidamente identificada: “PRIVATIZAÇÂO! É o que vai acontecer com o Hospital Cirurgia.. Com todas as consequencias de entrar em coma como você disse ai… Querem implementar Fundações de direito privado da mesmo forma que está feito do HUSE. E é o caos.. porque não existe absolutamente nada de estatal ali dentro.. É exatamente o contrário.. Quem trabalha lá como eu sabe da precarização absurda que nós trabalhadores estamos vivendo lá.. Sem direito nenhum.. Igual ao regime de trabalho de qualquer hospital privado.. Sem nenhum direito porque não somos estatutários, somos CLT, com maior carga horária e ganhando menos que os estatutários e com menos estabilidade do que os estatutários..Se o que acontecesse no hospital Cirurgia fosse a estatização aí sim, seria a solução!Pena que não é isso que vai acontecer… É exatamente o contrário! A moda agora é a saúde virar mercadoria!  Onde vamos parar??”

 

Recolhendo Assinaturas

Via e-mail pelo jornalista Abrahão Crispim Filho: “Os moradores dos Bairros Getúlio Vargas e Siqueira Campos estão recolhendo assinaturas da população para que seja encaminhado para a Câmara Municipal de Vereadores, um projeto que solicite a retirada das linhas de trem que segundo os residentes estão causando grandes transtornos. Os mesmos também abdicam a transferência do terminal de integração do centro da capital para a referida localidade, uma ciclovia moderna com canteiros de árvores e espaço de lazer”.

 

Sobre Estatuto dos servidores

Da Leitora Flávia Brasileiro, Presidente do Sindicato dos Enfermeiros: “Quanto ao comentário da Dra. Cáscia Barros em uma edição da semana passada: A referida senhora deveria apropriar-se da matéria, uma vez que o estatuto de Aracaju não é obsoleto. O que acontece é que a Prefeitura de Aracaju está ignorando, quando quer, uma decisão prolatada pelo STF, que suspende a declaração de Inconstitucionalidade dada pelo TJ-SE, por não lhe reconhecer a competência para este tipo de julgamento, que havia trazido a repristinação da Lei (Estatuto dos Servidores de Aracaju) de 1970. Sendo esta decisão do TJ-SE anulada, volta a viger no mundo jurídico o estatuto de 1988, que vem sendo IGNORADO pela PMA por oferecer mais direitos aos trabalhadores. O que á uma vergonha, em se tratando de um Administrador Público, conforme inclusive consta em decisão recente, oferecida pela Des. Marilza Maynart, no processo 2010200853 de 06 de abril de 2010, onde ela diz: “Deste modo, estando a Lei Municipal nº 1.464/1988 em plena vigência, atingida pelos efeitos retroativos da Reclamação nº 595-0 do STF, forçoso reconhecer que o aludido diploma continua a disciplinar as relações jurídicas inerentes aos servidores municipais de Aracaju, irradiando a produção dos seus efeitos no ordenamento jurídico.Vê-se, pois, que toda a matéria devolvida fora coerentemente analisada pelo aresto fustigado, não estando eivada por quaisquer dos vícios de omissão, contradição e obscuridade. Na realidade, o que pretende o embargante é a reanálise da matéria, meio para o qual não se serve o presente recurso, de acordo com firme corrente jurisprudencial.”.

 

Sindicalismo e empresariado

Continua Flávia Brasileiro: “Quanto ao seu comentário de que o sindicalismo vive bem com o empresariado e toca na saúde, me sinto no direito e na obrigação de contestar o que me cabe. Temos uma ausência de denúncias da rede privada, as pessoas temem a perda do emprego, a perseguição, pois há um mercado cruel, que não dá espaço pra muitos e a rede que emprega os profissionais da saúde se interligam e fecham as portas aos que reclamam.  O SEESE atua de forma a estimular aos colegas a nos trazer demandas, e é por isso que a CLT muitas vezes é injusta, garante direito à greve e não garante a manutenção do emprego, elenca a negociação coletiva e não dá meios para obrigar o empregador a fechá-la. Não temos leis que efetivamente protejam o trabalhador e os levem a denunciar seus patrões sem perderem seus meios de vida. É por isso que o serviço público bota a boca no trombone, por que tem a segurança de que os gestores passam e ele continuará. E ainda que a categoria não se manifeste ,tentamos ao máximo levantar discussões dentro da rede privada, proporcionamos assembleias, discussões na DRT, mas ou a categoria não comparece ou os empregadores não aparecem. Nem tudo o que fazemos vai à mídia, pois a mídia só dos dá espaço, geralmente ,quando é conveniente, quando é pra preencher espaços ainda vazios nos jornais ou nos horários a fim de disputas políticas. Nós do SEESE não temos assessor de imprensa, não pagamos espaços, mas trabalhamos muito e sem holofotes. Os holofotes que aparecem não são convocados, eles aparecem por que nos buscam”.

 

Comentário sobre sindicatos

Da presidente do Sindicato dos Enfermeiros: “Quanto ao seu comentário de hoje, dia 31 de maio: Todos os sindicatos da saúde e prestadores foram convocados pela direção do Cirurgia semana passada para tomarem ciência do problema. Todos os convocados estiveram presentes, estão procurando ver como podem ajudar judicialmente e politicamente, estivemos presentes quinta-feira no pronunciamento de Dr. Gilberto, hoje no abraço simbólico ao Hospital e estamos fazendo  o que podemos pelos Trabalhadores, não é nem pelo papel social do Hospital, que é uma “história sergipana” indiscutível,  como diz um sergipano da área da Saúde, ali é “uma Caixa de Pandora”, mas pela manutenção dos empregos dos pais e mães de família. Então não pré-julgue desta forma, pois estamos envolvidos sim, mas sabemos de toda a conjuntura política entranhada nesta questão. Já quanto aos leitores Messias Gonçalves e Gilson Costa no dia 26 tenho a ponderar que diferente de suas afirmações digo que o sindicato  dos enfermeiros não denuncia somente a ingerência, as mazelas dos gestores não, nem é uma questão partidária, mas denunciamos aquilo que vemos errado. Se tivermos ,inclusive, que levar um colega ao MP ou à Justiça, faremos, como já fiz. Não dá pra colocar todo mundo no mesmo balaio de gatos. Denunciamos a desassistência, e quem for responsável que responda. Diferente do Sr. Messias que deve ser remunerado para ser defensor profissional das bandeiras governistas, conforme sempre deixa claro em suas colocações, somos servidores públicos que tem a ideologia de um sistema justo e que atenda aos usuários com zelo ao bem público. O que apenas não vamos deixar que aconteça é a marginalização do servidor, trabalhador este que sofre com toda a falta de apoio e condições de trabalho e ainda são maculados por estarem na linha de frente, onde o caos acontece. Debato com qualquer um  o que vem acontecendo na Saúde ao longo dos anos  que vivo aqui em Sergipe, então senhores, aprofundem-se nas questões e deixem seus partidos, que em nada se diferenciam dos demais que por aqui já passaram e ai gente discute”.

 

 

Participe ou indique este blog para um amigo:

claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do Dia

 “Apenas um raio de sol é suficiente para afastar várias sombras”. São Francisco de Assis.

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários