Prado X Mensalão X Imunidade

0

 O sistema político vigente no país propicia que os políticos com mandatos fiquem mudando de partido a todo momento através de composições políticas com os governantes de plantão, independente do palanque que estiveram nas eleições. É a chamada governabilidade, que é a tônica do sistema de governo vigente. A principal culpada de tudo isso é a classe política que não teve coragem de aprovar uma reforma política para acabar de uma vez com a dança de partidos, através da fidelidade partidária e outras mudanças necessárias.

  Quem acompanha este espaço sabe que ele é não tem o costume de defender pessoas, principalmente políticos, porém, é preciso fazer uma análise fria da declaração do deputado federal, Mendonça Prado (DEM, ex-PFL), de que o governador está pagando “mensalão”  para os quatro deputados estaduais do PSC que votaram em João Alves e hoje estão dando sustentação política ao governo Marcelo Déda. A acusação foi contra os deputados Susana Azevedo (quatro mandatos), Angélica Guimarães (três mandatos), Valmir Monteiro (dois mandatos) e Zeca da Silva, no primeiro mandato.

  Aqui não está em mérito a atuação parlamentar deles (alguns já foram criticados duramente neste espaço) e nem a posição política em apoiar João Alves e hoje participar da bancada de sustentação do governo Marcelo Déda. A análise é sobre a forma como o deputado federal fez a acusação aos quatro parlamentares. Tirando Zeca, que está no primeiro mandato, os outros três deram sustentação ao governo João Alves. Ou seja, ao chamar de “mensalão”, Mendonça Prado está atingindo também o sogro dele, João Alves, já que coloca a suspeita que eles também recebiam “mensalão” para apoiar o governo. Será que Mendonça fez a denúncia com base nos últimos quatro anos onde foi um dos articuladores do governo anterior? Ou seja, ele, por tabela, denuncia o que fazia no governo passado? É aquele ditado, o uso do cachimbo, faz a boca torta.

  Mendonça Prado esquece que ao fazer esta acusação levanta suspeita sobre toda a Assembléia ao longo dos governos que passaram. Quantos deputados não foram eleitos em uma coligação e passaram a apoiar o candidato majoritário eleito de outra coligação? Prado deveria ter como exemplo o  pai dele, o ex-deputado Luciano Prado, que com passou vários anos na Assembléia, fazendo criticas e elogios, mas nunca atacando a honra de seus colegas. Aliás, honra é algo sério e este espaço, no ano passado, não aceitou criticas enviadas por leitores ao próprio Mendonça Prado, fora da atuação administrativa e parlamentar. Não aceitou e não aceitará.

   Será que o deputado federal Mendonça Prado faria esta acusação a quatro parlamentares se não tivesse imunidade parlamentar? Imunidade essa que só deveria ser garantida para a defesa de projetos e propostas de interesse da comunidade e contra retaliações do governante de plantão ao pleno exercício do mandato. É fácil usar a imunidade para achincalhar a carreira de qualquer um político. Por exemplo, este jornalista não pensa duas vezes em fazer criticas e, por isso, tem alguns processos na Justiça. Já qualquer parlamentar pode sair levantando suspeitas contra todo sem receber processo nenhum por conta do manto da imunidade.

   Que os quatro deputados estaduais façam suas defesas, porém este espaço lança um desafio para Mendonça Prado. Abra mão da imunidade parlamentar para que seja processado e prove na Justiça que os quatros são “mensaleiros”. Ele chegou a dizer que cada um recebe R$ 15 mil através de cargos comissionados. É fácil descobrir. Será bom para Sergipe e principalmente para os eleitores de cada um dos deputados. Declarações como estas fazem com que a população acredite cada vez menos na classe política e a honra de ninguém deve ser atacada de forma tão virulenta e sem provas consistentes…

 

Quebra de sigilo em São Cristóvão

A política ferve no município de São Cristóvão e segundo um assessor do atual prefeito Zezinho da Everest, o ex-prefeito Armando Batalha passou o último final de semana fazendo apelos a influentes lideranças políticas para que permitam tudo contra ele, menos a quebra do seu sigilo bancário. Enquanto isso Zezinho trabalha nos bastidores para quebrar o sigilo de toda a família de Armando principalmente da mãe Madalena Góes e do irmão César Batalha, além de outros auxiliares diretos. Pelo visto essa história ainda vai parar nas páginas policiais…

 

Comprasnet sem manutenção I

Na semana passada a coluna levantou a necessidade de alguns ajustes no sistema Comprasnet.Se, por conta de criticas que vinham sendo feitas por alguns pequenos empresários leitores deste espaço. Depois de checado a coluna escreveu um artigo. No outro dia, a Agetis e a Superintendência de Compras reconheceu a necessidade de ajustes e que uma reunião estava marcada para esta semana. Ontem, 11, o secretário Chefe da Casa Civil, Oliveira Junior informou que a Secretaria de Administração e a Agetis (vinculada a Casa Civil) já tomaram as providências devidas. Oliveira Junior explicou que a empresa responsável pela manutenção do software, a Stefanini, não vinha fazendo a manutenção, a atualização das novas versões e a correção das possíveis falhas por um motivo: o contrato tinha vencido desde o início do ano passado.

 

Comprasnet sem manutenção II

Segundo Oliveira Junior, a Secretaria da Administração (que tem à frente o secretário Jorge Alberto) e a Agetis, já providenciaram a implantação de uma nova versão do software, reescrita e atualizada, a partir de um novo contrato com a empresa para a manutenção regular do sistema. Detalhe: com os mesmos preços praticados no ano de 2005, ou seja, há dois anos. Oliveira ressaltou que o novo governo tem o compromisso absoluto com a transparência no processo de compras, tanto é que a equipe vem acompanhando a orientação do Governo Federal de expandir o pregão tornando-o cada vez mais democrático.

 

Comprasnet.Se será adequado a Lei Geral das micro empresas

O secretário Chefe da Casa Civil, Oliveira Junior, anunciou também que a preocupação do novo governo é que o Comprasnet favoreça o empresariado local, especialmente o pequeno e de médio porte, para isso a Secretaria de Administração já solicitou aos técnicos um estudo para a adequação dos processos de compras a Lei Geral das Micro e Pequenas empresas.  Sem dúvida é um passo importante para fortalecer o setor que gera muitos empregos em Sergipe.

  

Caos no abastecimento no Sertão: coluna já tinha alertado I

Desde o ano passado este espaço vem alertando para uma série de irregularidades no abastecimento de água no sertão. O que vem sendo denunciado agora pelos deputados governistas não é surpresa para este jornalista. Só para lembrar: nos anos de 2005 e 2006, a diretoria regional da Deso no sertão era indicação do deputado João das Graças (reeleito), cuja administração tinha praticas muito estranhas como:Ligações feitas sem pagamento de taxas;iludir o pobre dizendo que água estaria indo de graça, onde na verdade o consumidor assinava um termo de parcelamento (pela Ligação da água) e renegociação. Um exemplo: o consumidor devia R$ 1 mil. Ele recebia um desconto de 50% e dava uma entrada de 2%, mas na verdade não existia desconto de 50% nenhum.

 

Caos no abastecimento no Sertão: coluna já tinha alertado II

Outro exemplo:  A diretora (Gisele dos Santos) na época junto com o funcionário conhecido como Raimundo da Deso, sabiam de todo o déficit existente na companhia por parte dos usuários e usou para beneficiar o deputado João das Graças dizendo que tudo estaria resolvido. A partir deste ano chegou os parcelamentos e o povo está indignado. Por fim foram levados canos para vários povoados para atrair votos e o mais grave que não existia suporte (subestação) para atender o abastecimento a estas famílias. Ou seja, as famílias levaram “cano” das duas formas. E tem mais sobre a Deso, amanhã a coluna continua.

 

DR-6 já tem novo diretor

Na semana passada este espaço publicou que o PFL, através do ex-prefeito Luciano de Menininha, ainda estava comandando a DR-6, inclusive renovando contratos de professores e outras funções. Tudo por conta de uma disputa na coligação do novo governador. As lideranças políticas de Propriá e região conseguiram indicar o professor Nunes (novamente, não é meu parente), para comandar a DR-6.

  

Será um boicote a política de segurança ? I

É fato que a reestruturação da SSP exigirá um prazo maior que o desejado pela sociedade, e por conta disso também demandará tempo a efetiva aplicação de uma eficaz política de segurança pública, mas é inegável que nos últimos 10 dias foi intensificada a presença de policiais nas ruas. É grande a movimentação de viaturas, os comentários positivos a esse respeito são muitos, mas é claro que isso não elimina a possibilidade de boicote ao trabalho desenvolvido pelo novo secretário. Apenas para ilustrar este comentário serão citados dois fatos relatados por leitores que demonstram um certo descaso com a nova política de segurança implementada pelo governo atual.

 

Será um boicote a política de segurança? II

No último sábado,na orla de Atalaia, próximo ao Delmar Hotel, havia uma viatura estrategicamente estacionada com o giroflex ligado, onde destacava-se a ausência dos policiais. Eles não foram notados nem dentro e nem próximo à viatura, fazendo a sociedade relembrar a ação de um ex-governador que quando a violência atingiu índices insurportáveis em sua gestão, mandou colocar em pontos estratégico viaturas sem motor, que eram transportadas sobre guinchos na madrugada para que a população não percebesse a fraude.

 

Boicote a política de segurança?  III

Já no final de semana em que ocorreu o show no Mambo Beach, na rodovia José Sarney, o comando da SSP deve ter instruído a realização de uma blitz da Cptran, até aí tudo bem, ocorre que ao invés de se posicionar no sentido sul-norte, para flagrar os condutores não habilitados ou com estágio avançado de embriaguez que estavam retornando da festa, os policiais colocaram a blitz logo após o Shopping Riomar, parando os casais que estavam em casa descansando e resolveram ir à orla jantar ou apreciar o artesanato e etc. Claro que se objetivo da blitz era conter violência e a possibilidade de acidentes, o fluxo mais interessante era o de quem estava retornando da praia naquele horário e não o de quem estava indo à praia domingo à noite.

 

Inclusão digital

O deputado federal, Valadares Filho (PSB), participou de uma audiência ontem  com o ministro da Ciência e da Tecnologia, Sérgio Resende, com a participação de vários prefeitos de Sergipe. Valadares Filho – que é titular da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara – reivindicou a inclusão digital para os municípios, principalmente os mais carentes. O ministro reafirmou o compromisso do Governo Federal em dotar todas as escolas públicas do país de computadores ligados a Internet.

  

Líder faz a defesa dos novos aliados

Francisco Gualberto, deputado líder do governo na Assembléia Legislativa, bateu duro no deputado federal Mendonça Prado durante a sessão de ontem. Sem dó, Gualberto disse que a denúncia feita por Prado, da existência de “mensalão” na AL, é irresponsável, difamatória e pode até comprometer a postura do deputado “democrata”. “Tomara que nunca mais ele (Mendonça Prado) cometa uma bobagem dessas, sob pena de desmoralizar seu próprio mandato”, disse Gualberto, defendendo os cinco deputados alvo da calúnia do genro de João Alves. “Os deputados do PSC foram convidados de forma coletiva. Integram a bancada hoje porque entendem que o projeto do governador Marcelo Déda trará benefícios concretos para a sociedade sergipana”, afirmou o líder do governo.

 

 Médicos têm reivindicações atendidas I

Dentro de um diálogo aberto a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) atendeu a mais de 90% das reivindicações dos médicos e a categoria pode suspender a greve. A  comissão de negociação da Prefeitura se reuniu na manhã de ontem,10, com representantes dos Sindicatos dos Médicos, no Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos. “A maioria das reivindicações apresentadas pela categoria foi encaminhada”, informa a secretária municipal de Saúde, Lêda Lúcia.As reivindicações acatadas, que estão em processo de formalização, foram: a melhoria das condições de trabalho, que já vinha sendo encaminhadas pela Secretaria de Saúde; a quebra do teto salarial com o estabelecimento de referências salariais por critério de antiguidade, bem como exclusão da insalubridade do limite de remuneração; avanço horizontal, excluindo-o do limite da remuneração; condições adequadas de trabalho para os pediatras e concessão de licença prêmio com remuneração integral de acordo com o cronograma a ser estabelecido pela Secretaria de Saúde.

 

Médicos têm reivindicações atendidas II

Segundo o presidente do Sindicato do Médicos de Sergipe, José Menezes, a reunião demonstra avanços nas reivindicações da categoria. “Nós estamos lutando pela quebra do teto salarial e foi acenado nesse sentido. Houve ainda avanços que foram atendidos com boa vontade pela Prefeitura e Secretaria de Saúde”, avaliou. As únicas reivindicações que não foram acatadas pela Prefeitura foi com relação ao Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos (PCCV) exclusivo para médicos e a isonomia salarial entre médicos generalista e especialistas. “Ficou estabelecido dentro da comissão de negociação que não poderemos ter nenhum PCCV exclusivo de nenhuma categoria profissional. O PCCV tem que ser da saúde, incorporando todos os profissionais”, afirmou a secretária Lêda Lúcia. Já com relação ao reajuste salarial, a secretária informou que todas as reivindicações apresentadas por diversas categorias da prefeitura estão sendo avaliadas com relação ao impacto financeiro. “Depois disso, vamos dar o reajuste para todos, dentro da legalidade da lei de responsabilidade fiscal”, ressaltou Lêda.

 

Espaço aberto e receptivo para solucionar problemas

A secretária Lêda disse que é inadequado que haja greve quando existe um espaço aberto e receptivo como o criado desde o último ano pela Prefeitura de Aracaju. “A paralisação só deve acontecer quando o empregador não quer conversar e esse não é o caso da Prefeitura Municipal de Aracaju. Estamos sempre dispostos a ouvir as solicitações dos Sindicatos e atender na medida do possível”, afirmou.O médico João Augusto, da diretoria do Sindicato  falou sobre a possibilidade de não haver greve. “Existe essa sinalização. Como na reunião de hoje houve vários avanços, existe uma chance enorme de não ocorrer o movimento de greve até a efetivação do que foi acordado”, disse. Detalhe: a data base da categoria dos médicos na Prefeitura é em maio e ninguém entendeu porque um indicativo de greve quando existia há muito tempo um diálogo com a categoria.

 

Exemplo de incentivo à prática esportiva

Na última segunda-feira, 9, a Prefeitura de Estância, através da Secretaria Municipal de Educação, distribuiu entre os alunos da rede municipal cerca de 200 quimonos e kits de natação. A secretária de Educação, Professora Hélia Pinto, salientou que a entrega do citado material faz parte da continuidade do projeto “Novo Tempo no Esporte” implantado no segundo semestre do ano passado, momento em que a prefeitura fez a entrega de 100 kits de material semelhante.  Alunos dos turnos matutino e vespertino serão treinados no contra-turno escolar, nas modalidades de futsal, judô, natação, handebol, futebol de campo, voleibol e basquetebol, totalizando cerca de 1700 alunos envolvidos. O projeto será desenvolvido até o final do ano nas instalações do Ginásio de Esporte Albano Franco, piscina semi-olímpica do SESI, no estádio Francão e na quadra da Escola Júlio Leite.   

 

 

 

Lula assume compromisso com os prefeitos

O prefeito Edvaldo Nogueira participou ontem,10, em Brasília, da reunião que a Frente Nacional dos Prefeitos realizou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante o primeiro dia de trabalho da X Marcha dos Prefeitos, que já conta com quase 3 mil participantes. Na reunião,o presidente Lula comprometeu-se com duas grandes reivindicações dos gestores, a elevação para 1% do valor do FPM _ Fundo de Participação dos Municípios, e a diminuição do valor das contrapartidas municipais nos convênios com o governo federal. Edvaldo tem hoje, 11, reunião com o presidenta da Embratur, Janine Pires, para tratar do projeto da sinalização turística de Aracaju e logo depois, com o ministro Walfrido Mares Guia, sobre a liberação de emendas do orçamento, entre elas, a do projeto Orlinha, da Atalaia.

 

 

Lançamento do livro de Osvaldo Abreu

O Defensor Público e escritor Osvaldo Abreu lança no próximo dia 12, às 18h, no Instituto Luciano Barreto Júnior, o livro “Ninguém Morre, Luciano”. A obra traz crônicas, contos espirituais e faz homenagens a personalidades que já faleceram, entre elas, o empresário Luciano Barreto Júnior

 

Finep lança prêmio de Inovação Tecnológica

Nesta quarta-feira, 11, às 18h30min, a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) lança em Aracaju a edição 2007 do Prêmio Finep de Inovação Tecnológica – Região Nordeste. Os interessados em concorrer ao prêmio têm até o dia 16 de julho para formalizar as suas inscrições pela internet, onde também está disponível o regulamento. Em Sergipe o evento está sendo organizado pelo SergipeTec, com apoio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec).A solenidade de lançamento acontece no auditório da Federação das Indústrias (Fies), localizado à Avenida Dr. Carlos Rodrigues da Cruz, s/nº, no Centro Administrativo Governador Albano Franco, no bairro Capucho, em Aracaju.

 

Dia do Índio na Casa de Apoio à Criança com Câncer

No próximo dia 19, acontecerá na Casa de Apoio à Criança com Câncer “Tia Ruth”/AVOSOS, o piquenique indígena. A atividade alusiva ao dia do índio será realizada, a partir das 15h30, no Espaço Multieventos da instituição.Na programação o resgate a cultura é o principal objetivo. Haverá explanação sobre a história da data comemorativa, além de lanche ao estilo indígena, com orientações na parte nutricional. O evento é uma iniciativa da equipe multidisciplinar da Casa de Apoio que visa envolver crianças, adolescentes, acompanhantes, voluntários e os profissionais em atividades sociais, culturais e educativas. E não pára por aí. Já no dia 26, é a vez de festejar o aniversário dos assistidos que completam idade nova no mês de abril, além da festa de Páscoa promovida pela instituição.A AVOSOS fica localizada na Rua Leonel Curvelo, nº 55. Bairro Suissa.

 

Frase do Dia

“Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer!” Gandhi.

 

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários