Sergipe no prejuízo

0

Os estados vão perder muito dinheiro com a redução da tarifa de energia elétrica anunciada pela presidente Dilma Rousseff (PT). Sergipe perderá em 2013 cerca de R$ 36 milhões relativos ao ICMS. Os municípios sergipanos também deixarão de captar quase R$ 10 milhões no próximo ano, pois os 25% a que têm direito do ICMS serão reduzidos em função da medida presidencial. Uma péssima notícia para os futuros prefeitos, principalmente os de Aracaju e Canindé do São Francisco, que ficam com o maior quinhão do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços relativo à energia elétrica.

Ameaçado

O clima político começa a esquentar com a proximidade das eleições. Em Lagarto, o deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSD) e o suplente de deputado federal Fábio Reis (PMDB) andaram trocando empurrões no meio da rua. Já em Divina Pastora, o vereador Pedro Jorge dos Santos (PSD) acusa um adversário conhecido por “Neném” de tentar esfaqueá-lo durante uma festa. Lamentável!

Reta final

Nesta segunda-feira, o Tribunal Regional Eleitoral vai colocar nas 5.580 urnas biométricas as mídias com os nomes, números e fotos dos 220 candidatos a prefeito e 5.342 postulantes ao cargo de vereador. Para garantir o sucesso do pleito em Sergipe, a Justiça Eleitoral deve contar com um “exército” de 20 mil pessoas, entre juízes, promotores, servidores, mesários, militares e pessoal de apoio.

Surfa na frente

O prefeito de Socorro e candidato à reeleição, Fábio Henrique (PDT), está com a vitória praticamente assegurada. Pelo menos é o que revela pesquisa do Instituto Soma realizada nos dias 3 e 4 últimos e registrada na Justiça Eleitoral com o número 00040/2012. Na consulta estimulada, Fábio aparece com 62,6%, enquanto Padre Inaldo (PC do B) tem 29,3%. Dr. Gilson (PCB) está na lanterna com 4,5%. A margem de erro da pesquisa é de 3,66%.

Esqueceu

E por falar em Socorro, já perceberam como o deputado Augusto Bezerra (DEM) deixou de falar no município que sonhava em governar? Enquanto era pré-candidato a prefeito, o demista não fazia outra coisa que não fosse criticar a administração de Fábio Henrique. Bastou desistir da candidatura por total falta de apoio que Augusto esqueceu os socorrenses. Que coisa, não?

Acessibilidade

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência promove, desta segunda até o próximo dia 21, a 6ª Semana da Acessibilidade, com patrocínio do Instituto GBarbosa. Durante a solenidade de abertura, Steven Dubner fará palestra sobre o tema "Não sabendo que era impossível, ele foi lá e fez".

Briga de foice

A escolha do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado promete ser uma verdadeira briga de foice no escuro. De um lado está a deputada estadual Susana Azevedo (PSC), apoiada pelos irmãos Amorim. O outro candidato é o secretário da Educação, Belivaldo Chagas (PSB), que tem o apoio do governador Marcelo Déda (PT). Até o dia da eleição, os dois grupos vão fazer das tripas coração para ganhar a disputa, que não trará qualquer benefício aos sergipanos.

Apoio de peso

A presidente Dilma Rousseff (PT) estreia nesta segunda-feira no horário eleitoral gratuito manifestando o seu apoio ao prefeiturável Valadares Filho (PSB). O jornalista Eugênio Nascimento escreve no blog Primeira Mão que na próxima semana quem vai estar no rádio e na televisão pedindo votos para Valadares é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Admitamos, são dois apoios de peso!

Luta inglória

Depois de brigar com as pesquisas, o prefeiturável Almeida Lima (PPS) agora reclama do povo. Veja o que ele postou no twitter: “Começo a desconfiar que parcela do eleitor vota em candidato desonesto para ser representado por um igual. Que coisa!”. Ainda segundo Almeidinha, “o povo quer um governante honesto, mas não quer discutir a honestidade dos candidatos. Essa coisa merece estudo científico”. É, pode ser!

Doidão

E quem está em maus lençóis é o candidato a vereador por Florianópolis, Lucas de Oliveira. Ele virou caso de polícia por defender no horário eleitoral a legalização da maconha, ter mandado imprimir a folha da cannabis sativa em seu material de divulgação e distribuir ‘santinhos’ junto com trituradores da erva e papel de seda, usado para enrolar a ‘macaca’. A Justiça mandou apreender todo o material e a Polícia abriu inquérito para investigar o maluco beleza.

Do baú político

O poeta e jornalista Amaral Cavalcante descreve com graça a ação de um malandro que, nos idos de 70, desembarcou em Aracaju e enganou todo mundo. Segundo Amaral, “foi aqui na praia de Atalaia que um grande estelionatário armou, para desgosto das autoridades provincianas, o golpe da “Ova de Camarão” e com ele ridicularizou os nossos brios de cidade moderna, no afã do desenvolvimento industrial. Nesses idos, quem cuidava disso por aqui era o CONDESE, criado pelo professor Aloísio de Campos, economista, planejador emérito e grande figura! O galego de fala enrolada convenceu os técnicos de que em nossas praias se desperdiçava a riqueza industrializável da ova de camarão e, para melhor convencimento, levou-os a mastigar a areia da Atalaia: “Isto é ouro puro, sinta o gosto! Vamos exportar para o mundo!”. Foi-se para as Bahamas com um saco de dinheiro emprestado pelo Banese a perder de vista, e babau”.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários