Salário mínimo X inflação oficial

0

Este espaço publicou ontem, um dado repassado de um servidor, da defasagem salarial no governo estadual dando como exemplo o que recebe um técnico em contabilidade. Fez a comparação com o salário mínimo e chegou à conclusão que antes ele recebia 2,5 salários mínimos e hoje apenas um.

 

Este jornalista entende que o salário de várias categorias está defasado e que precisa de uma correção, mas cometeu um equívoco em escrever que o salário mínimo foi reajustado com base na inflação oficial. E recebeu diversos e-mails de leitores alertando para o equivoco. Nos últimos anos, o salário mínimo teve reajustes sucessivos superiores ao percentual da “inflação oficial”, o que mesmo não sendo grande é um dos motivos do aumento do poder aquisitivo da população de mais baixa renda. Indexar os salários ao salário mínimo é um erro, pois dessa maneira nunca se teria um aumento real do salário mínimo, fazendo com que este chegue a valores dignos.

 

Outro problema na comparação da nota publicada ontem deve ser esclarecido: é que foi política deliberada e exitosa do Governo Lula que recuperou o poder de compra do salário mínimo brasileiro. Em termos econômicos, isso significa que o salário mínimo tem que subir mais que qualquer outro índice inflacionário, inclusive mais que a massa salarial dos que ganham mais que o mínimo. Caso contrário, não haveria distribuição de renda no Brasil. Uma prova concreta é a comparação com o dólar. A perspectiva no início do governo Lula era que o salário mínimo chegasse a US$ 100 e hoje chega a uma média de US$ 250. Isso porque o dólar não cai mais por conta da política do Governo Federal em segurar o preço do mesmo por conta das exportações.

 

Então não se pode hoje, comparar os salários das categorias com o valor do salário mínimo que teve um ganho real nos últimos anos. Qualquer conta feita desta formar mostrará uma defasagem salarial. Só para lembrar: o mesmo técnico em contabilidade que foi exemplo para a nota de ontem, com certeza, atualmente está comprando mais, já que a recuperação do poder do mínimo foi muito expressiva. Goste ou não de Lula, vote ou não nele, a atual política foi vital para o sucesso da economia cujos indicadores não deixam nenhuma duvida.

 

Exemplo dado por um leitor

E-mail do leitor Marcos Cardoso Góis: “Na nota sobre os salários do servidor você afirma que há uma defasagem no salário do servidor estadual utilizando como base o salário mínimo. Porém é errado afirmar que “o salário mínimo que foi reajustado na inflação oficial”, não foi, se atualizarmos o salário mínimo de 01.05.1995 que era R$ 100,00 e atualizarmos até março de 2008, pelo INPC, encontraremos o valor de R$ 258,66, uma variação de 158,6633%, já o salário mínimo de R$ 415,00, foi reajusto em 315%, aumento real de 156,3367%”.

 

Anúncio do reajuste salarial

O governo está fechando as últimas conversas com algumas categorias para definir o reajuste dos servidores. A Polícia Militar terá um ganho real, principalmente para quem está nas ruas, trabalhando de verdade. A polícia civil também deve ser valorizada. Este colunista teve acesso a alguns salários de categorias que estão pressionando de várias formas. Descobriu que se comparados com a grande maioria dos servidores públicos, alguns deles recebem 200% a mais. A comparação será feita nos próximos dias.

 

Almeida e a perseguição ao MP

Agora até Freud explica! Descoberto o motivo de tanta irá do senador Almeida Lima contra o Ministério Público. É porque ele ficou traumatizado quando há alguns anos ingressou com uma denuncia no órgão contra a Secretaria Municipal da Saúde, a chamada “capinagem”. Ele queria o respaldo do MP a denúncia. Como não conseguiu passou a fazer criticas ao MP. Só que existe uma grande diferença: enquanto o MP tem um grande respaldo junto à população, o Senado, do qual Almeida faz parte tem uma imagem bem diferente. Que diga Renan Calheiros e seu herói…

 

Britto critica “cesarismo interno” I

Ao assumir ontem, 6, a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Carlos Ayres Britto criticou na estrutura partidária “a prática do cesarismo interno”, a existência de “partidos com proprietários ou donos cartorialmente oligarquizados, como se fossem a mais colonial das fazendas de gado”. E adiantou que na sua gestão o TSE vai discutir a questão da fidelidade dos partidos a si mesmos, aos seus programas e aos eleitores.O presidente do TSE adiantou que, nos próximos dois anos, o Tribunal vai se debruçar, principalmente, sobre essa e outras quatro questões. Discutirá se o quociente eleitoral está de acordo com o preceito constitucional que determina ser a vontade  do eleitor soberana; questionará se políticos “identificados pela tarja de processos criminais e ações de improbidade administrativa” podem se candidatar; debaterá se as obras de cunho social e de infra-estrutura deveriam ser paralisadas em ano eleitoral e, por fim, discutirá se as regras atuais sobre uso de órgãos de comunicação social como veículo de interação com o eleitorado são extensíveis à mídia online.

 

Britto critica “cesarismo interno” II

Disse ainda o ministro que o país precisa debater mais a sua qualidade de vida política. De acordo com ele, isso “requer, de um lado, a eterna vigilância contra aqueles políticos que não perdem oportunidade para fazer de sua caneta um pé de cabra e, de outro, valorizar − e  valorizar por modo superlativo  − os que tornam a política a mais essencial, a mais bonita, a mais realizadora de todas as vocações humanas: a vocação de servir a todo o povo”. (TSE).

 

O homem certo no lugar certo

“Carlos Britto é o homem certo no lugar certo, neste momento da democracia brasileira”, disse Marcelo Déda. Para o governador, a posse, novamente, de um magistrado sergipano num tribunal superior é momento de muita alegria. “A presença de Sergipe no mundo jurídico brasileiro é uma das mais cultuadas na nossa cultura. Sergipe torna-se outra vez referencial no debate jurídico brasileiro”. Dentre os atributos do ministro, Déda destacou a solidez de seu conhecimento jurídico, em especial sua paixão pelo direito constitucional, segundo o governador a matriz de todo o direito eleitoral e político. “Em sua carreira como magistrado, Carlos Britto destacou-se, ainda, pelo pensamento jurídico moderno, sempre atento à Constituição, mas aberto a interpretar o espírito dos tempos quando aplicado ao direito”.

 

Regularidade do Diário Oficial

Sem estardalhaço e com um trabalho organizado, a atual diretoria da Segrase colocou em dia o Diário Oficial. Ontem mesmo, dia 6, o Diário que circulou foi o do dia. A verdade é que existe uma cultura impregnada na maquina administrativa – desde a primeira edição do Diário Oficial – que o jornal não pode ser diário por conta de atrasos que ocorrem em várias secretarias. O mais lógico é que estes “atrasos” sejam adequados a nova realidade. A oposição hoje, que tanto critica, esquece que no governo passado o atraso era numa média de 12 dias. Ultimamente o atraso era de uma semana, agora é zero. É lógico que enquanto essa cultura maléfica não acabar os atrasos vão ocorrer, mas bem menos do que no passado.

 

Viabilização da Zona de Processamento de Exportações I

Prospectar potenciais investidores para a Zona de Processamento de Exportações de Sergipe  (ZPE-SE). Com esse objetivo, o Governo de Sergipe participa nesta semana em Houston, no Texas (EUA), de um dos maiores eventos mundiais da indústria do petróleo, a Offshore Technology Conference (OTC). O Governo do Estado está sendo representado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Jorge Santana. De acordo com o secretário, o momento é considerado propício para a atração do investidor estrangeiro, após a agência de classificação de risco Standard and Poor´s conceder ao Brasil na última quarta-feira, 30 de abril, o grau de investimento (investment grade). A decisão representa uma melhora na recomendação do Brasil, que passa a ser considerado investimento seguro para investidores estrangeiros.

 

Viabilização da Zona de Processamento de Exportações II

As indústrias da cadeia de suprimento das atividades de exploração e produção de petróleo e gás aparecem como fortes candidatas à especialização produtiva da Zona de Processamento de Exportações de Sergipe (ZPE-SE). “As atividades de exploração e produção de petróleo e gás têm crescido em ritmo acelerado em todo o mundo, justificando investimentos em novas plantas industriais”, afirmou Jorge Santana. A ZPE-SE será implantada na Barra dos Coqueiros, próximo ao Terminal Marítimo Inácio Barbosa. As indústrias de suprimento para exploração de petróleo e gás que se instalarem em Sergipe poderão atender ao mercado interno brasileiro e outros importantes mercados que podem ser facilmente atingidos por via marítima, dada a posição geográfica privilegiada da ZPE-SE.

 

Escondendo verdades verdadeiras

Comentário de Luiz de Santana Junior:  “Eventualmente eu fico a me perguntar, por que nos países nórdicos não acontece, ou não aparece, essa mania de quase toda a maioria dos nossos cidadãos, que são escolhidos pelo povo, de se apropriarem e de esconderem verdades verdadeiras, dando espaço a outros mais ímpios caírem nas graças desse pacato povo”.

 

Posse de Edson no dia 12

A posse do novo Desembargador do Tribunal de Justiça de Sergipe, o advogado Edson Ulisses de Melo, acontecerá na próxima segunda-feira, dia 12, às 17 horas, no auditório do Palácio da Justiça Tobias Barreto, na Praça Fausto Cardoso. Ele encabeçou a lista sêxtupla da eleição realizada pela OAB/SE no dia 4 de abril, recebendo 643 votos dos advogados, compôs a lista tríplice, escolhida pelo Pleno do TJSE no último dia 28, e no mesmo dia foi nomeado Desembargador pelo Governador Marcelo Déda.

 

Dengue na Zona de Expansão

De um leitor: “Enquanto a prefeitura faz divulgação de que está combatendo a dengue com o apoio do exército nas ruas, podemos afirmar que o mesmo não é feito na zona de expansão (Mosqueiro) onde esgotos e tubulações encontram-se entupidas, atrapalhando o escoamento da água nos terrenos, isso observa-se principalmente na interseção da Rodovia José Sarney com Av. José Domingos Maia, onde a saída da tubulação localizada no Pablo´s Bar encontra-se obstruída por entulhos, deixando assim terrenos com água até o joelho”.

 

Lançamento do Cartão Mais Aracaju

O prefeito Edvaldo Nogueira participa hoje, 07, às 19 horas, da solenidade de lançamento do Cartão Mais Aracaju Vale-Transporte, um passo importante na implantação do sistema de bilhetagem eletrônica na capital, em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp). O evento, realizado no Hotel Quality, vai reunir empresários e representantes dos setores de Recursos Humanos, Financeiro e Tecnologia da Informação que serão apresentados ao VT Web Client, novo sistema de comércio do vale-transporte eletrônico. Criado para facilitar tanto a vida do trabalhador quanto dos empregadores, o cartão Mais Aracaju Vale-Transporte urbano é um instrumento moderno e ágil que irá substituir o trabalhoso processo de aquisição dos tíquetes em papel. No novo sistema esse mesmo procedimento será feito via internet, com a geração de pedidos de créditos para os cartões dos funcionários de qualquer lugar e a qualquer momento. Será possível também realizar o cadastro de novos empregados, atualizar dados cadastrais das empresas, realizar acompanhamento da situação dos pedidos, gerar os boletos para pagamento dos pedidos e verificar a efetivação das recargas nos cartões.

 

PT de Porto da Folha abandonado

Do jornalista Abrahão Crispim Filho: “A disputa das eleições para prefeito do município de Porto da Folha continua totalmente indefinida. A começar pela reeleição do Prefeito Manoel de Rosinha, aliado e companheiro do governo petista Marcelo Déda, que não consegue sequer o apoio dos seus próprios aliados, a exemplo do Presidente da Assembléia Legislativa, Ulices Andrade, que inclusive mandou a sua aliada Marlene Feitosa afirmar abertamente que não vota no candidato do PT, como também o peemedebista Jackson Barreto, além do Secretário de Administração Jorge Alberto (PMDB) subordinado diretamente ao governador. Eles desafiam Marcelo Déda afirmando que o PMDB nesse município terá candidato próprio, ou seja, um candidato para fazer oposição ao PT. Isso pode comprometer o projeto do PT de reeleição ao governo estadual. No entanto o governo fica indiferente aos problemas dos seus aliados e Porto da Folha está sujeita a regredir nas mãos do Dr. Júlio e do seu genro, tudo isso por falta de compromisso político. Existem outros nomes que podem apimentar a política de Porto da Folha, como o de Manoel Gasolina (PDT) e do Dr. Albino (PMDB), cujas candidaturas carecem de estrutura partidária e financeira.Esperamos que os pretensos candidatos ofereçam propostas concretas e se mostrem capazes e comprometidos com os problemas reais e sociais do município”.

 

Sintrase na Contramão

De um leitor: “Enquanto os auditores do fisco estão numa segunda greve em menos de dois meses há mais de vinte dias, os técnicos administrativos da Secretaria de Fazenda do Estado (Sefaz), liderados pelo Sintrase vacilam sobre a entrada da categoria na greve. Depois de reanalisar uma paralisação dia 2, que pareceu mais uma forma de estender o feriadão vão aguardar ainda até a próxima quinta, 8, uma contraproposta do secretário Nilson Lima para decidir se vão entrar em greve. Ao que parece o Sintrase que tem como presidente Valdir Rodrigues do PCdoB esteja mais preocupado com a campanha à reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira do que com a defesa dos trabalhadores”.

 

Nota de Repúdio

O Sindicato dos Radialistas de Sergipe e o Sindicato dos Jornalistas de Sergipe vêm a público apresentar seus mais veementes protestos e repúdio contra a posição assumida pela Diretoria do Hospital João Alves Filho, que numa atitude descabida, sem sentido e, sobretudo, arrogante e antidemocrática proibiu, no dia 5/05, que a imprensa sergipana tivesse acesso às dependências daquele hospital, que estava recebendo a visita de alguns parlamentares que buscavam ver de perto os problemas que vêm ocorrem diariamente e principalmente agora com os casos de dengue surgidos em Sergipe. Entendemos que, com essa atitude, a imprensa sergipana teve o seu direito à liberdade de informação tolhido. Rogamos ao espírito democrático do governador Marcelo Deda para que ele venha tomar uma posição clara no sentido de garantir aos profissionais de comunicação de Sergipe o livre desempenho do exercício profissional e que possam, assim, cumprir com o seu importante papel constitucional na sociedade, que é o de bem informar a população. Sindicato dos Radialistas de Sergipe (Sterts)– Sindicato dos Jornalistas de Sergipe (Sindijor).

 

Frase do Dia

“Sem a dúvida, não há filosofia…A dúvida é o retorno do pensamento sobre si mesmo que deve evitar ser resposta”. Marcia Tiburi, filósofa brasileira.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários