Pré-candidatos ao governo não empolgam

0

Os partidos vão ter que se virar nos 30 para tornar populares os pré-candidatos ao governo de Sergipe. Os nomes até agora colocados à visitação do eleitorado carecem de estatura política. Fábio Mitidieri (PSD) tem uma trajetória parlamentar mediana, não sendo autor de projetos ou iniciativas que o identifique como uma grande liderança. O mesmo se pode dizer de Laércio Oliveira (PP), um bolsonarista de quatro costados. Desde que se elegeu deputado federal, o pepista tem defendido prioritariamente as causas dos empresários, votando, muitas vezes, contra os interesses dos trabalhadores. Ulices Andrade está dando as caras agora, após anos vivendo no bem bom do Tribunal de Contas de Sergipe. Pode-se dizer que hoje ele é um desconhecido do grande público. Rogério Carvalho (PT) nunca foi uma liderança natural dentro do partido onde encontra, inclusive, resistências. Aliás, o petista só ganhou vida própria depois da morte do ex-governador Marcelo Déda. Como os demais, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), não empolga o grande público. Desde que se meteu na política, o pedetista tem sido eleito na sombra de outras lideranças. A situação da oposição é ainda pior, pois ainda não apresentou um único pré-candidato a governador. Pelo visto, o eleitor terá a difícil missão de escolher o menos pior, entre os fracos pretendentes a governar Sergipe. Misericórdia!

Protesto positivo

Segundo as línguas ferinas, o governo estadual torce pela continuidade da “operação padrão” deflagrada pelos servidores do Fisco. É que, segundo a própria categoria, desde o início da ação, já foram recuperados R$ 1,8 milhão de créditos tributários que seriam sonegados. Os auditores apertaram o cerco contra a sonegação para protestar contra a falta de valorização da categoria. Ainda conforme as más línguas, diante do inesperado aumento da arrecadação, o governo Belivaldo Chagas deve deixar como está pra ver como é que fica. Marminino!

Água pelo ladrão

Quase metade da água tratada pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) é furtada ou escorre pelo ralo do desperdício. No país, conforme estudo do Instituto Trata Brasil, as perdas na distribuição estão em 38,3%. Esse percentual significa mais de sete mil piscinas olímpicas de água potável perdidas todos os dias. Sergipe perde boa parte da água produzida pela Deso com vazamentos, ligações clandestinas e falhas de leitura de hidrômetro. Pior é que a estatal não investe em campanhas educativas visando reduzir o desperdício de líquido tão precioso. Home vôte!

Reza por um milagre

Condenado a oito anos de cadeia e inelegível por cinco anos, o ex-deputado federal André Moura (PSC) tem se pegado com todos os santos e santas. Ontem mesmo, o distinto bateu ponto no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, localizado na zona norte de Aracaju. “Sou grato a Deus e a Ela por tantos feitos, bençãos e realizações”, disse André. Católico convicto, Moura deve ter pedido à Padroeira do Brasil que faça o Supremo Tribunal Federal voltar atrás em sua condenação. É, para que isso ocorra, só mesmo um milagre dos grandes. Aff Maria!

Pé na estrada

Veja que legal: três mulheres caminharam 300 quilômetros de Salvador a Aracaju. A iniciativa começou no último dia 17 e elas chegaram à capital sergipana nesta terça-feira. A ideia foi compartilhar experiências, contemplar a natureza da Linha Verde e praticar atividade física. Participam da experiência as advogadas Cléia Costa, 59 anos, Rita Catarina, 60 anos, e a arquiteta Glaci Rambo, 60 anos. “Às vezes pensamos que a vida é só se movimentar de carro, de navio e de avião. Mas, a vida é caminhada, pois nascemos para caminhar”, ensina Cléia. Supimpa!

Crime ambiental

Fala-se à boca miúda que alguns políticos desonestos estão engordando animais silvestres para negociá-los na próxima campanha eleitoral. Aqueles mais afortunados estão com uma grande criação de Tartarugas (R$ 2), Garças (R$ 5), Araras (R$ 10), Micos-Leão-Dourado (R$ 20), Onças (R$ 50), Garoupas (R$ 100) e lobo-guará (R$ 200).  A ideia dos safados é colocar estes “animais” em malas pretas para trocá-los por votos, principalmente no interior sergipano. Alô, fiscalização ambiental, se ligue!

Medo da morte

Desde o sucesso da novela global “O Bem Amado”, há 45 anos, nenhum prefeito se dispôs a construir cemitérios em Aracaju. Temem repetir a saga do personagem central da trama, Odorico Paraguaçu, que foi o primeiro defunto sepultado no cemitério construído por ele em Sucupira. O último campo santo edificado na capital sergipana foi o Colina da Saudade, em 2003, e assim mesmo pela iniciativa privada. O superlotado cemitério São João Batista foi construído na década de 60, pelo então prefeito da capital, Conrado de Araújo. Já faz muito tempo, né? Crendeuspai!

De olho em 2022

O PT começou a fazer reuniões para discutir as eleições de 2022 em Sergipe. A última aconteceu na cidade de Salgado e reuniu os diretórios municipais das regiões Sul e Centro Sul do estado. A maioria dos participantes defendeu a apresentação de candidato próprio ao governo, enquanto outros propuseram que o PT lance uma chapa majoritária puro sangue. Os defensores dessa ideia acham que o ex-presidente Lula tem força para ajudar eleger o governador e o senador indicados pelo partido. Então, tá!

Bolsonarista desalmada

A ex-deputada Cristiane Brasil (PTB) usou indevidamente a fotografia da sergipana Célia Mariana Santos de Oliveira para ilustrar uma fake news. O objetivo da dita cuja foi atacar a professora Cleide Rosa, que morreu de Covid-19 em Osasco (SP). “Gente! Esse Jair Bolsonaro é mesmo ungido de Deus! Todos aqueles que jogam praga nele são imediatamente castigados! Sem dó!”, escreveu Cristiane, que é filha do presidiário Roberto Jefferson (PTB). Acontece que a mulher com a camiseta crítica a Bolsonaro que aparece na foto não é a professora vítima da covid, mas a sergipana destemida. Desconjuro!

Desumanidade

Uma em cada três mulheres grávidas em presídios foi obrigada a usar algemas na internação para o parto, e mais da metade teve menos consultas de pré-natal do que o recomendado. Segundo estudo da Fundação Oswaldo Cruz, durante o período de hospitalização, 15% das presas afirmaram ter sofrido algum tipo de violência, seja verbal, psicológica ou física. A pesquisa mostra, ainda, que 32% das detentas grávidas não fizeram teste de sífilis e 4,6% das crianças nasceram com a forma congênita da doença. Cruz, credo!

Passaporte da vacina

A partir do próximo dia 25, só terá acesso aos fóruns e unidades administrativas do Tribunal de Justiça de Sergipe quem apresentar o comprovante de vacinação contra a covid-19. Para entrar nas instalações do TJ vai ser preciso comprovar que tomou ao menos a 1ª dose da vacina ou apresentar justa causa para não tê-lo feito. A portaria exigindo o passaporte de imunização está assinada pelos desembargadores Edson Ulisses de Melo (presidente), Diógenes Barreto (corregedor-geral) e Osório de Araújo Ramos Filho (diretor da Escola Judicial). Taí um exemplo a ser seguido!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Folha Popular, em 2 de julho de 1955

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais