Reta final

0

As pesquisas que serão divulgadas hoje e segunda-feira vão balizar a reta final da campanha em Aracaju. Se os índices do Ibope e do Instituto Única mostrarem possibilidade de haver 2º turno, a disputa ganhará corpo e tomará um novo rumo, devendo mobilizar os eleitores e reduzir os números daqueles que ainda pensam em votar em branco e nulo, ou que permanecem indecisos. Por causa disso, é grande a expectativa dos comitês de João Alves (DEM) e Valadares Filho (PSB) com as pesquisas do Ibope, que a TV Sergipe divulga hoje à noite, e do Única, que será divulgada segunda-feira pela TV Atalaia. Há quem imagine que elas podem trazer surpresas. Vamos aguardar, portanto!

Sem som

Dizendo-se policial, um malandro foi ontem à tarde ao comitê do candidato a vereador Antônio Leite (PV) e levou na tora o “triciclo som”, único veículo da campanha do verde aracajuano. O vivaldino chegou dizendo que o equipamento estava apreendido por fazer muito barulho. Apesar da reação dos voluntários do comitê, o sujeito colocou o triciclo numa caminhonete preta e escafedeu-se. Antônio Leite pede a quem souber o paradeiro de seu som para entrar em contato pelo telefone 3021-3412.

Acidente

A nota triste da campanha eleitoral em Aracaju foi o acidente que matou ontem o menino Renato dos Santos Peireira. Ele foi atropelado no bairro América por um carro de som que fazia a propaganda do vereador Danilo Segundo (PSB). O parlamentar, que não estava no bairro na hora do atropelamento, divulgou nota informando que prestou toda a assistência à família da vítima.

Mamata

O futuro prefeito de Estância vai ganhar mensalmente R$ 32 mil, bem mais do que ganham os ministros do Supremo Tribunal Federal. O reajuste salarial do prefeito foi aprovado pela Câmara Municipal daquele município, tendo os vereadores elevado seus próprios salários para R$ 8 mil a partir de janeiro de 2013. É por essas e por outras que a galera briga tanto para ocupar cargos políticos.

Solidez

Sergipe não está em petição de miséria, como alardeiam alguns deputados liderados pelos irmãos Amorim. Diferente do que eles dizem, a solidez econômica permite que o estado tome um empréstimo de até R$ 1,435 bilhão. É o que garantem os secretários estaduais João Andrade (Fazenda) e Oliveira Júnior (Orçamento e Gestão). Em outras palavras, mesmo o governo fazendo agora um empréstimo de R$ R$ 727 milhões, o futuro governador pode contrair outra dívida de igual valor para investir no estado.

No páreo

A deputada estadual Susana Azevedo (PSC) registrou seu nome como candidata à vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Ela disputará o cargo com o secretário estadual da Educação, Belivaldo Chagas (PSB). As inscrições serão encerradas hoje, mas na Assembleia ninguém acredita que apareça um terceiro candidato à vaga aberta com a aposentadoria da conselheira Izabel Nabuco.

Menos grana

O repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE) para Sergipe em agosto último atingiu R$ 146,9 milhões, sendo 4,4% menor que o repasse feito no mesmo mês do ano passado. Essa é a segunda queda consecutiva nesse comparativo. No entanto, quando comparado com o mês anterior (julho/2012), verificou-se alta de 10,3%. A informação é do Boletim Sergipe Econômico Fies/UFS com base em dados do Tesouro Nacional.

Almoço

Substituição tributária é o tema da palestra que o secretário da Fazenda, João Andrade, fará hoje para empresários sergipanos. Será às 12h, no Mercure Hotel, durante o Almoço com Negócios promovido pela Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese).

Mentiroso

E a deputada estadual Conceição Vieira (PT), candidata a vice na chapa de Valadares Filho (PSB), chamou de mentiroso o adversário José Carlos Machado (PSDB), parceiro de João Alves (DEM) na disputa pela Prefeitura de Aracaju. “Quem, na hora de pedir votos, diz que o Mosqueiro pertence a Aracaju, mas, na hora de pagar o IPTU, alega que a área fica em São Cristóvão, falseia a verdade”, fustiga a petista. É, pode ser!

Do baú político

Candidato a governador em 1994, Albano Franco (PSDB) foi estrondosamente vaiado num comício em Porto da Folha. Não por suas ações políticas, mas por não ter cumprido uma promessa feita enquanto empresário. Era a reta final da campanha eleitoral e Albano foi ao sertão acompanhado por Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que disputava a Presidência da República. Quando o animador do comício anunciou o discurso de Albano, os eleitores deram uma estrondosa vaia. Meio sem jeito, o candidato a governador se justificou: “Presidente, o povo está chateado comigo porque prometi uma repetidora da TV Sergipe. Calma, gente, eu garanto que a repetidora será instalada nos próximos dias para vocês assistirem o Jornal Nacional e as novelas da Globo”. Foi o bastante: o povo, que antes o vaiava, o aplaudiu demoradamente. Abertas as urnas, Albano e FHC venceram com folga em Porto da Folha.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários