Costa do Conde (PB): desbravando o Litoral Sul da Paraíba

João Pessoa Coqueirinho
Mirante das Tartarugas é a primeira parada com vista do paraíso

Depois do café da manhã recheado de nordestinidades, o destino é o litoral do município do Conde Maurício de Nassau, ou simplesmente Conde, na vizinhança de João Pessoa. O passeio de buggy inicia na praia de Coqueirinho e se desenrola por mirante a mirante, até conhecermos um pedacinho do paradisíaco litoral sul paraibano. Eu fiz o passeio de um turno e percorri o Mirante Dedo de Deus, a praia de Coqueirinho, Mirante do Castelo da Princesa, Mirante das Tartarugas, o criativo Shopping Rural, e as falésias entre Coqueirinho e Tambaba.

Por que conhecer a costa do Conde? O destino de mirantes e falésias reserva cerca de 20km de extensão, presenteando os visitantes com sete praias diferentes, sendo as praias de Gramame (divisa de João Pessoa e Conde), do Amor, de Caripabus, de Jacumã, de Tabatinga, de Coqueirinhos e a famosa Tambaba.

Há dois tipos de passeios disponíveis de buggy que percorre os mirantes e as falésias: um que dura o dia todo e o outro somente um turno do dia. Como tinha pouco tempo, preferi ter um gostinho de como é desbravar esse roteiro e retornar com mais tempo, em breve.

Cheguei até a praia de Coqueirinho de ônibus. Desci na parte mais urbana da praia onde se concentram bares e um estacionamento de turismo. A famosa ladeira de Coqueirinho inicia o trajeto, mas mais em breve darei dicas sobre ela. Embarquei no buggy do Daniel Lima, que também é guia de turismo. Após percorrer uma breve trilha de 2km entre mata de reserva ambiental, cheguei na primeira parada, o instagramável Mirante de Coqueirinho (Dedo de Deus). O Mirante fica na parte esquerda da falésia de Coqueirinho e de cima observa-se toda a extensão da praia.

João Pessoa Coqueirinho
Mirante do Coqueirinho com vista para uma das mais belas praias paraibanas

Há trilhas com balanços, pórticos, mas confesso que preferi a paisagem mais natureba. Logo percorri todo o paredão para perceber como é bonita a costa sul paraibana. Do outro lado do Mirante de Coqueirinho fica o Mirante das Tartarugas, uma continuidade das falésias que se tem uma vista panorâmica da linha entre o céu e o mar, quase que numa uníssona palheta de cores entre verde e azul.

João Pessoa
Castelinho da Princesa

Depois dali, o condutor avisa que a próxima parada é no shopping rural Tambaba. Aqui comigo pensei que seria aquela parada onde todos abraçam o momento de compras, mesmo sem querer. Para chegar até lá, percorre-se um trecho da PB-008 e logo chega a um pedacinho do Nordeste. Tirei o pensamento que veio em mente sobre lojas de compras e percebi que ali estava um lugarzinho cheio de nordestinidade com casinhas de taipa, pracinhas, jardins e espaços para percorrer e tirar aquela foto. E mais: o shopping fica num assentamento de agricultores que viram no empreendedorismo uma forte condução para os negócios.

Joao Pessoa
Praia de Coqueirinho

Em cada uma daquelas casinhas não era somente compras, mas sabores e tradições de moradores que viram ali uma forma criativa de mostrar seus produtos: tapiocas, doces, artesanato feito das mãos dos moradores, sorvetes em meio aquele pedacinho de calorão. Gostei da ideia e da parada.

Visitamos em seguida o Castelo da Princesa que mais parecia um dedo, uma falésia que sofreu desgaste ao longo do tempo e criou uma forma inusitada. Percebe-se que o roteiro de falésias e mirantes é muito mais devido a continuidade de formas em todo o litoral do Conde.

João Pessoa
Shopping Rural jé em Tambaba

Quis conhecer as falésias de baixo e o guia nos levou até a praia de Coqueirinho. Percorremos um trecho beirando a praia que vez ou outra mantinha a areia de praia bem acessível, outras vezes com bastante pedras, que ao longo delas, formam piscinas naturais. Passamos pelas falésias até chegar a divisa com a praia de Tambaba, uma reserva de praia que se desnuda no naturismo em um espaço da localidade.

Há um outro acesso para Tambaba pela PB 008, mas Tambaba ficou para um outro passeio em breve. Até porque, o litoral da Paraíba tem que ser com calma, em doses, o paraíso é grande e necessita de contemplação.

Na bagagem

Como chegar? Partindo de João Pessoa no sentido sul percorre-se a PB-008 por 35km até chegar ao trevo que dá acesso à praia. A sinalização é boa, as pistas estão bem cuidadas, mas cuidado redobrado com radares e área urbana. Uma dica, após percorrer um pequeno trecho após o trevo, há uma ladeira que para descer é fácil, mas pra subir… não é recomendado fazê-la a pé.

Quando o turista adquire o passeio em João Pessoa ou pela Associação de Bugueiros do Conde já dará acesso à praia com subida e descida da ladeira. Do contrário, a dica é arriscar o solicitar o serviço de descida e subida pelo valor de R$ 5 ao bugueiro de plantão. Mas cuidado: nem sempre há bugueiros disponíveis na localidade.

São cerca de cinco bares na praia de Coqueirinho. Os bares oferecem almoço, petiscos, bebidas a preços que encontramos em outras localidades turísticas do Nordeste.  A estrutura ainda precisa melhorar, principalmente as áreas de banheiros.

João Pessoa
Falésias de Coqueirinho

Prefira os pratos tradicionais do sertão ou peixes fritos, a exemplo do Arrumadinho (carne de sol cortadinha, feijão verde, farofa e vinagrete) ou pratos mais simples com gostinho de nordeste. Não recomendo mariscadas ou ensopados. O custo/ benefício não é bom e a qualidade deixa a desejar.

Há boas hospedagens na região e para quem quiser conhecer melhor e desbravar as praias, a dica e passar ao menos um dia no Conde. Sim, há possibilidade de bate e volta de João Pessoa e é o mais tradicional, agregado o passeio de buggy com paradas panorâmicas.

A Associação de Bugueiros do Conde possui cerca de 18 bugueiros cadastrados, ou seja, preparados para os passeios individuais e em grupos. Consulte uma agência de viagem em João Pessoa ou na sua cidade ou se preferir, diretamente com o bugueiro Daniel Lima através do telefone (83) 98840 9299. Em Aracaju, informe-se com a agência Lua Turismo (79) 99191 1900.

Gastroterapia

João Pessoa
Embutidos de bode
João Pessoa
Escondidinho

Indo à Paraíba, não pense duas vezes em pedir os pratos à base da culinária sertaneja, a exemplo dos que agreguem carne de sol, embutidos de carne de bode e raízes.

O Arrumadinho e o Rubacão são os artistas principais, o primeiro bem arrumado com um mix de carne de sol ou charque cortadinhos, vinagrete, queijo e farofa. Já o segundo com carnes do sertão, creme de nata, arroz, queijo coalho derretido e feijão verde.

Pensa que acabou? Os doces, as paçocas e as geleias são encontradas nas feiras locais e justificam o porquê de chegar na Paraíba esquecer a dieta é  lei. Bora ou vamô?

Fotos: Silvio Oliveira

Insta: @silviotonomundo

Dúvidas sobre o roteiro, entre em contato clicando aqui

* Matéria realizada com o apoio da Lua Turismo, Rua João de Souza Leal, nº 81, Conjunto JK, Aracaju (SE)
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais