Michel de Oliveira lança livro que questiona padrões masculinos

0
O lançamento ocorre dia 1º (Foto: Renata Lohmann)

Depois do Porto Alegre e Londrina, é a vez de Aracaju receber o escritor e jornalista Michel de Oliveira para o lançamento de “O sagrado coração do homem”, seu segundo livro de contos. A noite de autógrafos será no dia 1º de fevereiro, sexta-feira, às 18h, na Doca, localizada na Rua Nossa Senhora do Socorro, nº 271, São José.

O escritor afirma que é com grande expectativa que retorna a Aracaju para o lançamento. “O plano inicial era fazer o primeiro lançamento aqui, mas precisei adiar. Agora realizo o desejo de lançar o livro em minha terra. Será uma oportunidade de reencontrar amigos e conversar sobre as coisas que tenho escrito”, revela.

Discussão necessária

A noite de autógrafos será no dia 1º de fevereiro, sexta-feira, às 18h, na Doca, localizada na Rua Nossa Senhora do Socorro, nº 271, São José (Foto: Divulgação)

O livro reúne 47 contos e excertos aforísticos sobre o universo masculino, apresentando histórias que expõem as estruturas machistas da sociedade, como a violência, a repressão dos sentimentos e os medos que são silenciados.

“Passamos por muitas transformações nas últimas décadas. Apesar disso, muitos homens insistem em repetir padrões e comportamentos danosos para a sociedade. Precisamos trazer essas questões para a discussão e a literatura é um importante meio para fazer refletir sobre o que vivemos”, destaca Michel.

“O sagrado coração do homem” foi selecionado na 3ª temporada de originais da Editora Moinhos, casa editorial que tem se destacado no cenário nacional com a descoberta de novos escritores e com a publicação de clássicos como José de Alencar, Henrik Ibsen e Adília Lopes. Um trecho da obra pode ser lido aqui.

Sobre o autor

Michel de Oliveira é natural de Tobias Barreto, graduado em Comunicação Social – Jornalismo pela UFS, trabalhou em jornais e assessorias de imprensa da capital, atualmente vive em Porto Alegre, onde cursa o doutorado em Comunicação e Informação.

Estreou na literatura com o livro de contos “Cólicas, câimbras e outras dores” (Oito e Meio, 2017), obra finalista do Prêmio Sesc de Literatura e da 1ª Maratona Carreira Literária.

Fonte: assessoria de imprensa

Comentários